Dicionário do investidor: os principais termos do mercado financeiro sem complicação!

Resumo do texto

  • Aprenda sobre a definição dos principais termos dos investimentos;
  • Descubra sem complicação quais são as principais siglas do mercado;
  • Confira o significado dos conceitos e saiba como investir com mais sabedoria.

Baixe grátis o super app PagBank!

 

Lendo notícias do mercado financeiro você sente dificuldade de entender algumas siglas e termos? Se a resposta for sim, tenha calma porque vamos te ajudar!

No dicionário do investidor é possível aprender sem complicação. Assim, você será capaz de entender as opções de investimentos e poderá tomar as melhores decisões.

Confira nosso mini-dicionário do investidor e tire suas dúvidas!

Administrador

É o responsável por um fundo de investimento e pelas informações divulgadas aos cotistas e à CVM. É ele quem cuida do dinheiro do fundo. Ele também precisa definir as regras de funcionamento, o objetivo do fundo e quais aplicações serão feitas.

Carência

Em um investimento, o dinheiro precisa ficar por um tempo aplicado. Esse tempo mínimo é a carência. Em alguns investimentos não é permitido sacar o valor antes do fim da carência. Outros até permitem a retirada, mas o rendimento pode ser bem pequeno ou até mesmo nulo. Alguns investimentos podem, inclusive, sofrer variações negativas sobre o valor aplicado!

CDB (Certificado de Depósito Bancário)

Um investimento de renda fixa que funciona de um jeito bem simples: quem investe faz um empréstimo para o banco que emite o CDB. O banco usa esse dinheiro em suas atividades de rotina, e devolve o valor para o investidor depois de um tempo, com correção de juros. Esses juros é que dão origem à rentabilidade do CDB.

CDI (Certificado de Depósito Interbancário)

CDI (também conhecido como Taxa DI) funciona como uma média dos juros que são aplicados em empréstimos feitos entre bancos. Essa média é usada em muitos investimentos, como os CDBs PagBank, para calcular a rentabilidade.

Come-cotas

Momento em que acontece a cobrança antecipada de Imposto de Renda em Fundos de Investimento. Come-cotas acontecem a cada seis meses, especificamente no último dia útil de maio e novembro, em fundos de curto prazo e longo prazo (mas nunca em fundos de ações).

Cotas

As cotas são frações do valor total arrecadado em um fundo de investimento. O número de cotas é definido pela equipe de Administração do fundo, e cada investidor pode adquirir mais de uma cota.

Cotistas

Cotistas são as pessoas que investem em um fundo de investimento. 

Despesas fixas

Aqui entram as despesas pessoais que não mudam de valor mensalmente, como aluguel, internet e serviços de assinatura.

Despesas variáveis

Apesar de acontecerem todo mês, são gastos que mudam de valor, como conta de luz, de água, fatura do cartão de crédito e outros.

FGC

Sigla para Fundo Garantidor de Créditos. É a entidade responsável pela garantia de investimentos como CDB, LCI, LCA, LC e depósitos feitos na poupança. 

O FGC surgiu em 1995, para contribuir com a prevenção de uma crise bancária sistêmica e também apoiar na manutenção da estabilidade do Sistema Financeiro Nacional. Essa entidade garante que os investimentos citados acima são seguros.

Fundos de Investimento

Podemos pensar os fundos de investimento como um condomínio. Os participantes são como os moradores. As cotas são como a taxa de condomínio. 

Com o dinheiro das cotas são feitos investimentos (no caso do condomínio, o valor é usado para pagar as contas e salários dos funcionários). O “síndico” do fundo, ou seja, o responsável por cuidar do dinheiro, é o Administrador.

Conheça também os CDBs PagBank!

Gestor

É o profissional que escolhe os investimentos que serão feitos com o dinheiro dos cotistas de um fundo  a partir de estratégias estabelecidas e regulamentadas. Ele é um especialista no mercado financeiro e está sempre buscando a melhor rentabilidade para os cotistas.

Em alguns casos, a equipe de administração também é responsável pela gestão dos investimentos.

Juros

Juros são como  “o custo do dinheiro”. Se você está pegando dinheiro emprestado, os juros representam o valor pago pelo empréstimo. Nos investimentos, os juros servem para calcular o lucro  que você consegue no final de um investimento.

LCA (Letras de Crédito do Agronegócio)

É um investimento em renda fixa sem cobrança de Imposto de Renda e que têm prazos mais longos e valores mínimos mais altos do que os CDBs.

