O que são ações? Saiba como funciona e aprenda a investir

Resumo do texto

  • Saiba o que são e como funcionam as ações;
  • Descubra as vantagens desta aplicação;
  • Veja como investir!

 

Agora você tem mais uma oportunidade para diversificar seus investimentos e aplicar seu dinheiro em algo que tem um bom potencial de rentabilidade: ações! 

Mas, como em todo tipo de investimento você precisa entender como funciona e conhecer suas características, nós vamos te ajudar a ficar por dentro do assunto de forma descomplicada. Confira o que são ações e como funciona a negociação delas na Bolsa de Valores. 

Invista em Ações Através do Super App PagBank

O que são ações?

Uma ação representa uma parte de uma empresa, então, ao comprar uma, você se torna dono de um pedacinho da companhia, como uma espécie de sócio. 

Adquirindo uma ou mais ações, o investidor tem direito a uma parte dos ganhos da empresa. Esse lucro é proporcional à quantidade de ações que ele possui.

As ações são investimentos em renda variável, isto quer dizer que o retorno financeiro de quem investe em ações tem a ver com o desempenho da empresa e do setor que ela atua, além do contexto econômico do país e do mundo. Por isso, é preciso muita atenção e pesquisa antes de escolher em qual investir.

Entenda melhor a diferença entre renda fixa e renda variável lendo esse conteúdo aqui.

Como funciona o mercado de ações?

Para uma empresa ter ações na B3, a Bolsa de Valores do Brasil, ela precisa fazer um IPO (“Oferta Pública Inicial”), esse movimento também é chamado de “abertura de capital”. 

Com esse IPO, qualquer pessoa pode investir na companhia comprando ações e também tem a oportunidade de lucrar com a venda delas, porque conforme a empresa valoriza no mercado, o preço da ação sobe.

Vale ressaltar que não são todas as ações que pagam dividendos aos investidores, ok? Veja aqui quais ações que pagam dividendos.

O preço de uma ação é determinado conforme o desempenho da empresa e as atitudes dos investidores, que podem ser causadas por diversos fatores, como o aumento nos riscos devido ao cenário econômico, ou alguma mudança no segmento de atuação da organização. Por isso que os valores das ações mudam várias vezes em um mesmo dia.

A movimentação de compra e venda de ações é feita através de um Home Broker, um sistema on-line para a negociação de investimentos da Bolsa de Valores. Para o investidor ter acesso ao Home Broker, é preciso ter conta em um banco ou corretora de valores. 

Como comprar ações: lote padrão e fracionário

As ações são negociadas em dois tipos de lotes: o padrão e o fracionário. 

O lote padrão representa o número mínimo de ações que podem ser compradas, que geralmente são 100. Por exemplo, ao comprar 10 lotes de ações de uma empresa, você está comprando mil ações. Se o preço de cada ação fosse R$15, o valor a ser pago seria R$15 mil.

Já o fracionado foi feito com foco no pequeno investidor que não quer adquirir muitas ações e prefere a compra por unidade. Nele, o investidor pode comprar até 99 ações. Dessa forma, o valor mínimo de compra é o preço de cada ação.

Saiba como identificar as ações fracionárias: elas precisam ter a letra F no final, como PETR4F, no caso de ações da Petrobras.

Quais são os principais tipos de ações do mercado?

Existem vários tipos de classificações na bolsa de valores, sendo que as principais são as “Ações Ordinárias” e “Ações Preferenciais”. Aprenda um pouco mais sobre cada uma delas.

Ações Ordinárias

O investidor que compra ações ordinárias (ON), dependendo da quantidade de ações que tem, pode participar das assembleias da empresa e ter voz nas decisões a partir do voto. Além disso, têm direito a receber dividendos de acordo com as regras da empresa, porém, não têm preferência no recebimento.

Nas ON também existe o chamado “tag long”, que quer dizer que, caso a empresa seja vendida, o acionista pode receber pelo menos 80% do valor da venda. Esses 80% é sempre proporcional à quantidade de ações que o investidor possui.

Para identificar uma ação ordinária na Bolsa de Valores, ela precisa conter o número 3 depois das letras que representam a empresa. Por exemplo, a Petrobrás é indicada na bolsa pela sigla PETR, então, se for PETR3, se trata de uma ON. 

Ações Preferenciais

Essas ações não dão poder de voto ao investidor, porém, dão ao acionista preferência na distribuição de lucros e dividendos. 

Geralmente, as ações preferenciais têm mais liquidez que a ON, ou seja, é mais fácil e rápido vender e transformá-las em dinheiro. Isso torna a negociação simples e, por conta disso, se tornam uma boa opção para o pequeno investidor.

Uma preferencial é identificada na bolsa com o número 4, ou seja, uma ação preferencial da Petrobrás é indicada pela sigla PETR4.

Tipos de negociações na Bolsa de Valores

As principais formas de ter rentabilidade com ações é comprando e vendendo, recebendo dividendos e buscando a valorização da empresa.

