Resumo do texto

  • Segurança financeira é muito importante para a sua vida, por isso, uma das coisas que você não deve deixar de pensar é na criação de uma reserva de emergência;
  • Descubra como montar sua reserva de emergência e como o CDB do PagBank pode fazer seu dinheiro guardado render ainda mais;

Abra uma conta grátis no PagBank!

 

Quem é você quando o assunto é dinheiro? Aquela pessoa que paga suas contas e compra o que quer com o que sobrou ou você é mais contido e poupa um pouquinho para o futuro? Guardar dinheiro é uma atitude importante, não só pensando na aposentadoria, mas também nas surpresas que o mundo reserva pra gente.

Veja bem como estamos neste instante. Praticamente todos os países do mundo estão discutindo os impactos econômicos do coronavírus, e no Brasil não é diferente. O isolamento trouxe muitos desafios para empreendedores, profissionais autônomos e até mesmo para funcionários registrados, já que alguns sofreram redução de salário e até mesmo encararam a temida demissão.

Se você se encontra nessa última situação descrita, que tal partir para o universo do empreendedorismo? Clique aqui e veja os primeiros passos para empreender e dar uma virada na sua vida!

Independente da situação, ter uma reserva financeira é muito importante, além de ser algo recomendado por especialistas há muito, mas muito tempo mesmo. Para se ter ideia, lá no século XVIII, Benjamin Franklin (uma das figuras mais importantes dos EUA) disse a seguinte frase: pense em guardar dinheiro da mesma forma que você pensa em ganhá-lo.

E ele está mais do que certo! Quem pensa em poupar com a mesma vontade que pensa em ganhar sai na frente em termos de planejamento financeiro, além de se precaver dos grandes sustos que o mundo prepara para nós de vez em quando.

Por isso, no post de hoje, vamos falar sobre a importância de ter uma reserva de emergência em tempos de crise. Aproveite também para tirar suas dúvidas sobre como iniciar uma reserva e onde é o melhor lugar para guardar sua grana.

Reserva de emergência é qualquer dinheiro que eu guardo?

Fique atento: uma reserva de emergência NÃO é aquele dinheiro que você está guardando para a faculdade dos seus filhos ou para fazer uma viagem com seus amigos. A grana da reserva deve ser guardada com o objetivo de socorrer suas finanças, por isso precisa ter segurança e liquidez alta.

Tente pensar nessa grana como algo que você não pode mexer, como se fosse um alarme de incêndio, que deve ser acionado imediatamente em caso de emergência. Misturar o dinheiro da sua reserva com outras economias só vai trazer confusão, pois um precisa ser sacado com facilidade. Portanto, é bom ficar atento à forma como você armazena esses valores.

Então, o que é uma reserva de emergência?

Apesar de não ser algo muito difícil de entender, vale ressaltar que uma reserva de emergência é um dinheiro que você deixa estrategicamente guardado para momentos em que surgem uma necessidade financeira, portanto, que podem ser sacados imediatamente ou no curtíssimo prazo.

Mesmo quem tem uma vida financeira estável, com emprego formal e ganhos controlados, pode ser pego de surpresa. Como diz o ditado, dinheiro é fácil de ganhar e difícil de guardar. Por isso, até quem tem muita estabilidade profissional e um bom salário precisa se preocupar em ter uma reserva.

E isso ocorre porque é impossível prever o futuro. Vamos voltar no exemplo acima, do profissional que ganha bem e trabalha com uma empresa há muito tempo. Imagine se, por um acaso, a empresa em questão fosse uma rede de academias.

Com as portas fechadas, como manter o faturamento? E com as entradas em baixa, a solução pode ser desligar funcionários com antigos salários e contratar novas pessoas ganhando menos.

Pronto. Da noite para o dia o que era estabilidade vira de pernas para o ar. É claro que existem alguns direitos garantidos em lei, como o acesso ao FGTS e o Seguro Desemprego. Porém, mesmo com esses recursos, é bom se preparar por conta própria.

Logo, a reserva emergencial serve exatamente para te dar segurança em caso de alguma reviravolta na sua vida financeira.

Quanto eu preciso guardar?

Nunca deixe de ter em mente que sua reserva precisa ser suficiente para cobrir os seus custos por um tempo. Alguns especialistas em economia familiar apontam que uma boa reserva é aquela que consegue dar conta de cobrir os custos da sua vida por um período entre 6 meses a 1 ano.

Ou seja, se você gasta R$1.500 por mês para cobrir suas necessidades, por exemplo, o ideal é que você tenha no mínimo R$9.000 guardado para emergências.

Mas fique tranquilo que isso não é uma regra, e você pode ir aumentando sua reserva conforme o tempo passa. Por isso é importante começar suas economias de emergência antes de qualquer sinal de que a situação financeira não está boa.

