Resumo do texto

  • Conheça 11 tipos diferentes de fundo de investimento multimercado;
  • Saiba como funcionam, suas vantagens e desvantagens;
  • Veja como escolher um investimento em fundo multimercado.

Conheça os Fundos de Investimento disponíveis no PagBank!

 

Fundos de investimento são uma boa opção para quem deseja diversificar um portfólio de aplicações sem ter muito trabalho com isso. Para diversificar, um investidor deve conhecer e escolher diversos produtos disponíveis no mercado, e, em muitos casos, é preciso abrir várias contas em bancos e corretoras.

Com um fundo, é possível diversificar sem ter que fazer tudo isso, e quando você aplica em Fundos Multimercado, essa diversificação é maior ainda.

Quer saber mais sobre os Fundos Multimercado e como eles funcionam? Acompanhe as informações abaixo e tire suas dúvidas!

O que é Fundo Multimercado?

Fundos de Investimento Multimercado são aqueles que focam em aplicar o dinheiro dos investidores em diferentes produtos do mercado financeiro. É comum encontrar fundos multimercado que aplicam em:

  • Ações;
  • Títulos públicos;
  • Títulos de renda fixa pré e pós-fixados (como CDB, LC, etc);
  • Títulos de renda fixa que remuneram inflação mais juros
  • Ativos atrelados às moedas estrangeiras.

A principal meta de um fundo multimercado é alavancar os ganhos dos cotistas, por isso, ele é o fundo que mais leva a sério a ideia de diversificar. 

A diversidade de investimentos garante mais chances de ganho e reduz os riscos, já que aplicar muito em um produto só pode ameaçar a rentabilidade ou maximizar os riscos. É como diz o ditado: “Não coloque todos os ovos na mesma cesta.”

Contudo, parte dos investimentos de um fundo multimercado é feito em ativos de risco para apresentar maior rentabilidade do que um fundo de renda fixa. Os riscos são maiores porque as chances de rentabilidades também são maiores.

Mas nem todo o dinheiro das cotas é aplicado em renda variável. Existem Fundos Multimercado que aplicam também em renda fixa e alguns que usam uma parte pequena do valor das cotas para as aplicações de renda variável, dando preferência à renda fixa.

Sem dúvidas, os Fundos Multimercado são bem diversificados, não só no portfólio mas também na estratégia adotada.

Se você não conhece muito bem o funcionamento dos Fundos de Investimento, leia esse texto aqui para entender tudo sobre o assunto.

Tipos de Fundo de Investimento Multimercado

Como os Fundos Multimercado variam bastante no tipo de gestão dos investimentos, existem diversas opções à disposição de quem deseja aplicar. São várias estratégias adotadas.

A ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) criou uma classificação com diferentes tipos de fundo multimercado. Veja quais são os 3 grupos principais e seus subgrupos:

Fundos de Investimento no Exterior

Só recebem essa classificação os fundos multimercado que investem, pelo menos, 40% do patrimônio líquido em investimentos no exterior.

Fundos Estratégia

Baseiam-se em estratégias de investimento definidas e adotadas pelo gestor para seguir a política de investimento e o objetivo do Fundo.

Fundos Alocação

São compostos por várias classes de investimentos (renda fixa, câmbio, ações etc) e também por cotas de outros fundos de investimento, buscando retorno no longo prazo.

Conhecendo os Subgrupos

Alguns Fundos Multimercado apresentam os chamados subgrupos.

Subgrupos dos Fundos de Alocação

Os Fundos Alocação possuem os seguintes subgrupos e são classificados de acordo com a liberdade de atuação do gestor ou definição de benchmark composto.

Fundos Balanceados

Possuem estratégia de alocação pré-determinada e devem especificar o mix de investimentos nessas várias classes de ativos (renda fixa, câmbio, ações etc) e ter políticas claras de rebalanceamento desse mix.

O indicador de desempenho (benchmark) do fundo deverá acompanhar o mix de investimentos disponível no regulamento do Fundo. Não pode ser comparado a um único índice (CDI, Ibovespa etc). Para o cálculo são utilizados diversos índices dos ativos presentes na composição da carteira do Fundo.

Não é permitido fazer alavancagem. Alavancagem trata-se de operação no mercado financeiro que permite que o fundo potencialize seu lucro, porém, se a operação não der certo, também potencializará as perdas. E, neste segundo caso, o Fundo pode perder mais do que o valor investido pelos cotistas.

Fundos Dinâmicos

São fundos cujo objetivo é buscar retorno no longo prazo por meio de investimento em diversas classes de ativos (renda fixa, câmbio, ações…) e cotas de fundos. Sua estratégia de mix de investimentos não está pré-determinada, como no caso dos Balanceados. Possui política de investimento flexível, de acordo com as condições de mercado e ao horizonte de investimento. Aqui é permitida a alavancagem.