Para isso, existem três principais estratégias de negociação na bolsa de valores: “day trade”, “swing trade” e “buy and hold”.

  • Day trade: estratégia que aproveita das mudanças de preço para ter lucro em curtíssimo prazo, comprando e vendendo ações no mesmo dia;
  • Swing trade: a compra é feita em um dia e a venda em outro. Normalmente quem faz swing trade “segura” as ações em média por cinco dias até fazer a venda. Essa estratégia é usada no curto e médio prazo;
  • Buy and hold: também chamado de “position”, aqui o foco é no longo prazo. Nessa estratégia, as ações podem ficar por anos na carteira de um investidor, visando o recebimento de dividendos ou a valorização da empresa.

Quanto custa investir em ações?

Além do preço da ação, algumas taxas são cobradas para investir nelas, e esses custos podem variar de acordo com o banco ou corretora. Veja quais são as principais taxas e como elas funcionam.

Taxa de corretagem

Essa taxa é cobrada por algumas corretoras por cada operação de compra e venda de ações. 

Normalmente elas cobram um valor fixo por cada operação, e algumas podem cobrar até um um percentual sobre a quantia investida.

Taxa da B3

É a taxa paga para a Bolsa de Valores. São valores fixos para cada operação realizada, de compra e de venda. Essa taxa varia de acordo com a negociação feita (day trade, swing trade, buy and hold) e valor investido.

Confira no site da B3 o valor cobrado por cada operação.

Quais as vantagens de investir em ações?

Ficar por dentro de todas as possibilidades de aplicações financeiras é muito importante para cuidar melhor do seu dinheiro e fazer investimentos que estejam de acordo com seus objetivos. 

Sendo assim, vale a pena entender quais são os benefícios de aplicar seu dinheiro em ações da bolsa de valores. Para isso, reunimos algumas das principais vantagens desse investimento a seguir.

Investimento com pouco dinheiro

Esqueça a ideia de que só milionários estão na bolsa, hoje, é possível investir com pouco dinheiro, já que existem opções que custam em torno de R$10 cada.

Lembre-se que não existe um preço mínimo de aplicação, só depende da quantidade que deseja comprar e o valor de cada ação. 

Diversificação

É sempre importante lembrar que todo investidor precisa diversificar seus investimentos, porque isso reduz o risco para a carteira e pode aumentar a rentabilidade.

Aplicar em ações é mais uma oportunidade para diversificar a carteira com renda variável, porém, não esqueça a renda fixa, é importante ter equilíbrio entre esses dois tipos de investimento.

Dinheiro na mão através de dividendos

Dividendos são o pagamento de um pedaço do lucro de uma empresa para os acionistas. O valor pago é proporcional a quantas ações eles possuem. 

Essa é uma forma de se ter renda passiva, parecido com o que acontece com quem tem um apartamento alugado.

Como investir em ações com o PagBank?

Através do Home Broker do PagBank é muito mais fácil investir em Renda Variável com autonomia, basta abrir a sua conta! O funcionamento da plataforma é totalmente online e ali é feita a compra, venda e o acompanhamento do investimento na bolsa.

Para te ajudar, temos um presentão para você: quatro operações grátis por mês, ou seja, você pode realizar quatro compras ou vendas de ações com taxa de corretagem zero mensalmente. Assim, só é necessário pagar a taxa da B3.

Feitas essas quatro operações gratuitas, as taxas do Home Broker do PagBank serão as seguintes:

  • R$ 2,99 na modalidade swing trade: aqui você faz a compra de uma ação na B3 e vende em questão de dias, semanas ou meses.
  • R$ 1,99 na modalidade day trade: nesta categoria você faz a compra de uma ação na B3 e vende no mesmo dia.

Para começar é muito simples, basta seguir os passos a seguir:

  1. no Menu Principal, acesse a opção Produtos e Investimentos;
  2. clique em Aplicar meu Dinheiro;
  3. confira as opções de Renda Variável;
  4. aloque dinheiro (mande o dinheiro para o Home Broker)
  5. faça sua escolha e clique em Investir.

 Pronto! A ordem de compra será feita, é só acompanhar a aplicação pelo celular.

Invista na Bolsa de Valores com o PagBank!

“Este canal tem como única intenção fornecer um panorama sobre as diferentes categorias de produtos de investimentos disponíveis no mercado. Os conteúdos não têm o objetivo de oferecer análise de valores mobiliários ou recomendações de investimento, considerando que os produtos apresentados podem não ser adequados aos objetivos, situação financeira ou necessidades individuais de cada usuário. O PagSeguro PagBank se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que decorram da utilização de seu conteúdo, bem como por eventuais informações fornecidas por terceiros, que não expressam a opinião do PagSeguro PagBank. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e as informações podem não estar atualizadas no momento exato da consulta do material. Antes de tomar qualquer decisão, é recomendado que o leitor busque orientação financeira independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto.”