Resumo do texto

  • Saiba como funcionam e como são cobradas as taxas de administração e de performance;
  • Confira quais são as outras taxas cobradas em fundos de investimento;
  • Veja o que levar em consideração na hora de escolher um fundo.

Conheça os Fundos de Investimento PagBank!

 

Fundos de Investimento são compostos por diversas aplicações feitas com o dinheiro dos participantes. A ideia de um fundo é dar ao investidor a possibilidade de diversificar seu portfólio de investimentos sem a necessidade de pesquisar e adquirir diversos produtos em diferentes bancos e corretoras.

Quando os investidores não são os responsáveis por escolher as aplicações, então, alguém faz isso por eles. Esse alguém é o gestor do fundo, que trabalha dedicado a escolher os produtos que compõem o fundo e administra os recursos ou o dinheiro da melhor forma possível.

Contudo, essa ajuda tão importante tem um custo. Existem duas taxas cobradas dos cotistas nos fundos de investimento, que servem justamente para pagar pelo trabalho do gestor e criar uma espécie de bônus, uma motivação para que o gestor consiga os melhores resultados.

Essas taxas são conhecidas, respectivamente, como taxa de administração e taxa de performance, sendo que esta última é cobrada somente em alguns fundos. Confira abaixo todas as informações sobre essas taxas e saiba por que você precisa ficar de olho nelas na hora de escolher um fundo de investimento.

O que é taxa de administração?

Taxa de administração é uma quantia paga por todos os cotistas de um fundo de investimento. Ela serve para custear a administração e também o trabalho do gestor do fundo.

Esse trabalho é muito importante e exige um bom conhecimento do mercado. O gestor passa horas analisando os melhores produtos para o fundo, e esse trabalho precisa ser remunerado, afinal, o papel do gestor é trabalhar para que você não tenha trabalho.

A taxa é cobrada sobre o valor total do investimento, ou seja, sobre a soma do valor investido e do rendimento obtido pelo cotista. O valor não é fixo, o valor da taxa é expresso como uma porcentagem.

Como é cobrada a taxa de administração?

A taxa de administração é um percentual expresso ao ano e é deduzida diariamente. As rentabilidades divulgadas para o investidor já contemplam o desconto dessa taxa.

Pontos importantes sobre a taxa de administração:

  1. Não há limites para o valor da taxa. Ela pode variar muito de fundo para fundo.
  2. Fundos mais sofisticados, que exigem mais pesquisa e análise de mercado para dar retorno, costumam ter taxas mais altas;
  3. Fundos que diversificam menos os investimentos, como fundos de títulos públicos, costumam cobrar taxas menores;

O que é a taxa de performance?

A taxa de performance é uma espécie de bônus dado à equipe de gestão do fundo caso os resultados sejam melhores que o esperado, ou seja, caso o fundo consiga superar seu índice de referência.

Ela serve para motivar o gestor e sua equipe a encontrar os melhores produtos para compor o fundo, fazendo com que ele consiga superar a sua meta de rentabilidade, assim, todo mundo sai ganhando um bom dinheiro. Os investidores conseguem captar mais do que esperavam, e a gestão ganha uma bonificação pelo sucesso do seu trabalho.

É cobrada somente em alguns fundos de investimento.

Como é cobrada a taxa de performance?

A taxa de performance é cobrada sobre a rentabilidade excedente e está descrita no regulamento do fundo. Suponha que você investiu em um fundo que usa o rendimento do Ibovespa como benchmark, ou seja, como referência de rentabilidade.

Neste exemplo, vamos considerar uma taxa de performance de 10% sobre o que exceder o Ibovespa.

Agora, imagine que o gestor fez um excelente trabalho e o fundo rendeu 140% do Ibovespa. A taxa de performance será cobrada somente sobre esses 40% acima da meta. Mas não significa que os 40% a mais vão direto para o gestor.

É cobrada uma porcentagem sobre esse excedente, sendo que a média de cobrança dos fundos no Brasil é de 20%. No caso do fundo exemplificado acima, será cobrado 10% de taxa de performance sobre aqueles 40% de rendimento acima da meta.

O que é Linha D’Água?

A Linha D’Água regula a taxa de performance. Para simplificar a explicação, vamos voltar ao fundo que usamos no exemplo acima. Imagine que em um determinado período ele rendeu somente 80% do Ibovespa (ou seja, fechou abaixo da meta) e que no período seguinte o fundo conseguiu superar a meta e fechou com uma rentabilidade de 105% do Ibovespa.

