Confira nossas dicas para sair do endividamento em 2022!

Resumo do texto

  • Sair do endividamento pode ajudar no planejamento;
  • Qual o primeiro passo para sair do endividamento ainda esse ano?
  • Faça o dinheiro render para alcançar suas metas.

Conheça os investimentos disponíveis no PagBank!

 

Chegou o momento de fazer um balanço dos últimos meses e descobrir como ter uma vida mais tranquila e saudável financeiramente.

Sair do endividamento vai te ajudar a planejar novas metas, buscar aquele sonho antigo e aproveitar as oportunidades que vão surgir.

Veja como sair do endividamento em 2022!

Como aproveitar o fim de ano para sair do endividamento?

Ainda dá tempo de melhorar a sua saúde financeira neste ano. Mas, para isso, é preciso arregaçar as mangas, fazer as contas, planejar e executar.

1. Faça o cálculo total de suas dívidas

Primeiramente, é preciso entender e somar o total dos seus gastos. Para isso, é necessário fazer um levantamento dos custos fixos, variáveis e, claro, as dívidas. 

Ter esse controle permite que você tenha a real dimensão da sua situação financeira, o que vai te ajudar na hora de fazer seu planejamento financeiro anual.

2. Monte um plano de ação

Agora que você já tem uma dimensão de como está sua situação financeira, é hora de montar um plano para sair do endividamento. Avalie qual a melhor opção para o seu caso e se organize. Leia esse conteúdo do blog e veja algumas dicas!

3. Separe uma parte do salário para pagar as dívidas

Com toda a sua vida financeira anotada, é hora de conferir se dá para separar um valor fixo, todos os meses, para quitar as dívidas. Para isso, existe um cálculo sugerido, o método 50/30/20.

Segundo essa regra, você deve separar 50% dos ganhos para os custos fixos, 30% para os custos variáveis e 20% serão destinados às despesas financeiras. Ou seja, reserva de emergência ou pagamento de dívidas.

Se essa divisão não se encaixar na sua realidade, não tem problema! Outra opção é ver quanto você consegue cortar dos gastos variáveis e utilizar essa diferença para o pagamento de dívidas. Mas é importante fazer isso todos os meses.

4. Use o décimo terceiro para negociar dívidas atrasadas

No final do ano, os trabalhadores formais possuem uma renda extra, o décimo terceiro salário. Essa pode ser uma boa oportunidade para negociar o pagamento de contas, sair do endividamento e começar a investir.

Com o dinheiro em mãos, você ganha a vantagem da negociação. Use isso para quitar todas as dívidas possíveis e tentar diminuir o valor das mensalidades.

Caso precise escolher quais débitos pagar, dê prioridade para aqueles que têm maior índice de juros.

5. Dedique uma porcentagem do seu dinheiro para pagar parcelas adiantadas

Verifique os ganhos e gastos fixos e, se for possível, separe uma parte da renda mensal para pagar parcelas adiantadas. 

Além de ficar livre delas mais rápido, evita juros e pode economizar um pouco com o pagamento antecipado.

Com as dívidas em dia, é hora de fazer seu dinheiro render!

Sair do endividamento é o caminho para planejar suas metas. E, se o dinheiro estiver rendendo, melhor ainda! 

Quer segurança e bons rendimentos? Invista no Tesouro Direto! Se você ainda não sabe qual o seu perfil de investidor, faça o teste e descubra.

Para aplicar com o super app basta seguir alguns passos:

  1. no Menu Principal, acesse a opção Produtos e Investimentos;
  2. clique em Aplicar meu Dinheiro;
  3. confira as opções de CDB, Tesouro Direto ou Fundos de Investimento;
  4. faça sua escolha e clique em Investir.

Pronto! O valor será transferido do seu saldo para a opção escolhida, você acompanha a aplicação e rendimento pelo celular.

Conheça os investimentos disponíveis no PagBank!

“Este canal tem como única intenção fornecer um panorama sobre as diferentes categorias de produtos de investimentos disponíveis no mercado. Os conteúdos não têm o objetivo de oferecer análise de valores mobiliários ou recomendações de investimento, considerando que os produtos apresentados podem não ser adequados aos objetivos, situação financeira ou necessidades individuais de cada usuário. O PagSeguro PagBank se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que decorram da utilização de seu conteúdo, bem como por eventuais informações fornecidas por terceiros, que não expressam a opinião do PagSeguro PagBank. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e as informações podem não estar atualizadas no momento exato da consulta do material. Antes de tomar qualquer decisão, é recomendado que o leitor busque orientação financeira independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto.”