Fundo ouro: conheça as vantagens e veja como é fácil investir

Resumo do texto

  • O fundo ouro é um investimento que busca trazer segurança em períodos de maior incerteza econômica;
  • Existem diversos tipos de fundo ouro disponíveis no mercado;
  • Descubra tudo sobre o fundo ouro, suas vantagens e como aplicar nesse ativo!

Conheça os Fundos de Investimento PagBank

 

Investir em ouro é possível e nada complicado. O fundo ouro é mais uma opção para diversificar seus investimentos e buscar proteção para o seu capital em momentos de forte oscilação do mercado. Influenciado pela lei da oferta e da procura, o ouro é uma mercadoria cujo preço passa por oscilações diárias. Por esse motivo, o fundo ouro é um investimento de médio a longo prazo.

O ouro é um dos investimentos mais antigos do mundo, e até hoje é visto como uma opção de proteção contra as oscilações na sua carteira de investimentos em meio a incertezas na economia. Quando a crise impacta negativamente a bolsa de valores e os mercados, a busca por esse tipo de investimento aumenta e o preço do ouro tende a subir.

Atualmente há diversas maneiras de investir nesse ativo, desde comprar barras, adquirir contratos de ouro na bolsa de valores brasileira, e, o mais acessível de todos, investir no fundo ouro!

O que é Fundo Ouro?

O fundo ouro funciona como os outros tipos de fundos de investimento. A gestão é feita por especialistas qualificados e esse investimento reúne recursos de diversas pessoas. Os ganhos obtidos são divididos entre os participantes, na proporção do valor aplicado por cada um.

No fundo ouro há menor burocracia para investir, já que o investidor conta com uma equipe especializada que escolhe as estratégias ideais para potencializar o lucro. Os fundos de investimento em ouro possuem alta liquidez.

Existem vários tipos de fundos de investimento em ouro e a diferença entre eles é, sobretudo, a estratégia de alocação do gestor responsável pelo fundo. A seguir, conheça as principais estratégias:

Fundo ouro em real

O fundo ouro em real aplica somente em ouro, através de contratos futuros. Esses contratos têm proteção cambial, ou seja, não sofrem com as oscilações do dólar.

Fundo ouro em real + CDI

Visa atingir os melhores resultados de acordo com a variação do preço do ouro com acréscimo do CDI, com foco no médio e longo prazo.

Fundo de ouro + dólar

Diferente da opção em real, neste tipo de fundo não há proteção para as oscilações do dólar. O fundo ouro em dólar aplica em ativos que acompanham a variação do ouro em dólar. É importante ressaltar que a moeda sofre variações de preço diariamente, por isso é importante acompanhar de perto as mudanças desse fundo.

Como funciona o fundo ouro?

Fazer uma aplicação em fundo ouro funciona como qualquer outro investimento dessa categoria, a diferença está somente no ativo que é negociado. Os investidores adquirem cotas e se tornam cotistas. As decisões de alocação do patrimônio investido são realizadas pelo gestor do fundo.

Rentabilidade

O retorno de investir em fundo ouro pode ser maior em momentos de crise, se comparado com outros investimentos que trazem segurança para a carteira, como os de renda fixa. O ouro, por não ser facilmente depreciado em comparação com outros investimentos, pode ser uma alternativa para quem busca estabilidade de suas aplicações no longo prazo.

Custos

Os custos são a taxa de administração e taxa de performance (se houver), que só é cobrada caso a rentabilidade do fundo seja maior que o índice atrelado a ele.

Tributação

O Imposto de Renda que recai sobre o fundo ouro cobra mais de quem deixa o dinheiro aplicado por menos tempo. Essa é a regra básica para entender a tabela regressiva do IR.

A porcentagem da alíquota, parte que é destinada ao pagamento do IR, diminui conforme o tempo de aplicação.

Veja no exemplo abaixo:

Deslize para mais informações
TEMPO DE APLICAÇÃO ALÍQUOTA DE IR APLICADA SOBRE O RENDIMENTO DA APLICAÇÃO
Entre 0 e 180 dias 22,5%
Entre 181 e 360 dias 20%
Entre 361 e 720 dias 17,5%
Mais de 720 dias 15%

 

O IR é cobrado a cada seis meses, no último dia útil dos meses de maio e novembro, sobre os rendimentos desses períodos. A alíquota que incide é de 15%.

No momento do resgate, há um complemento no IR de acordo com o prazo de permanência do investidor na aplicação.

