Sociedade anônima: o que é e como funcionam essas empresas

Resumo do texto

  • Aprenda o que é uma empresa de sociedade anônima;
  • Saiba como funcionam essas companhias;
  • Veja qual sua relação com o mercado de capitais.

Invista pelo super app PagBank!

 

Quem está pensando em investir em ações certamente já ouviu falar em sociedade anônima, no entanto, muitas pessoas têm dúvidas quando veem a sigla S.A.

Negócios desse tipo precisam ser formados por dois ou mais acionistas que têm responsabilidades de acordo com a quantidade de ações que possuem e contam com uma estruturação bem diferente do que as empresas de sociedade limitada.

Confira a seguir o que é uma sociedade anônima e saiba mais detalhes sobre esse tipo de empresa. 

Entenda como Funciona uma Empresa que é uma Sociedade Anônima

O que é uma Sociedade Anônima?

Sociedade anônima, também conhecida como S.A, é um tipo de sociedade empresarial que tem como principal característica a divisão por ações. Nessas empresas, os sócios são chamados de acionistas e devem ser sempre duas ou mais pessoas. 

Nas S.A, a participação e responsabilidades se dão de acordo com os ativos que cada pessoa possui. Isso é determinado pela Lei nº 6.404/76, conhecida como “Lei das Sociedades por Ações”. 

Normalmente, esse formato costuma ser mais indicado para negócios com um investimento inicial alto e com planos de crescimento, já que em companhias S.A a captação de recursos costuma ser mais fácil.

Como funcionam as empresas de sociedade anônima?

Em uma sociedade anônima, o capital social da empresa é dividido em ações ordinárias e preferenciais ou somente ordinárias.

Os sócios que possuem as ações ordinárias podem votar em assembleias e ter participação nas decisões da empresa. Já os que têm ações preferenciais não contam com esse direito. No entanto, eles possuem algumas vantagens, como por exemplo, a prioridade no recebimento de dividendos. 

É importante ressaltar que em empresas que contam com ativos ordinários e preferenciais, o número de ações preferenciais sem direito a voto não pode ultrapassar 50% do total das ações totais.

Além desses tipos de acionistas, uma sociedade anônima pode contar com mais três tipos de sócios, que são:

  • Acionista controlador: escolhido por meio de votação, pode ser uma pessoa, grupo ou até uma empresa que será responsável pelo controle da empresa;
  • Acionista majoritário: possui pelo menos 50% das ações da companhia;
  • Acionista minoritário: possui menos ações.

Todo acionista tem direito à participação nos lucros da companhia e fiscalizar a gestão da empresa. Eles também têm preferência na compra de outros ativos da companhia, como debêntures.

É importante ressaltar que existem dois tipos de S.A: as de capital aberto e as de capital fechado. Conheça as características de cada uma delas a seguir. 

Empresas de Capital Aberto

Para saber se uma sociedade anônima é uma empresa de capital aberto não tem mistério: ela precisa disponibilizar ativos para negociação na Bolsa de Valores do Brasil. 

Sendo assim, todas elas precisam estar registradas na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Você pode conferir a lista de empresas neste link.

Empresas de Capital fechado

Diferente das S.A de capital aberto, neste tipo de sociedade anônima os acionistas já são pré-definidos, ou seja, as cotas não são negociáveis na Bolsa de Valores. 

Dessa forma, se os gestores tiverem interesse em conseguir mais sócios, eles precisam procurar investidores e oferecer participação acionária.

Qual a diferença entre S.A. e LTDA.?

LTDA é a sigla para sociedade limitada, onde os sócios têm responsabilidades de acordo com o valor das suas cotas. Então, se uma empresa conta com dois sócios, um com 25% da empresa e outro com 75%, o que tem a maior porcentagem tem mais responsabilidades.

As principais diferenças entre a sociedade anônima e sociedade limitada são: a forma de administração, o capital social, a participação nos lucros e os votos em decisões da empresa. 

Veja na tabela abaixo as principais diferenças entre os dois modelos de sociedade.

Empresas S.A. e a relação com o Mercado de Valores Imobiliários

O mercado de capitais, também chamado de mercado de valores mobiliários, é a entidade responsável por intermediar negociações entre investidores e empresas. É através dele que são negociadas ações, fundos imobiliários, BDR e debêntures, por exemplo.

De maneira geral, o mercado de capitais é quem permite a negociação de investimentos de renda fixa e renda variável. Sua regulamentação é feita pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que estabelece todas as regras que os investidores, empresas e instituições financeiras precisam seguir nas negociações de ativos.

As empresas que se enquadram como sociedade anônima de capital aberto fazem parte do mercado de capital. Quando precisam de dinheiro, seja para expandir a produção ou bancar projetos de inovação, fazem a emissão de títulos que serão negociados no mercado de capitais, como ações.

Por isso, é uma boa opção para as pessoas que buscam investimentos que fazem o dinheiro render.

Conheça os investimentos disponíveis no Super App

Agora que você entendeu o que é uma empresa de sociedade anônima, que tal começar a investir? No super app é possível encontrar opções de investimentos em renda fixa e variável para aplicar seu dinheiro.

Para aplicar em renda fixa e fundos de investimentos com o super app basta seguir alguns passos:

  1. No Menu Principal, acesse a opção Produtos e Investimentos;
  2. Clique em Aplicar meu Dinheiro;
  3. Confira as opções de CDB, Tesouro Direto ou Fundos de Investimento;
  4. Faça sua escolha e clique em Investir.

Pronto! O valor será transferido do seu saldo para a opção escolhida, e você acompanha a aplicação pelo celular.

E para investir em renda variável, siga os passos a seguir:

  1. No super app clique na aba Produtos e Investimentos;
  2. Clique em Investimentos;
  3. Depois em Investir;
  4. Selecione Renda Variável;
  5. Clique em Alocar Saldo e digite o valor que você quer investir. Esse valor será transferido do seu saldo da conta PagBank para o saldo alocado no Home Broker;
  6. Seu saldo da conta PagBank será alocado no Home Broker com sucesso;
  7. Clique em Acessar Home Broker;
  8. Crie uma senha eletrônica de 6 dígitos, que precisa ser diferente da senha que você abre o super app;
  9. Pronto! Agora é só escolher a ação e investir.

Invista pelo super app PagBank!

“Este canal tem como única intenção fornecer um panorama sobre as diferentes categorias de produtos de investimentos disponíveis no mercado. Os conteúdos não têm o objetivo de oferecer análise de valores mobiliários ou recomendações de investimento, considerando que os produtos apresentados podem não ser adequados aos objetivos, situação financeira ou necessidades individuais de cada usuário. O PagSeguro PagBank se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que decorram da utilização de seu conteúdo, bem como por eventuais informações fornecidas por terceiros, que não expressam a opinião do PagSeguro PagBank. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e as informações podem não estar atualizadas no momento exato da consulta do material. Antes de tomar qualquer decisão, é recomendado que o leitor busque orientação financeira independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto.”

  • Tags