Fundamental mesmo é seguir o pensamento de Benjamin Franklin (que estampa a nota de 100 dólares abaixo), e pensar na reserva com a mesma garra que você pensa em ganhar sua grana todo mês.

Reserva só serve para os tempos de crise?

Não! Mesmo que amanhã você descubra que o Brasil tem a economia mais desenvolvida do mundo e que a crise sumiu, o mais inteligente é seguir fazendo sua reserva. Notícia ruim não dá aviso, portanto, mesmo quando tudo está bem, o ideal é se preparar para um futuro desafiante.

Não tenho uma reserva de emergência. Por onde eu começo?

Uma jornada de mil quilômetros precisa começar com um simples passo. E com os seus planos de montar uma reserva de emergência, a lógica é a mesma. A primeira etapa não é sair despejando todo e qualquer dinheiro que você tem, tudo começa com planejamento.

Sendo assim, a primeira coisa que você precisa fazer é analisar seus gastos fixos, somar todas as entradas de dinheiro que formam a sua renda, listar as dívidas e as parcelas em aberto (seja de carro, casa, ponto comercial, etc) e ficar de olho nos seus hábitos de consumo.

Feito isso, você vai conseguir verificar como está a sua situação financeira  e quanto será possível economizar por mês, sem que essa economia traga muitos desafios para a sua rotina.

Para ajudar você, nós temos aqui no Blog uma planilha para o controle de gastos pessoais. Ela é totalmente grátis, baixe agora!

Em seguida, vale ficar de olho nos seguintes pontos:

Avalie seus hábitos de consumo

O primeiro passo para montar sua reserva sem comprometer sua rotina financeira é ficar de olho naqueles gastos não essenciais. Aqui estão incluídas as compras de roupas, artigos eletrônicos, decoração e tudo aquilo que, sendo bem sincero, você consegue viver sem.

Todo mundo adora comprar coisas novas, mas se o seu objetivo é montar uma reserva, então é importante que você seja bem criterioso com suas compras e reduza alguns hábitos como:

  1. Comprar roupas e outras mercadorias por impulso (especialmente na internet);
  2. Diminuir a quantidade de vezes em que sua família pede comida em vez de cozinhar em casa;
  3. Fazer uma lista de compras e segui-la cegamente ao ir ao supermercado;
  4. Ficar de olho em serviços de assinatura (como Netflix, Spotify, Deezer, etc) para avaliar se vale a pena seguir pagando;
  5. Reavaliar suas contas de celular, energia elétrica, água etc.

Economia começa com mudança de hábitos. Por mais chato que seja eliminar algumas comprinhas da sua rotina, saiba que essas mudanças serão feitas por um motivo maior!

Determine uma quantidade para poupar

Escolha um valor mensal para colocar na sua reserva e mantenha essa quantia como base. Se seu faturamento aumentar, aí pode ser interessante aumentar um pouco, mas, se a grana encurtar, é só reduzir a quantidade poupada por mês para se ajustar no orçamento. O importante é sempre ter um valor determinado para ser colocado na reserva.

Se você for mais controlado com as contas, vale a pena escolher uma porcentagem do seu faturamento mensal como base para poupar. Mas, se não quiser fazer toda essa conta, tente pensar quanto é a sua média de ganho mensal e escolha um valor que pareça fácil de poupar — e que não vá comprometer demais sua rotina financeira no dia a dia.

Adote o método pay me first

Pay me first significa, em tradução livre, “faça meu pagamento primeiro”. Trata-se apenas de uma mudança no uso do seu salário. A maioria das pessoas recebe, paga o que tem que ser pago, gasta com o que quer e, só depois, analisa quanto vai poupar. No método do pay me first, a primeira coisa que você faz com seu salário é depositar o quanto vai ser economizado.

Isso serve para que você aprenda a lidar com menos grana na mão e, dessa forma, reduza seus gastos enquanto engorda sua reserva. Vale a pena tentar adotar essa técnica, porém, para que ela dê certo, é essencial que você não pule o planejamento e a análise de toda a sua renda e despesas, ok?

Separe sua reserva

O dinheiro da sua reserva e a grana que você precisa usar na sua rotina vão se misturar se não houver algum tipo de separação. Para evitar confusões com valores, basta fazer algumas coisas bem simples, como abrir uma conta ou uma poupança.

E agora é o momento de sinceridade: se você ainda enxerga a poupança como algo vantajoso, saiba que está na hora de se atualizar.

Ao longo dos anos, ela virou quase um sinônimo de guardar dinheiro, mas, na verdade, ela não traz benefícios, já que ela rende tão pouco.

Mais interessante do que a poupança é o CDB Liquidez Diária do PagBank. Ele rende 100% do CDI, você só precisa aplicar R$500 e já pode fazer o resgate um dia após a aplicação, já que o rendimento é calculado dia a dia.