Então, se você manteve a aplicação por 500 dias, ao resgatar irá pagar um IR de 17,5%. Mas, como já pagou imposto de 15% nos meses de maio e novembro, irá pagar imposto somente sobre a diferença, ou seja, 17,5% – 15% = 2,5%.

Fundo Ouro X Investimento Direto em Ouro na Bolsa de Valores

Apesar de ser possível adquirir ouro na bolsa de valores, é preciso ter um patrimônio maior para negociar esses contratos, além da cobrança de taxas de corretagem e custódia. Além disso, o mercado futuro não é o meio mais indicado para investidores iniciantes. Por isso, o fundo ouro é uma das maneiras mais simples e acessíveis para o investidor diversificar suas aplicações através do ouro com aportes iniciais mais baixos.

Vale a pena investir em Fundo Ouro?

Investir em fundo de ouro funciona como uma proteção ao seu dinheiro em momentos de crise e inflação alta pois, historicamente, o ouro tende a se valorizar quando a economia do país não está indo bem e há muita incerteza no mercado. Confira na tabela abaixo as vantagens e desvantagens da aplicação.

Deslize para mais informações
VANTAGENS DESVANTAGENS
Liquidez: o ouro é um ativo reconhecido e negociado mundialmente, por isso, pode ser facilmente convertido em dinheiro quando você quiser resgatar do Fundo. Volatilidade: o ouro costuma manter seu valor no longo prazo, mas no curto pode haver oscilações em função da oferta e demanda.
Custos Menores: com vários investidores, os custos de negociação dos ativos no Fundo são reduzidos. Não gera renda: não é um investimento que oferece uma renda regular, como juros e dividendos. A rentabilidade do Fundo ocorre quando esse ativo se valoriza no mercado..
Diversificação: o ouro é uma opção interessante para diversificar a carteira de investimentos, principalmente em momentos de instabilidade do mercado.
Gestão Profissional: você não precisa acompanhar diariamente o valor do ativo para definir suas estratégias.

 

Para quem é indicado o Fundo Ouro?

O ouro, por não ser facilmente depreciado em comparação com outros investimentos, pode ser uma alternativa para quem busca estabilidade de suas aplicações no longo prazo ou proteção em momentos de fortes oscilações no mercado.

Por que o dinheiro aplicado em fundos de investimento não tem a garantia do FGC?

De acordo com o Banco Central, o patrimônio dos bancos não se mistura com o patrimônio dos Fundos de Investimento administrados por eles, como acontece com o CDB

Por conta disso, caso de intervenção ou liquidação, os cotistas podem fazer assembleias e mudar a administração do fundo para outra instituição, preservando o patrimônio.

E já que existe essa possibilidade de migrar o fundo para outra instituição, seu dinheiro não será afetado, portanto, o FGC não precisa intervir para proteger o investidor.

Como investir em Fundo de Ouro?

Investir em fundo ouro é fácil, basta você ter conta em um banco ou corretora. No super app PagBank você tem uma excelente opção para aplicar nesses fundos. Baixe grátis o super app PagBank e conheça o fundo BTG Pactual Ouro FIC Multimercado, um investimento com aplicação inicial de R$ 500 e taxa de administração de apenas 0,2%.

Fique atento ao seu perfil de investidor antes de fazer qualquer aplicação, assim, você saberá quais investimentos se encaixam em suas características e objetivos.

Fundos de Investimento PagBank: Aqui você encontra fundos de ações, multimercado e renda fixa

Conheça os Fundos de Investimento disponíveis no PagBank!

Além dos CDBs que rendem mais que o dobro da poupança, você pode aplicar nos nossos fundos de investimento.

Que tal diversificar seus investimentos de um jeito bem simples?

Conheça os nossos Fundos de Investimento disponíveis!

“Este canal tem como única intenção fornecer um panorama sobre as diferentes categorias de produtos de investimentos disponíveis no mercado. Os conteúdos não têm o objetivo de oferecer análise de valores mobiliários ou recomendações de investimento, considerando que os produtos apresentados podem não ser adequados aos objetivos, situação financeira ou necessidades individuais de cada usuário. O PagSeguro PagBank se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que decorram da utilização de seu conteúdo, bem como por eventuais informações fornecidas por terceiros, que não expressam a opinião do PagSeguro PagBank. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e as informações podem não estar atualizadas no momento exato da consulta do material. Antes de tomar qualquer decisão, é recomendado que o leitor busque orientação financeira independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto.”

  • Tags