Você já pensou em fazer uma renda extra vendendo algo pela internet ou para ser sua renda principal?

Se isso nunca passou pela sua cabeça, talvez agora essa seja uma nova porta se abrindo para os seus negócios, afinal os números de mercado do e-commerce são animadores.

Sabia que quase um terço dos brasileiros compram pela internet toda semana?

Sim, mais de 80 milhões de pessoas estão fazendo compras, de todos os tipos de produtos pela internet, uma vez ou mais vezes por semana.

E esse não é o único motivo para você começar a pensar nessa possibilidade. Continue lendo pois reunimos dados interessantes que irão abrir seus olhos para esse universo digital.

 

Por que essa pode ser a sua oportunidade de vender pela internet?

Mão digitando no computador

A resposta para essa pergunta é simples: hábito de consumo. Basicamente o comportamento de compra do brasileiro mudou. A falta de tempo para ir em lojas físicas, a grande variedade de produtos que se encontra online, a entrega fácil, o acompanhamento de influenciadores digitais que diariamente indicam produtos, etc. Tudo isso faz com que as pessoas estejam cada vez mais dispostas a comprar pela internet.

Essa mudança de comportamento do consumidor está aquecendo o comércio eletrônico. A estimativa, segundo o relatório anual do e-commerce (desenvolvido pela NuvemShop), é que tenha 87 milhões de pessoas comprando em lojas virtuais agora em 2020 aqui no Brasil.

É muito dinheiro vindo aí!

 

Como as pessoas procuram os produtos desejados?

Mulher olhando através de uma lupa

O Google ainda é a maior porta de entrada para clientes encontrarem as lojas virtuais, mas as redes sociais já são a segunda opção que mais levam clientes para as lojas.

A campeã em converter consumidores é o Instagram, que cresceu bastante e deixou o Facebook para trás nesse assunto. Por isso, se você vende ou pretende vender, é interessante manter um perfil atrativo no Instagram.

Sabe quando você está navegando numa rede social e, de repente, vê algum famoso usando ou indicando um produto? Isso influencia tanto na nossa decisão de compra que, só para você ter uma noção, cerca de 80% das pessoas que finalizam uma compra vindo das redes sociais estão plenamente satisfeitos com o valor que estão pagando no item por conta de uma boa propaganda ou por indicação de algum influenciador conhecido (mesmo não sendo o preço mais barato).

Seja Google ou rede social, é extremamente importante que o seu site seja configurado para abrir em celulares – a gente chama esse tipo de site de responsivo.

A verdade é que quase 66% das vendas são feitas pelo celular, então, ter uma loja virtual responsiva e divulgar os produtos nas Redes Sociais é fundamental para garantir que você não perca nenhuma venda.

Entre as lojas virtuais, os tipos de produtos mais vendidos são:

– Roupas (40%);

– Saúde e Beleza (15%);

– Acessórios (13,75%);

 

Quando as pessoas mais fazem compras?

Pessoa escrevendo em um calendário

O momento em que as pessoas mais compram pela internet é, sem sombra de dúvidas, nas datas comemorativas. O relatório anual do e-commerce da NuvemShop mostra que a Black Friday representa 50% das vendas online em 2019. De 2018 para 2019, houve um aumento de 49% nas vendas, e todo ano ela cresce mais.

Já o Natal representa 28,5%, o Dia dos Namorados 18,4% e o Dia das Mães 15,8%. Muitos lojistas não se preparam para essas datas e perdem a oportunidade de vender mais.

A dica é: invista em divulgação e crie campanhas especiais nas datas comemorativas, pois é certo elas vão trazer lucro para a sua loja virtual.

É bacana você criar promoções, kits, descontos, tudo o que for atrativo para chamar mais clientes nessas datas comemorativas, afinal, você quer vender o máximo que puder, não é mesmo?!

É muito importante cuidar do atendimento para vender pela internet

O atendimento ao cliente conta muito para finalizar uma venda. O perfil dos compradores é imediatista. Se surge alguma dúvida na hora que ele está fazendo a compra e ele não encontra uma forma fácil de perguntar, ou se a resposta demora, você pode perder a venda.

Por isso, é importante criar uma FAQ (Perguntas mais frequentes) e deixar disponível no seu site. Lá, você pode reunir as dúvidas que podem surgir no momento da compra, como dúvidas sobre os produtos, informações sobre frete, formas de pagamento e política de troca, por exemplo.

Os lojistas também estão usando tecnologias mais flexíveis para tirar as dúvidas dos clientes, assim, o atendimento fica mais dinâmico. O WhatsApp e o Instagram são os mais usados.

 

Saiba escolher um meio de pagamento confiável

Outro ponto que pode impedir as vendas numa loja virtual é não ter meios de pagamento confiáveis, afinal o consumidor precisará inserir dados importante, como cartão de crédito, CPF, endereço, etc.

Confira você mesmo os escolhidos pelos clientes:

Gráfico dos principais meios de pagamento utilizados no e-commerce

Viu, só? O PagSeguro foi o meio de pagamento mais usado para vendas em 2019 na plataforma NuvemShop e é a marca mais confiável e segura para quem quer vender na internet.

 

Quais as melhores dicas para começar?

As soluções de pagamento oferecidas pelo PagSeguro são completas e não exigem que você tenha experiência para implementar. São várias formas de Checkout que você pode escolher e inserir na sua loja virtual.

Além de permitir que os clientes comprem com segurança, você também pode ficar de olho na recuperação de carrinho, inserir banners de divulgação e personalizar a tela de pagamento com a cara da sua loja.

E falando em divulgação, grande parte dos comerciantes não utilizam mais o e-mail. Atualmente, quando se fala em marketing, quem domina são as redes sociais. Os lojistas dizem que é mais fácil encontrar clientes interessados através do Instagram e do Facebook.

As redes sociais mais usadas para divulgação são o Instagram, Facebook e WhatsApp. Aqui já falamos que é importante manter um perfil atrativo nas redes sociais, mas vale ressaltar. Elas funcionam como uma vitrine virtual e realmente atraem clientes interessados naquilo que você vende.

Antes de sair postando tudo o que vem na cabeça, é interessante conhecer o seu público. Pense o seguinte: você gosta de ficar vendo publicações de perfis que só tentam te empurrar um produto? É dessa forma que você quer que sua loja seja vista?

Além da divulgação dos seus produtos, interaja nos comentários e seja gentil nas respostas aos comentários (mesmo que você tenha recebido uma crítica). Essa é uma forma de mostrar para todo mundo que a sua loja respeita e se importa com os clientes.

Agora que você já viu como está o cenário do comércio eletrônico no Brasil, que tal dar o primeiro passo para investir na sua loja virtual? Com as estratégias certas, seu negócio tem tudo para ser um sucesso!