Como fazer um plano de negócios e tomar as melhores decisões

Resumo do texto

  • O que é um plano de negócios e por que ele é tão importante?;
  • Confira o passo a passo para construir o seu plano de negócio;
  • Entenda o que é a análise SWOT e veja como montar a sua.

Facilite sua vida empresarial com o PagVendas!

 

Segundo o SEBRAE, a falta de planejamento é o segundo motivo para o fechamento de empresas no Brasil.

Se está pensando em abrir um novo empreendimento, mas não quer entrar nessa estatística, aprenda a como montar um plano de negócios.

Artigos que podem ser do seu interesse:

O que é o plano de negócio?

O plano de negócio é uma ferramenta estratégica que funciona como um guia que pode ser feito na abertura de um novo negócio ou também na reestruturação.

É importante lembrar que as informações devem ter como base análise de mercado, pesquisas e cálculos reais.

Qual a importância do Plano de Negócios? Veja como ele pode te ajudar!

Na hora de começar um novo projeto, é importante ter direcionamento do caminho a ser seguido. E, é justamente nesse ponto que o plano de negócios vai ser útil.

Um planejamento bem alinhado faz com que você tenha uma noção melhor de todo projeto, entenda o mercado em que atua, os clientes e fornecedores, essa ferramenta vai ajudar a: 

  • descobrir os próximos passos para crescer;
  • antecipar situações positivas e negativas;
  • prever problemas e já buscar soluções;
  • comparar o que foi planejado e o que está sendo feito para ajustar o que saiu da rota.

Agora que você já sabe os motivos para fazer um plano de negócios, vamos ver como montar um?

Como fazer um plano de negócios – passo a passo para montar o seu!

Existem várias formas de como montar um plano de negócios, desde as mais complexas, que englobam diversos tópicos, até as versões mais simplificadas.

Nesse sentido, você pode escolher a metodologia que se encaixa melhor com seus objetivos.

Como esse é o seu primeiro plano de negócios, indicamos o uso do modelo Canvas, que possibilita uma análise completa em um formato compacto! 

Aprenda o passo a passo de como criar o seu.

O documento precisa contemplar as seguintes informações:

  1. Segmento;
  2. Proposta de valor;
  3. Relacionamento com os clientes;
  4. Canais;
  5. Atividades principais;
  6. Recursos principais;
  7. Parcerias principais;
  8. Estrutura de custos;
  9. Fontes de receita.

Conheça melhor cada item:

1) Segmento

Vamos começar com a definição do segmento de atuação. Quem são os clientes que você vai atender? Crie uma persona completa, com descrição das características do público e as dores que pretende resolver.

Exemplo: nosso público é formado por pessoas que têm pets, trabalham em casa, fazem parte de uma certa classe social e residem no perímetro de atendimento pretendido.

2) Proposta de valor

O que o seu negócio vai oferecer para resolver o problema identificado no item anterior? Essa resposta é a proposta de valor do seu empreendimento. Resumindo, explique o que faz e como faz.

Exemplo: um serviço de atendimento veterinário domiciliar com agendamento por whatsapp para clientes que não podem ir até os profissionais.

3) Relacionamento com os clientes

Aqui, vamos descrever como e por onde você se relaciona com o seu público. Se vai criar um site próprio ou apenas usar as redes sociais. Além disso, busque descrever como pretende atender os clientes em cada canal.

Exemplo: No whatsapp serão realizados os agendamentos e nas redes sociais, apenas tiramos dúvidas e apresentamos o serviço.

4) Canais

Como o cliente compra e recebe o produto ou serviço oferecido? Adicione todas as opções que pretende usar, como marketplace, loja virtual, loja física, revendedores, etc.

Exemplo: o canal de venda é o Whatsapp, responsável pelo agendamento, mas o serviço é oferecido pelo veterinário que vai até o local. Ele também é um canal a ser considerado.

5) Atividades principais

Quais são as atividades que precisamos realizar para entregar o que dissemos na proposta de valor? É com essa pergunta que encontramos os itens que devem preencher essa coluna. Mas atenção! Atenha-se apenas ao que for, realmente, essencial.

Exemplo: fazer campanhas de marketing, responder os agendamentos no whatsapp e comprar equipamentos médicos.

6) Recursos principais

O que o seu negócio precisa para exercer as principais atividades? Esses são os recursos que devem entrar nessa coluna. Faça uma lista com tudo aquilo que é indispensável.

