Fluxo de caixa: saiba a importância do controle financeiro para o seu negócio

Resumo do texto

  • Entenda o que é o fluxo de caixa e seus benefícios;
  • Saiba o que é fluxo de caixa projetado e fluxo de caixa livre;
  • Confira 6 dicas para melhorar o controle financeiro.

Conheça o PagVendas!

 

No dia a dia, não ter o controle financeiro é um problema comum para diversos negócios. A falta de organização pode virar uma bola de neve, fazendo com que você tenha dívidas ao invés de lucros.

Para que isso não aconteça é importante se dedicar à gestão, que vai te ajudar na rotina e permitirá criar estratégias para o futuro.

Saiba como funciona o fluxo de caixa e confira dicas para colocar este controle em prática e melhorar os resultados do seu negócio.

O que é fluxo de caixa?

O fluxo de caixa é o registro de toda a movimentação financeira de uma empresa. Ou seja, todo dinheiro que entra e sai, não importa quanto e como foi usado.

Esse monitoramento permite saber como anda o negócio: o que vendeu mais, quais foram as datas com melhores resultados, se existem recursos para o futuro ou se houve prejuízos.

Com essas informações você pode tomar melhores decisões, pois terá dados suficientes para criar uma boa estratégia.

Fluxo de caixa projetado

É uma estimativa da quantidade de dinheiro que você espera que entre na sua empresa, de acordo com os registros do controle de caixa.

Além disso, o fluxo de caixa projetado funciona como uma referência, ajudando a entender em qual período você vendeu mais, quando repor o estoque, qual a melhor data para pagar os fornecedores, entre outros.

Com base nele você poderá tomar decisões e prever futuros imprevistos. Essas previsões são muito úteis para saber o que fazer em situações onde há mais dinheiro ou quando ele falta no caixa.

Fluxo de caixa livre

É o saldo disponível no caixa do seu negócio. Ou seja, o que sobrou após realizar todos os pagamentos do mês. 

É importante que você sempre tenha um capital de giro para ter segurança. Com este resultado você poderá criar planos de ação para quitar débitos e realizar novos investimentos.

O controle do seu controle de caixa em 6 passos

Você já sabe o que é fluxo de caixa e como ele funciona, mas como começar a criar este registro da melhor maneira? Separamos dicas para você colocar em prática no seu negócio e começar a utilizar este sistema de forma correta, confira.

1. Saiba exatamente quanto você tem em caixa

O primeiro passo é saber o saldo do seu negócio. Mesmo se a parte financeira estiver desorganizada, é preciso fazer isso para ter ao menos uma ideia e começar a criar o seu fluxo de caixa, assim será possível organizar melhor.

2. Faça o controle diário de entradas e saídas

Este hábito precisa ser diário e constante, por isso, tenha disciplina ao manter os registros. Tenha em mente que este é um controle das finanças, além de tomar notas você deve analisar a situação para planejar os próximos passos, como pagamento de contas e realização de cobranças.

Lembre-se: deixar de registrar suas entradas e saídas pode criar falhas no sistema e comprometer a tomada de decisões. Isso prejudica suas estratégias e consequentemente o crescimento do negócio.

3. Separe conta pessoal e conta da empresarial

A melhor forma de simplificar a gestão do fluxo de caixa é separar a conta bancária pessoal da conta da sua empresarial. Misturar as finanças deixa os processos mais difíceis e com margem para erros.

Utilize o cartão da sua empresa apenas para compras e contas do negócio.

4. Defina um período para analisar o desempenho geral

Com os novos registros, você precisa analisar essas informações!

Este é o momento de examinar tudo que aconteceu dentro de um período, você pode escolher se será mensal, bimestral ou trimestral, tudo depende dos seus objetivos. O ideal é que este intervalo tenha no mínimo um mês e no máximo um ano.

Você pode fazer mais de uma análise, por exemplo, optar por examinar o seu fluxo de caixa mensalmente e fazer um diagnóstico anual do seu negócio para comparar com os anos seguintes.

5. Faça um inventário e dedique-se ao estoque

É preciso também criar um inventário do seu estoque, com isso você pode ter maior controle como um todo, saber o que precisa de reposição, quais itens possuem maior saída, sobras, etc.

Isso fará com que você evite desperdícios, tenha agilidade nas tarefas do dia a dia e não deixe faltar nenhum produto.

6.  Use a tecnologia a seu favor

Você pode melhorar várias etapas ao criar um fluxo de caixa e nada melhor do que usar a tecnologia a seu favor. Está na hora de deixar o papel e a caneta de lado e existem várias alternativas para te ajudar no gerenciamento do seu negócio e no controle financeiro.

O PagVendas é uma delas! Com ele você pode administrar o volume de vendas e a emissão de relatórios. É uma maneira de simplificar sua rotina e agilizar tarefas como:

  • controle de frente de caixa em tempo real;
  • registro e controle de produtos;
  • gestão de estoque;
  • gerenciamento das vendas, inclusive vendas fiadas;
  • habilitar sua Loja Online;
  • emissão de notas fiscais;
  • extração de relatórios de vendas.

Cuidar das finanças da sua empresa pode ser uma tarefa fácil! Tenha um fluxo de caixa automatizado e melhore os resultados do seu negócio.

Clique na imagem agora e baixe nossa planilha de controle de estoque! 

Clique aqui e conheça o PagVendas!