Subgrupos dos Fundos de Alocação

Os Fundos Estratégia possuem os seguintes subgrupos:

Fundos Macro

Realizam operações em diversas classes de ativos (renda fixa, câmbio, renda variável etc). Sua política de investimento baseia-se em cenários macroeconômicos de médio e longo prazos.

Fundos Trading

Realizam operações em diversas classes de ativos (renda fixa, câmbio, renda variável etc.), buscando realizar ganhos a partir de movimentos de curto prazo nos preços dos ativos.

Fundos Long and Short – Direcional

Investem ativos e derivativos ligados ao mercado de renda variável, montando posições compradas (quando o gestor acredita no potencial de valorização da ação) e vendidas (quando o gestor acredita no potencial de desvalorização da ação). O resultado deve ser proveniente, preponderantemente, da diferença entre essas posições.

Fundos Long and Short – Neutro

Fazem operações de ativos e derivativos ligados ao mercado de renda variável, montando posições compradas e vendidas, com o objetivo de manter a exposição financeira líquida limitada a 5%.

Fundos Juros e Moedas

Procuram obter retorno no longo prazo em ativos de renda fixa, admitindo-se estratégias com risco de juros, de índice de preços e de moeda estrangeira. Não possuem exposição em renda variável (como por exemplo, ações).

Fundos Livre

Fundos que não têm compromisso de concentração em alguma estratégia específica.

Fundos Capital Protegido

Buscam retornos em mercados de risco (como o de ações, por exemplo) procurando proteger, de maneira parcial ou total, o capital investido pelo cotista.

Fundos Estratégia Específica

Fundos que adotam estratégia de investimento com riscos específicos, tais como commodities (mercadorias em estado bruto, como minério de ferro, soja…).

Como funcionam os Fundos Multimercado?

Os fundos multimercado variam bastante em suas estratégias e nos ativos que são adquiridos com o dinheiro  investido no fundo. É importante ressaltar que a escolha dos ativos é feita pelo gestor do fundo, que tem bastante experiência de mercado para tomar decisões estratégicas pelos cotistas.

Rentabilidade

Saiba que essa diversidade característica dos fundos multimercado contribui para que os cotistas consigam bons retornos, porém, com um risco um pouco maior do que o encontrado em opções mais conservadoras, como fundos de renda fixa.

Riscos

Os riscos aqui são maiores do que em opções mais conservadoras, e o nível desse risco também varia. Um fundo capital protegido é menos arriscado que um fundo macro.

Custos

Assim como outros fundos, o investimento mínimo não é alto. Contudo, saiba que aplicar nos melhores produtos do mercado tem um custo.

É preciso pesquisar bem as possibilidades, analisar e comparar resultados e tomar decisões bem importantes. Esse trabalho fica a cargo do Gestor do Fundo, porém, seu trabalho e esforço para entender o mercado deve ser remunerado.

Por essa razão, os fundos multimercado costumam cobrar taxas de administração e de performance mais altas. As taxas têm impacto no rendimento da sua aplicação, portanto, analise bem esse fator e saiba quais são os valores cobrados (ou porcentagens cobradas) antes de aplicar.

Tributação

Os fundos multimercado seguem a lógica de tributação dos outros fundos de investimento. Incidem sobre os fundos dois impostos:

  • Imposto de Renda;
  • IOF.

O IOF só incide se o investidor resgatar sua cota antes de 30 dias de aplicação. Depois de 30 dias, não há cobrança de IOF. Já o imposto de renda sempre é cobrado, sendo retido na fonte, ou seja, quando você recebe sua parte dos rendimentos, a alíquota de IR já foi descontada.

O Imposto de Renda nos fundos multimercado varia de acordo com o vencimento médio dos produtos. Quando o fundo tem como média de vencimento das aplicações maior que 365 dias, é considerado um fundo de longo prazo, quando essa média é menor que 365 dias, ele é um fundo de curto prazo.

Alíquota de IR para os fundos de longo prazo

Resgate em até 180 dias de aplicação 22,5%
Resgate entre 180 e 360 dias de aplicação 20%
Resgate entre 361 e 720 dias de aplicação 17,5%
Resgate após 720 dias de aplicação 15%

 

Alíquota de IR para os fundos de curto prazo

Resgate em até 180 dias de aplicação 22,5%
Resgate após 180 de aplicação 20%

 

O IR é cobrado a cada 6 meses (no último dia útil dos meses de maio e novembro) sobre os rendimentos desses períodos. A alíquota que incide é de 15% para Fundos Longo Prazo e 20% para Fundos Curto Prazo.

No resgate haverá um complemento de IR conforme o prazo de permanência do investidor na aplicação.