Exemplo: veterinário, veículo para o transporte, equipamentos médicos, máscaras e luvas.

7) Parcerias principais

Nessa etapa, vamos listar quem são as pessoas que tornam o seu negócio possível. Quem te ajuda a entregar a proposta de valor ao cliente?

Exemplo: o representante que oferece equipamentos médicos, o seu contato no laboratório de exames e o profissional responsável pelo marketing (caso seja terceirizado).

8) Estrutura de custos

Neste ponto, faremos o seguinte questionamento: quanto é preciso investir para que a estrutura funcione?

É importante também precificar o tempo investido. Nossa dica é calcular o seu salário e dividir pelas horas trabalhadas, descobrindo o valor da sua hora/trabalho e aplicando na estrutura de custos.

Exemplo: o carro que será usado pelo veterinário para se locomover, vestimentas especiais para o atendimento e o pagamento do profissional.

9) Fontes de receita

Liste tudo que você ganha com o negócio, não precisa ser apenas dinheiro. Base de clientes, aprendizado técnico, notoriedade, etc. também devem contar.

Mas, como sabemos, o lucro financeiro é essencial, por isso, fale sobre o seu modelo de receita, que nada mais é do que a forma como ganha dinheiro.

Exemplo: contato de clientes, seguidores nas redes sociais, alcance. Quanto ao modelo de receita, seria o pagamento por consultas e exames realizados.

Ferramentas para criar seu plano de negócios

Agora que já sabe como preencher o seu plano de negócios, vamos mostrar como se organizar no modelo Canvas.

Conheça o modelo Canvas

Composto por 9 blocos, que apresentamos acima, o “Business Model Canvas”, em português “Tela de Modelo de Negócio”, possuindo grande apelo visual, isso porque é feito para enxergarmos toda a estrutura de uma só vez.

É bem mais fácil visualizar todas as informações assim, não é? Baixe essa imagem, imprima e comece a preencher!

Análise SWOT: como o ambiente externo influencia no negócio

Outra estratégia importante para o seu plano de negócio é a análise SWOT. Também conhecida como FOFA, ela relaciona 4 quadrantes: Força, Fraqueza, Ameaça e Oportunidade.

O que significam esses quadrantes? Representam o ambiente interno e externo, “Força” e “Fraqueza”, olham para dentro da empresa, “Oportunidade” e “Ameaça”, tratam do que ocorre fora.

  • Força: quais os diferenciais do negócio? Se você está prestes a lançar um produto e ele é mais barato do que a concorrência, essa é uma força;
  • Fraqueza: por outro lado, quais são os pontos negativos? O produto que será lançado vai precisar de um custo de frete mais caro, por exemplo;
  • Oportunidade: o que está acontecendo no mercado que pode ser benéfico para o seu negócio? Por exemplo, o produto a ser lançado ainda não chegou em determinada região e você será o primeiro por lá;
  • Ameaça: oposto da oportunidade, é quando algo no ambiente externo pode prejudicar o seu objetivo. Por exemplo, caso seu produto dependa de alguma legislação ou mudança climática que prejudique a produção.

Plano de negócios pronto? Invista em um sumário executivo!

O sumário executivo é uma carta de apresentação do seu projeto, considerado o documento ideal para quem busca por investidores.

Ele pode ser apresentado à parte, como um resumo do plano de negócios, com destaque para as informações mais relevantes.

Por isso, após finalizar o seu plano de negócios, garanta o registro de um sumário executivo, afinal, nunca se sabe quando você vai precisar de um.

Mantenha o controle do seu negócio na palma da mão

Ter o controle do seu empreendimento não é fácil. Mas, com o plano de negócios você consegue gerenciar boa parte da estrutura da empresa.

Além do plano, seu negócio pode contar com o PagVendas para  cuidar dos processos do dia a dia. Não se perca em planilhas e diversos sistemas.

Ele é um aplicativo tudo em um capaz de agilizar tarefas como:

  • controle de frente de caixa em tempo real;
  • registro e controle de produtos;
  • gestão de estoque;
  • controle de contatos de clientes;
  • gerenciamento das vendas, inclusive vendas fiadas;
  • criação de Loja Online;
  • emissão de notas fiscais;
  • extração de relatórios de vendas.

Clique aqui e conheça o PagVendas!