Resumo do texto

  • Saiba o que é o fluxo de caixa e quais são seus impactos em um negócio;
  • Trabalha como MEI? Entenda por que é importante controlar as finanças no dia a dia;
  • Confira dicas para organizar o fluxo de entrada e saída de dinheiro.

Melhor o controle financeiro do seu negócio. Conheça o PagVendas!

 

A vida do Microempreendedor Individual é muito corrida. É preciso conquistar os clientes, cuidar do estoque e pensar na divulgação, mas não dá para deixar de lado a parte administrativa do negócio.

Seu trabalho precisa ser controlado, tanto para melhorar os resultados quanto para analisar os lucros e despesas, e parte desse monitoramento é feito no controle do fluxo de caixa do MEI. 

Por isso, separamos dicas de como organizar as finanças e melhorar o desempenho do seu negócio.

Entenda o que é o fluxo de caixa para MEI

O Fluxo de caixa do MEI nada mais é do que uma análise do caminho do dinheiro do seu negócio, que você recebeu ou que você gastou.

Como o dinheiro sempre está em movimentação, essa análise deve ser feita com frequência (de preferência diária ou semanal), assim o microempreendedor pode tomar as melhores decisões na hora de resolver pendências financeiras, repor o estoque, negociar dívidas e muito mais. 

Por que devo controlar o fluxo de caixa sendo MEI?

Um estudo feito pelo IBGE apontou que 60% dos negócios fecham as portas antes de completarem 5 anos de atividade, e parte dos problemas está no controle financeiro.

O fluxo de caixa auxilia o empreendedor a controlar melhor os recursos de seu negócio e evitar a falência. Mantendo a análise em dia você será capaz de registrar as movimentações, identificar os produtos e serviços que trazem mais receita e aqueles que dão prejuízo. Tudo isso permite visualizar os desafios e abre margem para você buscar uma solução para cada um deles.

Não se esqueça também que um microempreendedor tem um limite de faturamento anual. Com ele em dia você consegue controlar os resultados e analisar se o MEI é a melhor modalidade para sua empresa, o que evita problemas fiscais.

Dicas para controlar o fluxo de caixa para MEI

Agora que você já sabe a importância dessa atividade para os negócios, confira algumas dicas de controle das movimentações financeiras.

Determine um período de análise

O controle do fluxo de caixa deve ser feito em intervalos curtos, porém, quando você for analisar o desempenho do negócio como um todo, adote intervalos maiores. Algumas empresas aproveitam os fins de semestres, bimestres ou trimestres para fazer a análise do que foi registrado no fluxo de caixa.

Anote todas as despesas e receitas

Anote tudo que entra e sai do caixa, sejam gastos fixos ou não. Quanto melhor for seu controle, mais precisa será sua análise. Alguns empreendedores erram ao deixar de lado pequenos gastos, como um café pago para um cliente. O ideal é manter tudo controlado.

É essencial que você dê precisão ao controle de receitas. Se possível, anote os dados dos produtos/serviços vendidos e monitore todas as datas de recebimento via cartão de crédito, boleto bancário etc.

Categorize as movimentações

Organize as despesas e receitas em grupos, por categorias. Separe as contas fixas das diárias, vendas à vista de vendas a prazo e assim por diante. 

Dessa forma você será capaz de prever no fluxo de caixa alguns dados importantes, como o pagamento das obrigações fixas nos meses seguintes e as datas que você recebe as vendas parceladas.

O tempo não é desculpa para deixar a gestão financeira do seu negócio de lado!

Mesmo que você tenha diversas atividades para fazer durante o dia, nunca é prudente deixar o controle financeiro para depois. Colocar a gestão financeira como atividade básica é vital para que as finanças da sua empresa estejam sempre saudáveis. 

O empreendedor precisa compreender que o crescimento do seu negócio está atrelado ao conhecimento profundo sobre a situação financeira do estabelecimento.

Sem essas informações, fica difícil saber onde estão as oportunidades de crescimento, as fontes de renda mais importantes e quais gastos podem ser enxugados.

Controle seu fluxo de caixa com precisão: conheça o PagVendas!

Suponha que você reuniu todas as despesas e receitas do seu negócio em uma tabela e identificou que nos próximos seis meses você terá dificuldades para pagar algumas contas.

Com esses dados em mãos é possível negociar os pagamentos com antecedência, e até planejar ações para vender mais e reverter o cenário, certo? Esta é a vantagem de estar sempre um passo à frente na gestão financeira do seu negócio.

A melhor solução para evitar deslizes na contabilidade está na tecnologia. Já pensou contar com uma ferramenta que se adapta à sua rotina, faz a gestão das vendas de forma automatizada e transforma tudo isso em relatórios completos e fáceis de entender?

O PagVendas foi desenvolvido para facilitar o dia a dia do pequeno empreendedor, simplificando tarefas de controle e automatizando boa parte dos cálculos e a produção de análises, com ele você pode:

  • controlar de frente de caixa em tempo real;
  • registrar produtos;
  • gerenciar o estoque;
  • administrar contatos de clientes;
  • monitorar todas as vendas, inclusive vendas fiadas;
  • criar uma Loja Online;
  • emitir de notas fiscais;
  • extrair relatórios de vendas e finanças.

Clique aqui e conheça mais sobre o PagVendas!