Cálculo do frete: veja o que é necessário para realizar o transporte de encomendas

Resumo do texto

  • Entenda a relação entre o frete e a decisão de compra de um cliente;
  • Confira as taxas que incidem no valor do transporte de encomendas;
  • Veja como realizar o cálculo do frete e a melhor maneira de contratar este serviço.

Conheça o Envio Fácil!

 

A experiência do cliente vem sempre em primeiro lugar, principalmente quando se trata de compra online.

Por isso, saber como calcular frete de uma maneira justa é muito importante, pois nenhum consumidor deve se sentir prejudicado e seu negócio também não pode arcar totalmente com os custos de envio.

Uma boa forma de contornar esse desafio é estruturando uma parceria com um sistema de transporte de qualidade. Confira tudo sobre como calcular o frete e otimize a logística do seu negócio. 

Entenda como o frete interfere na decisão de compra

O valor cobrado na entrega de uma encomenda possui um grande impacto na decisão de compra do consumidor.

Se o custo do frete for alto há chances de abandono da compra e procura pela concorrência. O fato do cálculo ser feito quando o cliente vai pagar pelos itens pode causar surpresas desagradáveis.

Os compradores não vêem vantagem em economizar nos produtos e gastar demais na entrega, com isso, eles podem partir para outra alternativa online ou até decidir pela compra em estabelecimentos locais.

CIF e FOB: Conheça as diferenças

CIF: responsabilidade e custos por conta do vendedor

A sigla vem do inglês, Cost, Insurance and Freight, que significa Custo, Seguro e Frete. Nesta modalidade, o vendedor é responsável pelos custos e riscos do transporte da mercadoria ao destinatário.

O negócio tem responsabilidade sobre o manuseio e entrega. Os custos que o vendedor terá serão diluídos no valor do produto. Esta é uma opção para quem vende diretamente ao consumidor final.

FOB: o comprador assume os riscos

FOB significa Free On Board, traduzida livremente para “livre a bordo”. O comprador se responsabiliza pelos custos e riscos do transporte. 

O FOB é mais utilizado em negociações entre empresas, onde o comprador geralmente tem conhecimento sobre fretes e parcerias com transportadoras, agilizando a logística da entrega.

A diferença na tributação entre os dois tipos

No CIF, o consumidor paga um valor único referente à soma do preço do produto, impostos e seguro do frete, tendo como base o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Já no FOB os tributos são específicos dos serviços do frete, portanto, além do ICMS também incide impostos como IPI, PIS, Cofins, e eles são calculados separadamente.

Taxas de frete: entenda quais fatores são envolvidos no custo da entrega

  • ICMS ou ISS: são impostos cobrados no transporte das cargas. Entre municípios do mesmo estado é cobrado o ISS e entre estados diferentes há a incidência do ICMS;
  • Pedágio: este é um valor que deve ser pago à transportadora pelo contratante. Chamado vale-pedágio, é o pagamento antecipado dessa taxa para que a entrega possa ser realizada;
  • Frete mínimo: valor aplicado em casos onde a carga não possui o peso mínimo necessário estabelecido pela transportadora para fazer a entrega;
  • Taxa de armazenagem: cobrada quando uma encomenda não pode ser recebida pelo destinatário e precisa ser armazenada até que possa ser entregue;
  • Frete Valor: é referente ao seguro da carga e é calculado como um percentual sobre o valor das mercadorias transportadas;
  • Taxa de devolução: valor cobrado quando uma encomenda precisa ser retornada pois não pôde ser entregue;
  • Taxa de dificuldade na entrega: taxa incidente quando há certas exigências que tornam a entrega mais difícil, como entregas feitas fora do horário comercial, por exemplo;
  • Taxa de reentrega: cobrada quando a transportadora precisa fazer mais de uma tentativa para que a encomenda seja recebida pelo destinatário;
  • Taxa de restrição de trânsito: taxa aplicada quando há restrições de veículo no município de entrega ou coleta, ou para contornar restrições referentes à carga ou  descarga da encomenda.

Quais são os modelos de contratação para serviço de frete?

Normal

A encomenda é feita apenas por uma empresa, saindo do fornecedor diretamente para o destinatário. Conhecido como Frete direto. 

Subcontratação

A transportadora contrata uma empresa parceira para a realização do envio da encomenda. Desta forma a entrega é feita dentro do prazo e não se limita a apenas algumas localidades do país.

Redespacho

Duas transportadoras estão envolvidas no processo da entrega, diferente da subcontratação, elas trabalham em conjunto dividindo o trecho a ser percorrido para a entrega da mercadoria.

Redespacho intermediário

Semelhante ao redespacho, porém, com mais uma empresa envolvida para realizar o transporte. As 3 transportadoras farão o trabalho de entregar a encomenda, porém é a contratada que fará o redespacho entre a primeira e a última empresa.

Como calcular frete? Saiba mais!

Realizar o cálculo de um frete não é uma tarefa simples, alguns fatores devem ser levados em consideração no momento de realizar esta conta, como distância percorrida, tamanho e peso do produto.

Apesar de não existir um padrão, é possível definir quais são os aspectos básicos para a realização do cálculo do frete, confira.

Frete peso

Esta é a característica mais importante para saber como calcular um frete. É considerado o peso bruto e o peso cúbico de uma encomenda e a cobrança é feita em cima do maior valor. 

Este tipo de cálculo serve para equilibrar a cobrança no caso de uma carga com um volume muito grande, porém leve, ou uma carga muito leve, porém de grande volume.

Frete Valor

Como o próprio nome diz, este cálculo é feito em cima do valor descrito na Nota Fiscal da encomenda, com a identificação do valor da carga. Desta forma é possível saber se os itens são valiosos, passando a pagar mais pelo seguro e se necessitam de cuidados especiais.

Distância percorrida

Este cálculo é feito com a relação entre o valor a ser cobrado e a distância percorrida. Quanto maior for o trajeto, mais caro será o custo do frete.

Melhore a experiência com o frete usando o Envio Fácil

Sabemos que as taxas de serviços e cálculo de frete podem variar de acordo com a transportadora, e isso pode gerar muitas dúvidas na hora de começar a vender online.

Mas não se preocupe, o Envio Fácil é uma excelente opção para descomplicar a logística de entregas do seu negócio, garantindo agilidade, segurança e preço justo, tanto para quem vende, quanto para quem compra.

Como o Envio Fácil funciona?

O Envio Fácil é um tipo de frete onde a mercadoria do vendedor é entregue diretamente ao destinatário e ele é perfeito para quem quer começar a vender online mas não sabe como realizar a entrega. Com o Envio Fácil é possível vender para pessoas de todo o Brasil.

O vendedor pode utilizar o Link de Pagamento para vender online, ele já oferece o cálculo do frete da mercadoria. Basta o cliente inserir o CEP e o valor já fica incluído no carrinho no momento de fechar a compra.

Confira mais vantagens do Envio Fácil

É possível oferecer um frete justo, ágil e de qualidade aos seus clientes, isso fará com que você se destaque da concorrência e não perca tempo pensando em como realizar o frete das suas encomendas.

Veja como aumentar as vendas do seu negócio com o Envio Fácil e garanta uma logística de transporte completa, entregando para você:

  • economia na contratação do frete;
  • agilidade e segurança nas entregas;
  • rastreio do pedido;
  • proteção contra perdas e extravios;
  • abrangência em todo território nacional.

Conheça o Envio Fácil!