Saiba como fazer a análise de investimentos em renda variável

Resumo do texto

  • Aprenda o que é análise de investimento e como fazer uma;
  • Conheça quatro estratégias de investimento em renda variável;  
  • Veja como definir uma boa estratégia de investimentos.

 

Está querendo investir em Renda Variável? Saiba que fazer uma análise de investimento é a melhor forma de direcionar suas escolhas e realizar os seus objetivos financeiros.

Para te auxiliar, nesse post vamos explicar o que é uma análise de investimentos em renda variável e como montar a estratégia ideal para seu perfil.

Boa leitura!

Outros artigos que podem ser do seu interesse:

Como Fazer Análise de Investimentos

O que é análise de investimento?

De maneira geral, a análise de investimento é uma técnica do mercado financeiro que ajuda a identificar se uma aplicação é boa ou ruim no momento. 

A partir de metodologias e cálculos, o investidor consegue definir se vale a pena investir em determinados ativos ou não. Essa estratégia ajuda a diminuir imprevistos e apoia, com base em dados, as escolhas dos investidores.

Qualquer tipo de ativo pode trazer riscos, portanto, analisar antes é essencial para o sucesso. 

Além disso, sempre faça o teste de perfil do investidor para saber os melhores investimentos para você.

Como fazer uma análise de investimentos em renda variável?

A análise de investimento no mercado financeiro está relacionada em avaliar o retorno das aplicações. 

Na renda variável, boa parte dos investidores e especialistas usam as análises técnica, fundamentalista, valuation ou top down para fazer a avaliação de ativos.

Conheça mais sobre elas:

Análise técnica

A análise técnica é aquela que acompanha os movimentos do mercado financeiro. Ela pode ser feita a partir da observação de gráficos e dados de pesquisas em tempo real para identificar futuros movimentos nos preços dos ativos.

Existem dois critérios essenciais para serem levados em conta na análise técnica: o preço e o volume de negociação dos ativos. Essa é uma forma de saber quais são as tendências nos valores dos investimentos e entender se é melhor comprar ou vender. 

Análise fundamentalista

A análise fundamentalista é indicada para investimentos a longo prazo e é muito usada por quem opta por ações que têm potencial para valorizar ou cair com o tempo. 

Esse tipo de análise é feita através de estudos de relatórios e demonstrações financeiras que são divulgados regularmente pelas empresas, para entender o potencial de lucro de uma companhia. O objetivo aqui é compreender as perspectivas do mercado a longo prazo.

Valuation

Palavra em inglês que significa estimativa ou avaliação, Valuation” é uma estratégia de análise de investimentos utilizada na análise fundamentalista. 

Esse processo é usado para entender o valor real de uma empresa, muito além da cotação dos preços das ações.

Ou seja, o valuation busca identificar quanto uma companhia realmente vale e se o preço das ações faz sentido. 

Quando o investidor faz esse tipo de análise, ele consegue entender qual o potencial de lucro da empresa e descobrir qual o momento ideal para comprar ações.

Com o valuation é possível identificar se o preço de um ativo está abaixo do mercado, levando em conta o potencial de valorização da empresa.

Alguns dos pontos que devem ser levados em conta são: 

  • Fluxo de caixa descontado: entender como funciona a geração de caixa da empresa ao longo do tempo, levando em conta o faturamento atual e projeções para o futuro;
  • Múltiplos de mercado: a ideia é comparar dados de empresas do mesmo setor para entender se determinada ação é um bom negócio;
  • Valor patrimonial: a ideia aqui é comparar o balanço patrimonial da empresa e o valor de mercado em relação aos concorrentes.

Análise top down

Também dentro da análise fundamentalista temos o top down, que em inglês significa algo como “de cima para baixo”. Essa avaliação começa pelas questões macroeconômicas até chegar em fatores microeconômicos. 

Ou seja, a ideia é olhar questões mais amplas até chegar em dados bem específicos e que podem afetar as operações das companhias. 

No aspecto macro, a ideia é avaliar fatores que impactam grandes cenários nacionais e mundiais como:

Nesse tipo de análise de investimentos, o foco está em entender todo o histórico de evolução de uma empresa e quais são as perspectivas futuras.

Entenda a importância de analisar seus investimentos!

A análise de investimento é importante para fazer uma boa gestão da sua carteira. Sem ela, fica difícil entender qual o potencial de retorno/risco dos investimentos e como as aplicações se encaixam nas suas metas.

A análise também é essencial para investimentos de renda variável, pois os riscos são maiores. Além disso, as possibilidades com a renda variável são mais abrangentes.

Por exemplo: se seu objetivo é ter retorno com dividendos a longo prazo, a estratégia da análise será uma. Agora, se for a curto prazo, a história é outra.

Por isso, a escolha do tipo de análise de investimento é a chave para a tomada de decisão!

Como definir uma boa estratégia de investimentos?

Decidir qual é a melhor estratégia de investimentos tem a ver com seus objetivos, perfil de investidor e prazo.

Para tornar essa decisão mais fácil, separamos as principais estratégias para investimentos a curto, médio e longo prazo. 

Entenda cada uma delas e escolha qual faz mais sentido para você:

Investimentos a curto prazo

Quem quer investir a curto prazo busca ter bons retornos em pouco tempo. Nesse caso as estratégias mais utilizadas são o day trade e o swing trade.

Vale ressaltar que essa ação é de alto risco, já que há a possibilidade de ter altas perdas. Por isso, deve ser usada por investidores experientes e que já possuem uma reserva de emergência.

Além disso, é interessante usar uma fatia muito pequena do seu dinheiro guardado para investir com essa estratégia, já que ela é arriscada.

Investimentos a médio prazo

Quem foca no médio prazo não tem tanta pressa no retorno e mantém os ativos na carteira por mais tempo, visando a valorização dos investimentos.

Nessa estratégia, os investimentos podem ter como objetivo, por exemplo, comprar ou trocar de carro somente vendendo ações. 

Investimentos a longo prazo

Essa estratégia é a mais praticada pelos investidores que querem construir patrimônio e ter um bom montante de dinheiro investido mirando algo grande, como a aposentadoria, por exemplo. 

Fica a dica: seja qual for a estratégia escolhida, não esqueça de diversificar os investimentos. Essa é a melhor forma de buscar boa rentabilidade e trazer segurança às aplicações.

Veja como criar um planejamento de metas financeiras de curto, médio e longo prazo!

Aprenda a montar uma carteira de investimentos diversificada!

Fazer uma análise de investimento é algo que todo investidor precisa saber para criar uma carteira de investimentos que esteja de acordo com seus objetivos. A partir de cinco passos, você vai conseguir definir quais investimentos vão entrar na sua cesta de aplicações.

Veja as cinco etapas que você precisa levar em conta na hora de montar sua carteira.

Para ajudar você a investir com segurança, o PagBank criou as carteiras semanais e mensais de ações. Nosso time de especialistas indica três carteiras distintas com oportunidades em: FIIs, ETFs, ações e BDRs, assim você diversifica suas aplicações e vê suas economias renderem ainda mais.

Conheça os investimentos disponíveis no PagBank!