Com o CDB de Liquidez Diária, você pode fazer do seu investimento uma reserva de emergência de fácil acesso, algo que nem todo CDB permite. E a possibilidade de retirada fácil, junto com um rendimento melhor do que a poupança, fazem desse CDB algo muito mais vantajoso que a poupança tradicional.

E para começar não tem segredo, basta abrir sua conta no PagBank em poucos minutos.

Abra uma conta grátis no PagBank!

Faça da sua reserva um investimento

Em hipótese alguma você deve deixar sua reserva à mercê da sorte, por isso, nada de colocar tudo em renda variável, como ações. A renda fixa é a melhor amiga da sua reserva financeira, gerando estabilidade e rendimentos em uma boa proporção.

Se você está começando a criar sua reserva ou quer fazer com que ela saia do rendimento negativo da poupança, então seu foco deve ser os CDBs, que são modelos simples de aplicação, seguros, que exigem valores mais baixos para começar a investir e com opção de liquidez diária (possibilitando o saque a qualquer momento sem penalidades).

Aqui no PagBank, você começa seus investimentos em CDB com R$500 e pode conseguir até 103% do CDI. Com investimentos maiores é possível chegar a um rendimento de 120% do CDI, o que é 30% melhor que a poupança!

Calma, o que é um CDB?

CDB é sigla para Certificados de Depósitos Bancários. De forma simples, um CDB nada mais é do que um dinheiro que você empresta para o banco e recebe os valores de volta com correção de juros. Os juros aplicados nos CDBs são calculados com base na taxa DI, que é o famoso CDI que é divulgado como índice de rentabilidade.

Isso é só o básico sobre CDB, para saber mais e entender de vez como eles são realmente vantajosos para você e suas economias, basta clicar aqui e conferir esse post.

Por que o CDB é uma boa aplicação para a reserva de emergência?

Antes de mais nada, saiba que aplicar sua reserva em renda fixa é seguro, além de ser algo muito inteligente da sua parte, afinal, você está fazendo dinheiro parado se multiplicar sem ter que fazer nada de mais. E dentre as aplicações que você pode fazer, o CDB é uma boa opção pois reúne algumas qualidades bem bacanas, veja abaixo:

1. Liquidez

A liquidez de um investimento é quanto tempo você demora para conseguir se desfazer dele e receber o dinheiro.

Os CDBs oferecem opções de liquidez de curtíssimo prazo. No PagBank, há CDB de liquidez diária! E sabe por que os CDBs são sua melhor opção para ser um investimento e uma reserva ao mesmo tempo? Exatamente por essa rapidez para receber o dinheiro.

Renda variável não é uma boa opção para reserva  porque não trazem segurança.

Os CDBs resolvem essa equação da liquidez e da segurança, por isso, são uma boa opção para reserva.

2.Segurança

Os CDBs oferecem riscos baixíssimos. E, para assegurar que não você não perca dinheiro, existe o Fundo Garantidor de Crédito, que garante que seus investimento de até R$250 mil estão seguros.

3. Baixo valor de investimento inicial

Você não precisa de muito dinheiro para começar um CDB, por isso ele é vantajoso para quem está começando a fazer sua reserva. Alguns investimentos (até mesmo de renda fixa) exigem que você já tenha uma quantia razoável para começar, mas com os CDBs os valores são bem acessíveis. No PagBank, você investe a partir de R$500!

4. Simplicidade de aplicação

CDBs são facilmente encontrados e podem ser contratados sem muito trabalho. No caso do PagBank, contratar um CDB é bem simples. Se você já é cliente PagBank, basta acessar o super app, ir na aba Aplicar meu dinheiro e conferir todas as opções que estão disponíveis para você.

Comece sua reserva de emergência com um CDB PagBank

Nós queremos que você cuide muito bem do seu dinheiro, principalmente de uma reserva de emergência, que é tão importante para todo mundo. Ao fazer o depósito da sua reserva na sua conta PagBank você já está garantindo um rendimento para ela, mas, para separar o dinheiro do saldo da conta e ter uma rentabilidade boa, nossas sugestões são os CDBs.

Nossos CDBs estão disponíveis na tela do seu celular, tem opção com liquidez diária, são todos garantidos pelo FGC e apresentam diferentes faixas de rendimento.

Se você é marinheiro de primeira viagem, vale a pena conferir os CDBs a partir de R$500.

Dê segurança e rendimento à sua reserva

A economia está pregando alguns sustos na gente, e você não quer ser pego de surpresa, não é mesmo? Ter uma reserva de emergência é algo muito inteligente da sua parte, além de ser a melhor forma de evitar empréstimos em momentos que tudo o que você menos precisa é mais uma dívida.

Siga nossas dicas para começar a montar uma reserva, e conte com os CDBs do PagBank para fazer sua reserva crescer a cada dia, enquanto está armazenada em um banco completo, seguro e totalmente controlável direto pelo seu celular.

Quer mais praticidade que isso? Conheça já nossos CDBs!

Abra uma conta grátis no PagBank!