Real Digital: o que é, os benefícios e como vai funcionar?

Resumo do texto

  • Aprenda o que é o real digital e como vai funcionar;
  • Descubra os benefícios dessa nova moeda virtual;
  • Veja qual a previsão de lançamento dessa novidade.

 

Hoje em dia poucas pessoas andam com muito dinheiro vivo, não é? Inclusive, de 2019 para 2020, as transferências feitas por celulares ou tablets cresceram 35%. Afinal, para que ficar com uma carteira cheia se hoje podemos fazer praticamente tudo com o cartão ou celular?

Mas, se as notas estão caindo em desuso, por que não criar uma moeda digital? É isso que o Banco Central do Brasil vem discutindo e pretende colocar em prática em dois anos: a criação do real digital, uma moeda virtual com o mesmo valor do real que já conhecemos. 

Confira nesse post como vai funcionar e quais serão os benefícios desse novo projeto do Banco Central. 

Outros artigos que podem ser do seu interesse:

Real Digital

O que sabemos sobre o Real Digital?

Em linhas gerais, o real digital será a versão virtual do nosso dinheiro em cédulas. Então, além do valor na carteira, você pode ter também na tela do seu celular. A ideia é revolucionar ainda mais as transações financeiras. 

A criação de moedas digitais é um tema que já vem sendo debatido por Bancos Centrais de diversos países, como China e Estados Unidos. Por conta disso, desde 2020, o Banco Central do Brasil estuda a emissão do real digital.

O motivo dessas discussões é mudar como o Brasil emite as notas. Hoje em dia, a emissão acontece de uma só forma: imprimindo papel-moeda, e esse processo é caro. 

Além de “baratear” a produção, o real digital pode servir como um jeito diferente de enxergar o dinheiro.

Alguns dados do Banco Central mostraram que hoje, somente 3% do dinheiro disponível para operações no país existem em cédulas. Então, colocar a moeda digital em prática é uma forma de abraçar a inovação.

Como o Real Digital vai funcionar?

Essa moeda virtual será o próprio real e ela poderá ser usada para fazer compras, pagar boletos e até realizar aplicações financeiras.

Embora algumas pessoas ainda utilizem dinheiro em espécie, a maior parte dele já circula de maneira eletrônica. Quer ver só?

Pense no salário que é depositado na sua conta mensalmente, nos boletos que você paga diretamente pelo app do seu banco ou no caixa eletrônico e as transferências via Pix. Todas essas são maneiras digitais de usar o dinheiro, já que em nenhuma são usadas cédulas.

Sendo assim, qual a diferença do real digital para uma transação feita por Pix, por exemplo? 

De acordo com o Banco Central, a principal diferença estará na responsabilidade. Atualmente, todo o montante depositado em uma conta é de responsabilidade do banco. Com o real digital, a responsabilidade será do BC.

Mas, vale ressaltar: o dinheiro em espécie continuará existindo. 

Vantagens que a moeda virtual brasileira promete

Conheça alguns benefícios do real digital para o dia a dia dos brasileiros.

1. Rapidez para realizar pagamentos

Todo pagamento ou transferência feita com o real digital será confirmado em poucos segundos. Isso irá acontecer, pois, o dinheiro sai de um ponto a outro, sem passar por nenhum intermediário, como uma maquininha de cartão.

2. Utilização em qualquer país

Deixando de lado a burocracia de pagar taxas por uso do cartão quando for viajar para outro país. Com a versão digital da nossa moeda, o dinheiro fica no ambiente virtual e pode ser transferido sem nenhuma interferência.

3. Segurança extra: menor risco de fraudes

O real digital promete ser uma das maneiras mais seguras de fazer movimentações on-line. Dessa forma, ninguém mais precisará se preocupar com transações virtuais, como aquelas feitas em compras pela internet, por exemplo.

Qual a previsão para lançamento da Moeda Digital Brasileira?

Não há uma data exata, mas o Banco Central planeja lançar o real digital até 2024. 

Atualmente, existe um plano com algumas etapas para a criação até o lançamento dessa nova moeda. O início desse projeto aconteceu em março de 2022 e a ideia é que em julho desse mesmo ano comecem a ser feitos testes com o real digital.

Logo após o período de testes, o Banco Central pretende lançar o projeto piloto da moeda no fim de 2022. 

Afinal, Real Digital e Criptomoeda são a mesma coisa?

Apesar de ambas as moedas viverem no ambiente virtual, o real digital e as criptomoedas são coisas diferentes.

Uma das principais características das criptomoedas, como o bitcoin, é o controle não centralizado das emissões. Não existe nenhuma autoridade que acompanhe todas as transações nesse ativo. O que acontece, é justamente o contrário: cada movimentação feita precisa ser registrada e validada pelos próprios usuários.

A emissão do real digital será feita exclusivamente pelo Banco Central do Brasil, e esse é um ponto chave que a diferencia das criptos. Os bancos e as instituições vão fazer a custódia dos reais digitais e também a distribuição no mercado.

Invista em um banco que te ajuda a cuidar do seu dinheiro: abra sua conta digital PagBank!

O real digital vem para diminuir a burocracia com dinheiro. Porém, o PagBank já faz isso para você hoje mesmo! 

Abrindo sua conta você tem o controle da sua vida financeira na palma da mão. Assim como deixa seu dinheiro em uma conta que rende mais do que a poupança e ainda aproveitar vantagens como:

Baixe já o super app PagBank!