DARF e Imposto de Renda 2022: como os investidores pagam os impostos

Resumo do texto

  • Entenda o que é o DARF e qual sua relação com o IR;
  • Quais investimentos precisam pagar DARF?
  • Veja como incluir investimentos na Declaração Anual de Imposto de Renda.

 

O pagamento do DARF do Imposto de Renda é obrigatório para os investidores. Mesmo assim, não são todos que precisam pagar o imposto.

Se você possui o hábito de reservar um dinheiro mensal para uma meta, é importante  entender como é cobrado o Imposto de Renda sobre investimentos, quais os ganhos que é preciso declarar e como ficar em dia com a Receita.

Descubra tudo isso em nosso texto. Boa leitura! 

Veja outros artigos que podem ser do seu interesse:

DARF e Imposto de Renda 2022

O que é DARF do Imposto de Renda 2022?

O Documento de Arrecadação de Receitas Federais é usado para arrecadar impostos. Na prática, é um boleto ou guia emitido pelos órgãos federais para que você possa ficar em dia com o Imposto de Renda sobre investimentos.

Quem precisa pagar o DARF?

Quando o assunto é investimentos, é preciso estar atento ao pagamento do DARF. Neste caso, o DARF é obrigatório para quem tem lucro na Bolsa de Valores. Normalmente, quem investe em renda variável, precisa pagar esse tributo.

No caso das ações, quem vende mais de R$20 mil no mês e tem lucro, precisa emitir o DARF e pagar 15% em cima da rentabilidade. Porém, se for abaixo desse valor, está isento do pagamento.

Para quem trabalha com operações de Day Trade, ou seja, compra e venda de ações no mesmo dia, precisa pagar 20% de imposto, independente do valor negociado.

Quais investimentos exigem pagamento de imposto via DARF?

A maior parte dos investimentos de renda variável exigem o pagamento do DARF. A Bolsa de Valores Brasileira, a B3, retém uma pequena parte de imposto na fonte, que é chamado de “Imposto dedo duro” e serve apenas para avisar à Receita Federal quem deve pagar o tributo.

O restante deve ser calculado e quitado pelo investidor, levando em conta as taxas pagas à corretora e à B3. Tudo que reduz o lucro, deve ser deduzido. Lembrando que o pagamento da DARF deve ser feito até o último dia útil do mês seguinte à operação de venda.

As principais operações que exigem o pagamento do tributo são:

Já os investimentos de renda fixa, como CDBs e Tesouro Direto, não precisam pagar DARF, pois o imposto já foi totalmente retido na fonte, ou seja, a instituição financeira já fez esse desconto.

Como emitir DARF IRPF 2022?

O cálculo do valor do DARF leva em consideração dois itens: o lucro e o imposto devido.

O lucro é calculado diminuindo o valor da venda pelo valor da compra, descontando taxas de corretagem. Por exemplo, se o investidor comprou 30 ações por R$10 cada, teve um gasto de R$300. Na hora da venda, cada ação rendeu R$13, ou seja, ele ganhou R$390.

O lucro é:

R$390 – R$300 – taxas de corretagem – taxas da bolsa = lucro

Já o imposto devido, é a multiplicação do lucro, encontrado na fórmula acima, pela alíquota de Imposto de Renda daquele investimento. Lembrando que cada tipo de investimento tem um valor de imposto diferente.

Para preencher o DARF corretamente, basta pegar o imposto devido, tirar o “imposto dedo duro” para saber o valor a ser pago.

Para fazer a emissão do DARF IRPF 2022 online confira o passo a passo:

  1. Acesse o portal Sicalc;
  2. Vá em “Preenchimento rápido” na área de “Geração e impressão do DARF”;
  3. Coloque o CPF ou CNPJ
  4. Em “Código ou nome da receita”, coloque 6015 para pessoa física e 3317 para empresa;
  5. Coloque o mês da venda em “Período de apuração”;
  6. Em “Valor principal” quanto deve pagar;
  7. Clique em “Calcular” e pronto! Só imprimir o DARF.

Atenção: caso escolha a opção “Emitir DARF/DAS parcial”, é preciso preencher o valor que será pago, que deve ser acima de R$10.