Pela regra, haveria cobrança de taxa de performance sobre esses 5% de rendimento acima da meta, porém, como no período seguinte o rendimento ficou 20% abaixo do esperado, a taxa de performance só será cobrada quando essa diferença for compensada.

Quais outros custos previstos para fundos de investimento?

Junto com a taxa de administração e a taxa de performance, podem existir outras cobranças dentro de um fundo de investimento, são elas:

Taxa de entrada

É como um ingresso para participar do fundo. O valor varia e é debitado antes do investimento, assim, se você investe R$ 10 mil em um fundo que cobra 1% de taxa de ingresso, seu investimento no fundo foi, na verdade, de R$ 9.900 (os R$ 100 faltantes foram usados para pagar a taxa de entrada).

Taxa de saída

Cobrança que incide sobre os resgates feitos pelos cotistas. A principal intenção dessa taxa é incentivar a manutenção do investimento feito pelo cotista.

Impostos

O Imposto de Renda vai incidir sobre a rentabilidade conforme a regra de cada classe de fundos.

Os fundos, em sua grande maioria, possuem come-cotas em maio e novembro, com alíquota mínima de 15%. E algumas exceções, como fundos de ações, vão ter tributação apenas no momento do resgate (clique aqui para entender tudo sobre a tributação nos fundos de investimento).

Come-cotas

Come-cotas é a antecipação do IR sobre os fundos. Ele é cobrado a cada seis meses, sempre no último dia útil de maio e novembro. Fundos imobiliários e de ações não têm essa cobrança semestral.

Como escolher o melhor fundo de investimento?

Algumas informações são muito importantes para você escolher o melhor fundo de investimento.

Rentabilidade Histórica

Alguns fundos existem há algum tempo, e você pode analisar como foi o desempenho deles nos últimos anos, assim, é possível verificar se ele rende bem (o que espelha também a qualidade da gestão do fundo).

Taxa de administração

Embora as taxas de administração já sejam descontadas da rentabilidade, é importante, em casos de fundo com taxa alta, analisar se o mesmo está entregando uma rentabilidade condizente, uma vez que, em momentos de cenário não favorável, esse fundo pode se tornar caro.

Relação risco x retorno

No mercado financeiro, chamamos a relação risco x retorno de índice de sharpe. Em alguns casos, você vai encontrar aplicações arriscadas demais e que não oferecem uma rentabilidade proporcional ao tamanho desse risco, fique atento aos cálculos/resumos desse índice (facilmente encontrado na maioria dos comparadores de rentabilidade) para avaliar se vale ou não investir nos fundos de seu interesse.

Atenção total às taxas, mas sempre de olho no rendimento

Veja esse exemplo: um fundo teve rentabilidade de 100% do CDI e cobra 0,5% ao ano de taxa de administração. Um outro fundo teve rentabilidade de 120% do CDI e cobrança de uma taxa de administração de 2% ao ano.

Perceba que, mesmo com uma taxa maior, o segundo fundo teve um resultado bem melhor do que o primeiro. Ou seja, as taxas são importantes, mas nunca deixe de avaliar qual é o resultado do fundo para definir a sua escolha e entender as vantagens e desvantagens.

Fundos de Investimento PagBank: diversifique com facilidade e segurança

Sabemos o quanto é importante diversificar a carteira de investimentos, por isso, agora você pode aplicar nos CDBs PagBank e nos nossos Fundos de Investimento diretamente pelo super app PagBank.

Se antes você tinha à disposição opções de renda fixa para conseguir o dobro da rentabilidade da poupança, agora você tem também uma opção para diversificar seus investimentos de forma simples e que ainda conta com o suporte de profissionais com experiência no mercado de investimentos.

Aproveite essa oportunidade para diversificar suas aplicações sem precisar abrir conta em outros bancos ou corretoras de investimento. Faça tudo pelo super app e dê ainda mais praticidade para sua vida de investidor.

Conheça os Fundos de Investimento PagBank!

“Este canal tem como única intenção fornecer um panorama sobre as diferentes categorias de produtos de investimentos disponíveis no mercado. Os conteúdos não têm o objetivo de oferecer análise de valores mobiliários ou recomendações de investimento, considerando que os produtos apresentados podem não ser adequados aos objetivos, situação financeira ou necessidades individuais de cada usuário. O PagSeguro PagBank se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que decorram da utilização de seu conteúdo, bem como por eventuais informações fornecidas por terceiros, que não expressam a opinião do PagSeguro PagBank. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e as informações podem não estar atualizadas no momento exato da consulta do material. Antes de tomar qualquer decisão, é recomendado que o leitor busque orientação financeira independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto.”