Resumo do texto

  • Saiba como funciona o score (sistema de pontuação);
  • Entenda como é feita a análise de crédito e quais os dados que as empresas avaliam;
  • Confira as consequências de ter o nome sujo e saiba como quitar suas dívidas.

Baixe grátis o super app PagBank e abra uma conta!

 

As dívidas fazem parte da vida dos brasileiros.  Segundo pesquisa, são mais de 60 milhões de pessoas com, pelo menos, um débito aberto. 

Atrasar alguma conta acontece com todo mundo, mas ficar devendo durante muito tempo pode gerar um problema maior do que juros e multas: o nome sujo.

As dívidas dificultam algumas coisas que deveriam ser simples, como conseguir crédito em bancos e financeiras, comprar veículo com financiamento e abrir um crediário.

Entenda os efeitos da famosa inadimplência e o que fazer para conseguir limpar o seu nome. Confira dicas financeiras de como manter suas contas em dia e não se preocupar mais com dívidas ou juros.

Boa leitura!

O que é a Serasa e o que são as consultas feitas?

A Serasa é uma empresa privada que oferece o sistema de análise de crédito. De acordo com dados do site oficial, são feitas mais de 6 milhões de consultas de crédito todos os dias por mais de 500 mil empresas diferentes.

Ela foi criada para padronizar formulários e trazer agilidade nas decisões bancárias. Hoje a empresa oferece soluções de marketing, certificação e consulta de dados de diversos segmentos.

A consulta é uma busca feita no banco de dados da Serasa para saber a situação de um CPF. O objetivo é entender qual é a reputação de pagamento de uma pessoa. Essa informação serve para que uma empresa possa medir qual é o risco de fechar negócio com aquele cliente, sabendo seu histórico de endividamento e inadimplência.

O critério para fazer essa análise é chamado de score de crédito. Na teoria, quanto mais alto o score, menor o risco para a empresa.

Para realizar a consulta do seu CPF de forma gratuita, basta fazer um cadastro simples.

Esse processo permite verificar como está a sua pontuação e serve também para identificar qualquer dívida cadastrada em seu nome.

Como funciona o score?

O score funciona com base em um sistema de pontos que vai de 0 até 1000. A pontuação cai ou aumenta de acordo com vários critérios, que envolvem desde as dívidas até o histórico de pagamento das faturas do cartão de crédito.

Quanto é um score bom?

O score pode ser dividido em três grupos de acordo com risco de inadimplência:

  1. até 300 pontos;
  2. entre 300 e 700 pontos;
  3. acima de 700.

Para sua pontuação ser considerada de baixo risco, é importante estar no terceiro grupo e acumular mais de 700 pontos.

Mas saiba que um bom score não é garantia de sucesso na hora de negociar com uma empresa. Ela pode adotar outros critérios e até fazer consulta em outros órgãos, como Boa Vista e SPC, antes de tomar uma decisão.

Como aumentar?

É preciso mudar o comportamento financeiro e, principalmente, manter os pagamentos em dia. A pontuação pode melhorar se você:

  • limpar o nome;
  • mantiver os dados cadastrais atualizados;
  • pagar faturas de cartão de crédito;
  • ter limite de cheque especial disponível;
  • participar do Cadastro Positivo.

Nome sujo? Saiba as consequências

Se você deixar de pagar um produto ou serviço, a empresa que fez a venda vai negativar o seu nome. Essa mesma empresa é a responsável por desfazer isso.

Em boa parte dos casos, a empresa tenta negociar, dando um tempo para o pagamento. Se o prazo acabar e isso não acontecer, os dados são encaminhados para a base da Serasa e surge o famoso nome sujo.

Com isso a pessoa tem dificuldades para conseguir crédito aprovado, financiamentos e empréstimos. O nome na Serasa também prejudica no score e a pontuação passa a diminuir.

Dificuldade de crédito

Quem tem nome sujo encontra mais dificuldade para ter crédito aprovado. Isso prejudica também o acesso a financiamentos e empréstimos e até mesmo a aprovação de um cartão de crédito.

Queda no score

O nome sujo prejudica seu score e pode reduzir muito a pontuação. Quitar pendências é o melhor caminho para começar a limpar seu nome e melhorar a quantidade de pontos. 

O que é a análise de crédito e como funciona?

A análise permite a uma empresa avaliar se a pessoa consegue pagar pelo que está solicitando. Ela é feita para quem precisa de empréstimo, financiamento, aumento de limite de crédito e até abertura de conta corrente em alguns bancos.

A ideia é reduzir o risco de calote, ao mesmo tempo, serve para alertar o consumidor que ele precisa organizar sua vida financeira e quitar dívidas. Confira a seguir as informações que são analisadas.

Dados cadastrais

São suas informações básicas, como CPF, idade, telefone, estado civil, escolaridade, profissão, renda e região onde mora.

Restrições

Aqui é possível saber se você tem alguma pendência com instituições financeiras. As restrições podem ser consultadas na Serasa e também no SPC, o Serviço de Proteção ao Crédito.

Perfil de crédito

O banco, instituição financeira ou empresa utiliza esses dados para saber como é o seu comportamento com o mercado de crédito. É nesta parte que eles irão consultar o score e analisar a saúde financeira.

Renda

Esta consulta indica se o valor de determinada parcela cabe no seu bolso, ou se o limite do cartão será adequado para o salário. Geralmente essa quantia não pode ultrapassar 30% da sua renda.

Confira dicas para organizar sua vida financeira e se livrar das dívidas

Separamos 6 dicas para você melhorar sua organização financeira e acabar com a inadimplência.

1. Entenda a sua dívida

Saiba o tipo de débito que você tem e qual o tamanho dele. Analise também as taxas de juros para saber quanto sua dívida cresce mês a mês.

2. Faça um planejamento financeiro

Controle o quanto você ganha e gasta por mês para não ficar no vermelho. Entenda o prazo que levará para quitar a sua dívida e crie um planejamento de como o pagamento será feito.

3. Programe-se para fazer os pagamentos

Com base no planejamento financeiro, pague as dívidas, seja à vista ou parcelado.

4. Negocie se for preciso

Muitas empresas negociam débitos, inclusive com acordos que ajudam o consumidor. Se está com dificuldades para quitar a dívida, acione a empresa e tente negociar.

5. Fique em dia com instituições financeiras e bancos

Dê prioridade para essas contas, assim será mais fácil pagar o restante, pois você pode depender dessas instituições para conseguir quitar outros pagamentos.

6. Aproveite descontos

Na Serasa existem feirões para limpar nomes com descontos e propostas acessíveis para quitar as dívidas. Fique de olho nessas oportunidades. Você pode limpar o nome e ainda negociar valores para acabar com as dívidas abertas.

Quer mais algumas dicas de organização financeira e doméstica? Então, não deixe de conferir este post.

Abra sua conta sem consulta de crédito no PagBank

Não importa se você tem o nome sujo ou não, no PagBank você pode abrir uma conta com mais facilidade, sem burocracias. Faça tudo pelo celular, de forma rápida e sem precisar sair de casa.

Ter dívidas é uma realidade, mas o PagBank pode te ajudar neste momento tão difícil. Conte com um banco completo e gratuito para apoiar a organização financeira. Confira algumas vantagens de ser nosso cliente:

Baixe grátis o super app e abra uma conta PagBank!