Dicas para evitar golpes no pagamento por aproximação

Resumo do texto

  • Entenda como funciona o golpe do cartão por aproximação;
  • Veja 6 dicas para se proteger e não cair em ciladas;
  • Saiba o que fazer se cair no golpe do NFC.

PagBank: abra sua conta agora!

 

Frequentemente, pessoas mal intencionadas criam novas formas de roubar dinheiro. Seja clonando o cartão, copiando os dados pessoais e a senha ou invadindo o Whatsapp para pedir Pix.

O pagamento por aproximação acabou se tornando um alvo de golpes. O método que permite que as pessoas paguem apenas encostando o cartão ou o celular, atraiu a atenção.

O golpe do NFC se aproveita do fato de que muitas pessoas passaram a usar os cartões com essa tecnologia para cometer o crime. Confira como funciona e como se proteger no dia a dia.

Outros artigos que podem ser do seu interesse:

Golpe do NFC

Veja como funciona o golpe do NFC!

O golpe do pagamento por aproximação acontece quando alguém chega perto de você com uma maquininha de cartão escondida. A tecnologia em si é segura, o problema é a maldade dos golpistas.

Com a maquininha dentro do bolso ou em um jornal, o criminoso se aproxima das pessoas “torcendo” para que tenha um cartão por aproximação por perto. Esse tipo de atitude pode acontecer em filas, transporte público ou lugares muito cheios.

A dinâmica do golpe é baseada na sorte, pois se ele fizer isso com alguém que esteja com o cartão protegido, por exemplo, não vai funcionar.

Cartão por aproximação é seguro?

Sabendo da existência do golpe, você deve estar se perguntando se ainda assim é seguro usar o pagamento por aproximação, certo? E a resposta é sim!

A tecnologia NFC impede que dados pessoais sejam passados na hora de pagar, além de ter outras vantagens como:

Para quem compra por aproximação:

  • rapidez;
  • segurança;
  • praticidade.

Para quem vende:

  • segurança na transação;
  • rapidez e redução de filas;
  • cliente satisfeito com experiência de compra positiva.

Como se proteger do golpe do NFC?

Já que você vai continuar usando o pagamento por aproximação como opção, é importante ficar de olho nas melhores formas de se proteger.

Como o golpe é baseado na aproximação de uma maquininha escondida, só funciona se o cartão estiver “solto”. Isso porque, o NFC exige uma aproximação de, no máximo, 5 cm.

Portanto, existem algumas formas de se cuidar. Veja como:

1. Guarde bem o cartão

Não deixe o cartão solto dentro da bolsa ou no bolso da calça, sempre coloque ele dentro da carteira ou em algum outro local. Também fique de olho quando alguém se aproximar mais do que o necessário.

2. Use capas e carteiras com bloqueio RFID

A tecnologia RFID identifica qualquer tipo de conexão por rádio frequência, que é a mesma usada nas maquininhas e cartões. Portanto, carteiras ou capas de cartão que tenham esse tipo de bloqueio impedem que a leitura seja feita, mesmo que alguém aproxime a maquininha do cartão.

3. Use o bloqueio temporário do cartão

Alguns bancos permitem que o usuário bloqueie e desbloqueie o cartão sempre que quiser. Portanto, se for sair para algum lugar muito movimentado ou até mesmo no dia a dia, deixe o cartão sem a função de aproximação e libere só quando for usar.

Para quem é cliente PagBank, esse bloqueio é feito direto pelo super app. Veja o passo a passo:

  1. Acesse o super app PagBank e vá em “Cartões”;
  2. Selecione o cartão que quer bloquear;
  3. Vá em “Mais opções”;
  4. Agora selecione “Bloqueio temporário”.
  5. Pronto! Quando precisar usar, é só seguir o mesmo caminho e desbloquear.

4. Habilite as notificações no celular

Verifique se o seu banco permite habilitar notificações a cada compra, assim, toda vez que uma transação for feita, você é avisado. 

Caso uma compra desconhecida aconteça, entre em contato com o banco imediatamente.

5. Coloque um limite de valor para pagamento por aproximação

Mais uma maneira de se proteger dos golpes é adicionar um valor máximo que pode ser pago com aproximação sem senha. Por exemplo, em compras acima de R$100, a maquininha vai exigir a senha para finalizar o processo.

Procure saber no seu banco se é possível determinar esse limite.

6. Fique atento ao extrato bancário!

É sempre bom ficar de olho nas movimentações da sua conta e uma forma de fazer isso é ter o hábito de conferir o que entrou e o que saiu diariamente. O importante é manter o controle das transações. Afinal, cuidado nunca é demais!  

Fui vítima do golpe do NFC. E agora?

Mesmo com todo cuidado e segurança, pode acontecer de cair no golpe do cartão por aproximação. Se esse for o caso, é preciso acionar a operadora do cartão para fazer a contestação da compra, ou seja, avisar que não reconhece aquela transação.

Os clientes PagBank podem solicitar a contestação através da Central de Atendimento PagSeguro.