Saiba como fazer renegociação de dívidas e tirar o nome do vermelho

Resumo do texto

  • Como a renegociação de dívidas é uma boa alternativa para quitar débitos;
  • Veja dicas para renegociar as suas pendências financeiras;
  • Saiba como o planejamento te ajuda a manter o nome limpo.

Baixe já o super app PagBank e abra uma conta!

 

Fazer a renegociação de dívidas nada mais é do que fazer um acordo financeiro com a instituição que você está devendo dinheiro. Esse acordo é uma forma de negociar juros menores ou parcelas com valores mais baixos que caibam no seu bolso.

Essa é uma ótima alternativa para tirar o nome do vermelho sem comprometer ainda mais o orçamento pessoal.

Continue a leitura e aprenda como renegociar suas dívidas e como sair do endividamento. 

Outros artigos que podem ser do seu interesse:

Como Fazer Renegociação de Dívidas

Renegociação de dívidas: como saber se tenho dívidas para renegociar?

Fazer a renegociação de dívidas é a melhor maneira de sair do vermelho e retomar o controle da sua vida financeira. Além disso, ao renegociar é possível encontrar opções com juros menores e que pesem menos no seu bolso.

Para começar, é preciso saber se você tem alguma dívida ativa no seu CPF. Para descobrir, basta acessar o portal do Serasa Limpa Nome. Fazer a consulta é bem simples:

  1. Entre no site do Serasa Limpa Nome;
  2. Digite seu CPF e clique em consultar grátis;
  3. Caso não tenha uma conta, clique em “Criar uma conta”, no canto superior direito;
  4. Informe seus dados para criar a conta. É rápido e leva menos de dois minutos;
  5. Cadastro feito! Se houver alguma dívida em seu nome, ela irá aparecer na tela.

Nesse portal é possível ver todo o tipo de dívida que está em seu nome, como cartão de crédito, contas em atraso, boletos vencidos, dívidas bancárias. Dessa forma, fica mais fácil visualizar o tamanho da sua dívida e para quem está devendo dinheiro. 

Como renegociar minhas dívidas e recuperar o crédito na praça?

Não tem outro jeito: quitar as dívidas é um exercício de organização e comprometimento, além de ser o primeiro passo para retomar o controle da sua vida financeira.

Quem não tem dívidas pode recuperar o crédito na praça, o que ajuda muito na hora de conseguir um empréstimo, fazer um financiamento e alterar o limite do cartão de crédito.

Confira nossos passos essenciais para sair do vermelho de vez. 

1 – Controle seus gastos com uma planilha de finanças pessoais

Tirar o nome do vermelho e voltar a ter acesso ao crédito é um alívio para quem tem dívidas. No entanto, para não “meter os pés pelas mãos” é preciso se organizar.

Para começar, é muito importante anotar tudo o que ganha e gasta durante o mês. Visualizando todas as suas despesas mensais, fica mais fácil saber onde enxugar os gastos.

Na hora de colocar seus gastos na ponta do lápis, também é muito importante separar aquilo que é essencial e o que é supérfluo. O desafio é eliminar tudo que não for necessário até a quitação das dívidas.

Uma boa dica é usar nossa planilha de gastos mensais. Nela, você organiza suas finanças, sabe exatamente para onde seu dinheiro está indo e consegue pagar as dívidas.

2 – Identifique o valor total de suas dívidas

Liste todas as suas pendências financeiras, desde a fatura atrasada do cartão, cheque especial e até aquele boleto atrasado com juros baixos.

Feito isso, separe suas dívidas em: juros altos, juros e sem juros.

As que contam com juros mais altos devem ser o seu primeiro foco na renegociação de dívidas, pois os juros fazem o endividamento crescer cada vez mais.

3 – Fique ligado nos feirões de negociação

Os feirões são uma ótima opção para renegociação de dívidas e o melhor: eles são totalmente online. 

Esses eventos são feitos por birôs de crédito, como SPC e Serasa, e também instituições financeiras. A finalidade é ajudar os clientes a quitarem as dívidas e saírem do vermelho.

O mais conhecido é o Feirão Limpa Nome Serasa. Nele, é possível negociar pagamentos de dívidas direto pelo computador ou celular.

4 – Não aceite qualquer proposta: estude as condições oferecidas

É claro que você quer limpar seu nome o quanto antes, mas na hora da renegociação de dívidas, é preciso atenção.

Analise com calma a proposta e veja se as parcelas irão caber no seu orçamento. É válido fazer uma contraproposta sugerindo juros menores ou parcelas mais baixas. Lembre-se que a renegociação precisa ser vantajosa para você.

5 – Faça uma portabilidade de crédito para um instituição com juros menores

Talvez você não saiba, mas é um direito fazer a portabilidade de um empréstimo para uma instituição financeira que ofereça condições melhores sem a cobrança de taxas. 

A dica aqui é pesquisar as taxas de juros e parcelamento de vários bancos e financeiras para escolher um que se encaixe com seu orçamento e fazer a portabilidade.

6 – Cuide-se para não cair novamente na inadimplência

Conseguiu fazer a renegociação de dívidas e sair do vermelho? Muito cuidado para não ficar endividado novamente.

Continue anotando suas despesas em uma planilha e fique de olho em gastos excessivos. O esforço para manter as contas em dia é muito menor do que o para pagar o que deve.

7 – Faça uma reserva de emergência e previna-se de imprevistos

A reserva de emergência é um dinheiro guardado para momentos de necessidades financeiras, como desemprego, despesas médicas ou qualquer outro gasto que não estava no planejamento.

Ter essa reserva é essencial para momentos de aperto, pois assim você evita fazer um empréstimo e se endividar.

É muito importante começar a sua reserva assim que tiver quitado suas dívidas, assim, você começa a traçar novos objetivos e fica preparado para qualquer situação.

Aprenda a criar a sua reserva de emergência aqui.

Planejamento financeiro como estratégia para manter o nome limpo

Atualmente no Brasil, em torno de 66,5% das famílias estão endividadas. Este número alto tem uma relação forte com a falta de educação e planejamento financeiro.

Ter as finanças organizadas é a melhor forma de evitar novas dívidas. Sabendo exatamente para onde seu dinheiro está indo, as chances de ficar inadimplente são mais baixas. 

Também é a partir dessa organização financeira que fica mais simples tentar fazer uma renegociação de dívidas. Afinal, com tudo anotado e com uma visão clara do seu orçamento, você descobre quanto da sua renda pode ser comprometida com o pagamento de contas atrasadas e assim tentar um acordo com o banco.

Precisa pagar contas atrasadas? Pelo super app você pode pagá-las em até 12 vezes usando o cartão de crédito de qualquer banco. Além disso, é possível começar a investir na sua reserva de emergência com praticidade.

Com o PagBank você tem um banco completo e grátis na palma da sua mão com uma conta que rende mais do que a poupança. Aproveite as oportunidades que o super app te oferece e cuide melhor do seu dinheiro na tela do seu celular!

Baixe já o super app PagBank e abra uma conta!

  • Tags