Commodities: o que são e como influenciam os investimentos

Resumo do texto

  • Veja o que são commodities e qual sua importância para a economia;
  • Saiba quais são as principais commodities brasileiras;
  • Descubra como elas afetam os investimentos.

 

Você já leu notícias falando que o preço do dólar impactou as Bolsas de Valores de diversos países? Ou sobre como a alta do café ou da soja teve influência nos resultados do índice Ibovespa?

A resposta é uma só: todos esses produtos são commodities negociadas no mundo inteiro, por isso, têm forte influência na economia global. Além disso, boa parte das companhias que compõem o Ibovespa são produtoras de commodities.

Mas afinal, o que são commodities e por que elas são tão importantes? É isso que você vai aprender neste post.

Boa leitura!

Outros artigos que podem ser do seu interesse: 

O que são as Commodities

O que são commodities?

Em uma tradução literal, commodities quer dizer mercadorias. O termo é utilizado para definir itens que representam produtos básicos, ou seja, que são usados como matéria-prima para fabricar outros produtos, como petróleo e trigo. 

As commodities são consideradas a base de toda a economia global, e para um produto ser considerado uma commodity, é preciso ter as seguintes características:

  • Produção em larga escala;
  • Pode ser estocada;
  • Pouca ou nenhuma industrialização e alta comercialização;
  • Enquadrada em padrões de qualidade mundiais.

Entenda como as commodities afetam os investimentos

As commodities têm influência direta nas aplicações da Bolsa de Valores. Isso porque boa parte dos índices das bolsas, como o Ibovespa, são influenciados pelo preço dessas mercadorias.

Por exemplo, se você comprar ações da Petrobrás, é fundamental analisar como está o preço do produto e quais são as expectativas do setor de petróleo, afinal, essas questões têm relação direta com o valor. 

As commodities são tão expressivas nas Bolsas de Valores ao redor do mundo, que uma mudança repentina no preço do petróleo, por exemplo, pode mexer com a cotação de ações que não têm relação direta com o setor.

Isso acontece porque, se a demanda por um produto está baixa, o preço diminui e há perspectivas ruins quanto à atividade econômica. Então, isso é refletido na bolsa.

Por esse motivo, é fundamental entender esse termo para investir com mais sabedoria.  

Saiba quais são os principais tipos de commodities

Elas são divididas em quatro grupos de mercadoria e matéria-prima. Conheça as principais commodities de cada categoria: 

Commodities Financeiras

Moedas e títulos públicos também são classificados como commodities. Algumas são Euro, Dolar, Real e títulos do Tesouro Direto. 

Commodities Agrícolas

Aqui se enquadram as matérias-primas do agronegócio, sendo: soja, café, leite, laranja, milho, açúcar, trigo e algodão. 

Commodities Ambientais

Recursos naturais que permitem a produção de outros bens. São elas: madeira, água e geração de energia. 

Commodities Minerais

São recursos ligados à energia, minério e minerais. Entram nesse grupo petróleo, etanol, gás natural e ouro. 

Conheça as três maiores commodities brasileiras!

O Brasil fica atrás somente dos Estados Unidos quando o assunto são commodities agrícolas, sendo o segundo maior produtor do mundo. 

Nosso país também ocupa o segundo lugar como maior produtor de minério de ferro, além de ser um grande produtor de petróleo. Veja a seguir algumas dessas mercadorias.

1. Soja

O alimento produzido no Brasil representa a metade de toda a produção mundial do grão. Essa commodity é usada como matéria-prima para a produção de biodiesel e de vários alimentos. 

Em torno de 60% da soja produzida no nosso país é exportada para a China.

2. Minério de ferro

A extração de ferro nacional tem como principal finalidade a produção de aço. Nosso país tem a segunda maior reserva de ferro do mundo.

3. Petróleo

O Brasil está entre os dez maiores produtores de petróleo do mundo. Além disso, a Petrobrás é a segunda maior empresa do mundo em extração desse recurso.

Como é o mercado de Commodities no Brasil?

O Brasil tem grande destaque no mercado mundial de commodities, afinal, possui muitas riquezas naturais.

Sendo assim, se a demanda global por um produto feito por aqui está em alta, o preço aumenta e as empresas nacionais lucram mais.

A venda das commodities brasileiras é essencial para a economia do nosso país. Para você ter uma ideia, no ano de 2018, sete das commodities produzidas por aqui representaram US$120 bilhões para nossa economia.

Como investir em commodities?

A maneira mais prática de investir em commodities é a partir de ações de empresas que produzem essas mercadorias ou que dependem delas para fabricar seus produtos. 

Por exemplo, no grupo de commodities agrícolas, existe a empresa Boa Safra Sementes (SOJA3), líder nacional na produção de soja. Já na área da mineração, há a Vale (VALE3), uma das maiores mineradoras do mundo. E no setor de petróleo, gás e combustível temos a Petrobras (PETRO3/PETRO4), que está entre as maiores produtoras de gás natural e petróleo do mundo.

Basicamente, para investir em commodities pelo mercado de ações é preciso escolher uma empresa que atue nesse mercado. Confira no site da B3 a lista completa de companhias listadas na bolsa.

Para aplicar seu dinheiro em ações, é preciso ter conta em um banco ou corretora que disponibilize a plataforma de Home Broker, o principal meio para acessar a Bolsa de Valores.

Depois, basta escolher as ações que deseja adquirir e fazer a ordem de compra.

Veja como funciona o Home Broker PagBank!

Diversifique sua carteira com os investimentos disponíveis no PagBank!

Agora que você descobriu o que são commodities, que tal dar seu primeiro passo para se tornar um investidor?

O PagBank é um banco completo e grátis, onde você encontra opções para aplicar e aumentar a sua reserva sem complicações e taxas escondidas.

Baixe o super app e acesse a aba Produtos e Investimentos para conferir todas as opções de aplicações financeiras disponíveis.

Aproveite os Fundos disponíveis no PagBank e dê mais diversificação à sua carteira de investimentos, seja com renda fixa ou variável.

Conheça os investimentos disponíveis no PagBank!

“Este canal tem como única intenção fornecer um panorama sobre as diferentes categorias de produtos de investimentos disponíveis no mercado. Os conteúdos não têm o objetivo de oferecer análise de valores mobiliários ou recomendações de investimento, considerando que os produtos apresentados podem não ser adequados aos objetivos, situação financeira ou necessidades individuais de cada usuário. O PagSeguro PagBank se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que decorram da utilização de seu conteúdo, bem como por eventuais informações fornecidas por terceiros, que não expressam a opinião do PagSeguro PagBank. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e as informações podem não estar atualizadas no momento exato da consulta do material. Antes de tomar qualquer decisão, é recomendado que o leitor busque orientação financeira independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto.”