As instituições que emitem as LCAs para captar dinheiro e financiar projetos no setor agrícola. Quem investe também está fazendo um empréstimo, assim como nos CDBs, e vai receber o valor com correção de juros (que é a rentabilidade da aplicação).

LCI (Letras de Crédito Imobiliário)

As LCIs funcionam de um jeito bem parecido com as LCAs. A diferença está no uso do dinheiro. No caso de uma LCI, o valor é usado em projetos do mercado imobiliário. Para o investidor não muda muita coisa: você faz um empréstimo para a instituição que vende a LCI e recebe o valor com correção de juros. Também é isento de IR.

Liquidez

Tempo que o dinheiro que foi aplicado demora para voltar para a conta do investidor. Se o investimento tem alta liquidez, o investidor pode resgatar o dinheiro em prazos mais curtos. Se a liquidez é baixa, o prazo para o valor voltar para sua conta será maior.

Rendimento

É quanto o investidor consegue de lucro ou prejuízo em uma aplicação. 

Rentabilidade

A valorização (ou desvalorização) do investimento de acordo com uma porcentagem.

Por exemplo: você investiu R$ 20 e, depois de um ano, esse produto vale R$22. Isso quer dizer que o investimento teve rentabilidade de 10% ao ano, ou seja um rendimento de R$2.

Taxas de administração e performance

Taxa de administração

Taxa usada para pagar pelo trabalho da equipe de administração do fundo. Ela é calculada sobre o valor aplicado e cobrada de todos os cotistas.

Taxa de performance

Taxa paga para a equipe de gestão do fundo caso o rendimento seja maior do que o índice usado como meta. Essa taxa só é cobrada caso o fundo renda mais que a meta, porém, não são todas as corretoras que cobram essa taxa.

Taxa Selic

É a taxa básica de juros do Brasil. É a partir dela que todas as outras taxas são calculadas, desde as usadas nos empréstimos e financiamentos até as aplicadas na rentabilidade dos investimentos.

Tesouro Direto

Tesouro Direto é um programa do Tesouro Nacional criado para que as pessoas possam investir em títulos públicos, que recebem os nomes de Tesouro IPCA+, Tesouro Selic e Tesouro Prefixado.

Quem investe no Tesouro está fazendo um tipo de empréstimo ao Governo, que depois é devolvido com juros.

Outra opção de investimento são os CDBs PagBank. Conheça!

Títulos

Títulos são como empréstimos feitos para alguma instituição. Esses empréstimos são vendidos como produtos de renda fixa. Os Títulos Públicos, por exemplo, são empréstimos feitos pelo Governo.

Já os títulos privados são empréstimos para empresas e bancos, nesses casos, eles se tornam produtos como CDBs, LCIs, LCAs, CRIs, CRAs e as debêntures.

Vencimento

Data em que o investimento vai “acabar” e o dinheiro aplicado voltará com rendimentos para você. Diferente da carência, é possível movimentar o dinheiro aplicado antes da data de vencimento.

Pronto para investir? Conheça nossas opções!

Após ler o dicionário do investidor, provavelmente, ficou mais fácil entender o universo financeiro, certo? Aprender sobre esses termos é muito importante para tomar decisões que ajudam a garantir bons resultados e escapar das confusões.

Que tal começar a investir agora? 

O super app oferece um banco completo e grátis, onde o dinheiro rende mais do que na poupança e você encontra o que precisa para aumentar sua reserva sem taxas escondidas e nem burocracia.

Com ele você investe em diversas opções de CDBs e Fundos de Investimento a partir de R$ 1 para investir!

Basta acessar a aba Produtos e Investimentos e escolher qual é a melhor opção para você!  Gostou das possibilidades? Seja nosso cliente e cuide melhor das finanças com o super app!

Baixe grátis o super app PagBank e abra uma conta!

“Este canal tem como única intenção fornecer um panorama sobre as diferentes categorias de produtos de investimentos disponíveis no mercado. Os conteúdos não têm o objetivo de oferecer análise de valores mobiliários ou recomendações de investimento, considerando que os produtos apresentados podem não ser adequados aos objetivos, situação financeira ou necessidades individuais de cada usuário. O PagSeguro PagBank se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que decorram da utilização de seu conteúdo, bem como por eventuais informações fornecidas por terceiros, que não expressam a opinião do PagSeguro PagBank. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e as informações podem não estar atualizadas no momento exato da consulta do material. Antes de tomar qualquer decisão, é recomendado que o leitor busque orientação financeira independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto.”

  • Tags