Novidade: Em 2022, será possivel pagar a DARF do IR via Pix.Além disso, a Receita Federal informou que a restituição também poderá ser feita pela modalidade, desde que a chave seja igual ao CPF do titular da declaração. 

Restituição do Imposto de Renda: receba na sua conta PagBank via Pix

É possível receber a restituição do Imposto de Renda via Pix, direto na sua conta PagBank. Para isso é preciso ter a chave CPF cadastrada, que deve ser o mesmo CPF do titular da declaração.

Se você já tem seu CPF cadastrado como chave aqui no PagBank, é só seguir o passo a passo abaixo, se ainda não tiver, basta acessar nosso conteúdo e ver como criar.

Atenção: A chave precisa ser o CPF, as chaves tipo celular, e-mail ou chave aleatória não estão disponíveis para isso.

  1. Veja se a Restituição está disponível em “Opção pela Tributação” (o quadro fica fixo no final da tela inicial);
  2. Antes de enviar, confira em “Imposto a Restituir” se a restituição está disponível. Essa opção está no final da tela do IR;
  3. Se estiver disponível, escolha a opção de maior valor em “Deduções Legais” ou “Imposto Simplificado”;
  4. Agora, clique em “Entregar Declaração”;
  5. Em “Tipo de conta”, escolha a opção “4 – PIX”;
  6. Clique em “Ok” no final da tela. O sistema irá associar o seu CPF como a chave Pix.

Como pagar DARF em atraso?

Caso o DARF não seja pago até a data de vencimento, é preciso emitir uma nova guia de pagamento, que terá o valor reajustado, com multa de 0,33% por dia de atraso + 1% da taxa Selic por mês.

Para fazer a emissão de um boleto atualizado, o contribuinte pode usar o Programa Gerador da Declaração do IRPF ou através do Portal e-CAC, na área de “Meu Imposto de Renda”.

Quais as diferenças entre DARF comum e DARF simples?

O DARF simples começou a funcionar em 1997 e era uma guia única destinada a pequenas empresas. Nela, todos os impostos eram reunidos. Em 2011, ela foi substituída pelo DAS.

Já o DARF comum é usado até hoje para o pagamento de tributos separadamente, especialmente no caso do Imposto de Renda.

Preciso colocar os impostos que já foram pagos na declaração anual do Imposto de Renda 2022?

Mesmo que o contribuinte já tenha regularizado a situação através do DARF, ele precisa declarar os investimentos no Imposto de Renda 2022. Nesse caso, vai ser necessário separar cada tipo de ativo.

Veja como adicionar as informações de alguns ativos:

Tesouro Direto e CDB

Neste caso, na seção “Bens e Direitos” coloque o código 02.

Fundos de Investimento

O processo é o mesmo apresentado para o Tesouro Direto e CDB, o que vai diferenciar é o código usado para declarar o Fundo de Investimento. Neste caso, use 01, 03, 04, 06, 09 e 10 de acordo com o tipo de investimento.

Ações

Diferentemente dos itens anteriores, as ações são rendas variáveis e necessitam do DARF sempre que passarem de R$20 mil. Por isso, na hora de fazer a Declaração Anual do IR 2022, será necessário, apenas, apresentar os dados.

Na seção “Bens e Direitos”, use o código 01 e preencha com as informações necessárias.  O imposto não será cobrado duas vezes, mas é preciso informar o que foi movimentado ao longo do ano.

Tudo sobre o DARF e a declaração de investimentos no IR 2022

Se você investiu seu dinheiro em 2021 e agora precisa declarar esses investimentos, fique atento.

    • o DARF arrecada o pagamento de tributos a órgãos federais, como o lucro em cima da venda de ações;
    • os investimentos de renda fixa não precisam da emissão do DARF, o imposto é coletado na fonte;
    • no caso de renda variável, quando passar de R$20 mil no mês, é preciso emitir DARF;
    • o DARF simples não é mais usado, já que foi substituído pelo DAS. Apenas o DARF comum existe até hoje;
    • aprenda a declarar investimentos no Imposto de Renda 2022.