Clique aqui para saber mais sobre a tributação de IR em Fundos de Investimento.

Vantagens e desvantagens dos Fundos Multimercado

Assim como todo investimento, um fundo multimercado conta com prós e contras. Nossa ideia aqui não é recomendar o investimento para você, mas sim, orientar quais são os pontos que merecem destaque e os que merecem sua atenção.

A validade de um investimento desse tipo tem mais relação com o seu perfil de investidor, por isso, é sempre importante fazer o teste de suitability, que é focado em definir o seu perfil.

Vantagens de um fundo multimercado

  1. Diversificação simples: os fundos multimercado variam bastante seu portfólio, permitindo variedade sem dar trabalho para o cotista;
  2. Segurança de ter auxílio profissional: um fundo multimercado conta com gestores especializados, com experiência para conseguir excelentes resultados;
  3. Estratégia diversificada: um fundo tem a liberdade para rever sua estratégia, fugir dos maiores riscos e buscar a melhor rentabilidade;
  4. Possibilidade de inclusão: os fundos multimercado, em sua grande maioria, permitem que o gestor traga novos produtos para o portfólio, especialmente quando a rentabilidade dele é positiva para os cotistas.

Desvantagens de um fundo multimercado

  1. O foco do fundo multimercado é a diversificação, contudo, nem sempre essa diversificação vem acompanhada de alta liquidez. Os produtos que compõem um fundo podem ter liquidez baixa;
  2. Fundos multimercado podem fazer alavancagem, um processo que gera um potencial de ganho interessante, mas que também é acompanhado de riscos mais intensos. 

Como escolher um investimento em multimercado?

Primeiro, não se esqueça que é o seu perfil quem vai dizer se um fundo multimercado é uma boa opção para você ou não. Não se esqueça disso, pois, é algo muito importante para você investir com inteligência.

Aqui vão alguns pontos que você precisa analisar na hora de escolher um fundo multimercado:

  • Analise os riscos;
  • Verifique o desempenho anterior (apenas para referência, mas saiba que eles não são garantia de retorno);
  • Analise as taxas cobradas;
  • Confira as regras para resgate e analise a estratégia do fundo;

Na hora de investir, será preciso escolher uma instituição que faz a administração de um Fundo Multimercado. E você pode aplicar nesse tipo de fundo direto pelo super app PagBank.

  1. Abra o super app PagBank;
  2. Clique na opção Produtos;
  3. Clique em Aplicar meu dinheiro;
  4. Confira as opções de Fundos Multimercado;
  5. Aperte em Confirmar;
  6. Pronto!

Diversifique com os Fundos de Investimento PagBank!

Nossas opções para você investir cresceram! Além dos CDBs PagBank que podem render mais que o dobro da da poupança, agora é possível também  aplicar em fundos de investimento direto pelo super app PagBank.

Os Fundos de Investimento PagBank são opções práticas para você dar variedade ao seu portfólio de investimentos sem a necessidade de abrir contas em outros bancos ou corretoras. Você pode concentrar e diversificar de forma simples, tudo na palma da sua mão! Contamos com gestores experientes, que trabalham para oferecer aos cotistas um bom retorno.

Conheça os Fundos de Investimento PagBank!

O conteúdo deste website não deve ser considerado como análise de valores mobiliários ou recomendação de investimento pelo PagBank. O PagBank e as empresas integrantes de seu grupo econômico se eximem de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que decorram da realização de operações com base em seu conteúdo. Este website tem como única intenção fornecer um panorama sobre as diferentes categorias de produtos de investimentos disponíveis no mercado, estando baseado em dados de conhecimento público, conforme fontes devidamente indicadas, de modo que não representa qualquer compromisso e/ou recomendação de negócios por parte do Pagbank. As informações fornecidas por terceiros e/ou profissionais convidados disponibilizadas no blog PagBank, cujas fontes são devidamente indicadas, não expressam a opinião do PagBank, nem de quaisquer empresas integrantes de seu grupo, não se responsabilizando o Pagbank pela sua veracidade, exatidão e correção. Os investimentos apresentados podem não ser adequados aos seus objetivos, situação financeira ou necessidades individuais. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e podem impactar os portfolios de investimento, causando perdas aos investidores. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros. O preenchimento do questionário de análise de perfil de investidor (suitability) é essencial para garantir a adequação do perfil do cliente ao produto de investimento escolhido. As informações contidas no blog PagBank não devem ser consideradas como a única fonte para o processo decisório do investidor. Antes de tomar qualquer decisão, recomenda-se que o investidor busque orientação financeira independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto. Este conteúdo não deve ser reproduzido no todo ou em parte, redistribuído ou transmitido para qualquer outra pessoa sem o consentimento prévio do PagBank.