impulso digital

O varejo virtual no Brasil está cada vez mais sólido e seguro. Mesmo assim, ainda existem fraudadores que, através de cartões e dados roubados, realizam transações online. O problema é que, nesses casos, quem tem que arcar com o custo total é a loja virtual. Para ter uma ideia, o Brasil está em quinto lugar no ranking mundial de fraudes com cartão de crédito, atrás apenas de EUA, México, Emirados Árabes e Reino Unido.

Mas calma, isso não significa que ter uma loja online é uma furada, muito pelo contrário. Os e-commerces continuam indo muito bem e existem maneiras extremamente eficazes de evitar fraudes e tocar o seu negócio, seja ele de grande ou pequeno porte, de maneira tranquila e segura. Por isso, o PagSeguro listou 5 passos para garantir a segurança da sua loja virtual:

1 – Adote o “pague em um clique”

Com o sistema “pague em um clique”, o comprador armazena seus dados e não precisa ficar preenchendo suas informações financeiras toda vez que for realizar uma transação. Isso traz mais segurança para os dois lados, além de garantir praticidade e agilidade. Grandes nomes do varejo virtual, como a Amazon, oferecem essa opção e o PagSeguro, através da ferramenta Cartão Preferencial pode ajudar o seu e-commerce com isso.

2 – Peça senhas fortes

Quando o seu cliente for realizar o cadastro, sempre peça senhas mais fortes e complexas, combinando caracteres e números. Pode parecer um pouco chato, por isso, informe para seu público que isso é uma medida de segurança bastante eficaz. Com certeza, ele vai comprar a ideia.

3 – Avise sobre transações

Antes de finalizar qualquer transação, avise seu cliente via email ou SMS. Assim, após informar os dados do cartão, ele vai receber uma mensagem avisando da compra e seu valor. Você também pode oferecer um código que o comprador deve preencher antes de finalizar o processo. É uma maneira de evitar transações fraudulentas e o chargeback, que é o cancelamento da compra pelo não reconhecimento da transação por parte do titular do cartão.

4 – Limite de transações negadas

Boa parte das vezes, as transações fraudulentas são realizadas por softwares que usam vários números de cartão sucessivamente, até conseguirem finalizar a compra. Para evitar que isso aconteça, estabeleça um limite de tentativas para cada usuário. Se ele errar muitas vezes os dados do cartão e exceder este limite, será bloqueado e colocado numa lista de compradores de risco.

5 – Conte com ajuda profissional

Muitos fraudadores são especialistas no assunto e vão fazer de tudo para burlar o sistema. Por isso, é difícil combater fraudes e chargebacks sem a ajuda de uma empresa profissional e isso vai demandar um bom tempo e esforço. Sendo assim, a melhor solução é contar com um parceiro como o PagSeguro, que trabalha para garantir a segurança de compradores e vendedores e que possui o selo PCI, certificação usada no mundo inteiro e concedida para empresas que garantem total segurança no uso e armazenagem de dados, protegem a privacidade dos clientes e evitam fraudes eletrônicas.

Siga estes passos, mantenha o seu negócio saudável e à prova de fraudes! Confira aqui mais dicas de segurança do PagSeguro.