Investidores brasileiros: conheça o comportamento e as principais aplicações

Resumo do texto

  • Aprenda sobre o comportamento dos investidores brasileiros;
  • Descubra qual tipo de investimentos eles estão fazendo;
  • Confira porque os brasileiros investem e poupam.

 

Do ano de 2019 para cá, o número de pessoas que aplicam seu dinheiro no nosso país aumentou. Mas quem são os investidores brasileiros e que investimentos eles fazem? 

A pesquisa Raio X do Investidor traz diversas informações sobre o perfil, objetivos e metas de cada um. Para você descobrir o comportamento dos investidores, criamos esse conteúdo com os destaques do estudo.

Boa leitura!

comportamento dos investidores brasileiros

Conheça o comportamento dos investidores brasileiros

O Raio X do Investidor foi divulgado no início de 2021 pela ANBIMA – Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais. Para traçar esse comportamento, a pesquisa levou em consideração:

  • renda e escolaridade dos brasileiros;
  • idade e região em que moram;
  • se são profissionais com carteira assinada, autônomos ou empreendedores;
  • que tipo de investimentos eles mais fazem.

Confira os resultados:

Onde os investidores brasileiros aplicam seu dinheiro?

Pela primeira vez, a poupança perdeu espaço na carteira de investimentos da população. Embora ela ainda seja utilizada por 29% dos investidores, no ano anterior o número era 37%.

Outros produtos financeiros tiveram alta em relação a 2020, destacando CDBs e Fundos de Investimento. Entenda melhor:

29% investe na Poupança

A poupança é a aplicação mais conhecida pelos brasileiros. Porém, ela já está sendo deixada de lado por quem prefere deixar o dinheiro em contas remuneradas, como as contas digitais rendeiras ou outros investimentos tão simples quanto ela e que rendem mais.

5% investe em Títulos Privados

Os tipos de investimentos mais populares em títulos privados são CDBs, LCI, LCA, LC e Debêntures. A procura por esses produtos vem aumentando pois eles são fáceis de investir e considerados seguros, pois boa parte deles possuem garantia do FGC.

5% investe em Fundos de Investimento

Fundos de Investimento dão a oportunidade de investir em vários produtos financeiros a partir de uma única aplicação. Os fundos estão ganhando novos adeptos pois são uma boa opção para diversificar a carteira, o que é recomendado por especialistas.

3% investe em títulos públicos via Tesouro Direto

Esses títulos têm se popularizado por conta da acessibilidade e facilidade da aplicação. No Tesouro Direto, o investidor empresta dinheiro ao Governo Federal para que sejam feitos projetos de melhoria no país, como saúde, educação e infraestrutura.

3% investe em ações da Bolsa de Valores

Entre 2019 e 2021, o número de investidores que aplicam em ações quase dobrou, mostrando que esta opção de investimento está, cada vez mais, fazendo parte da carteira de investimentos das pessoas.

Comprar ações é uma maneira de diversificar a carteira e buscar por rendimentos maiores que na renda fixa. Porém, é preciso ficar atento: embora a rentabilidade possa ser maior, a segurança não é tão grande.

Nenhum investidor é igual ao outro. Enquanto alguns aplicam o dinheiro pensando em aposentadoria tranquila, outros guardam dinheiro para fazer uma viagem ou montar a reserva de emergência.

Porém, o que todos esses investidores brasileiros têm em comum é o cuidado com o dinheiro e o controle das finanças para estarem preparados para qualquer imprevisto financeiro.

Poupar e investir é o caminho mais seguro para alcançar a tão sonhada independência financeira e colocar seus objetivos em prática. Aprenda como começar a investir com este conteúdo. 

Seja qual for seu perfil, o super app te ajuda a investir

Quer fazer parte do grupo de investidores brasileiros? Então conte com o PagBank.

 Conheça os investimentos disponíveis no PagBank!

“Este canal tem como única intenção fornecer um panorama sobre as diferentes categorias de produtos de investimentos disponíveis no mercado. Os conteúdos não têm o objetivo de oferecer análise de valores mobiliários ou recomendações de investimento, considerando que os produtos apresentados podem não ser adequados aos objetivos, situação financeira ou necessidades individuais de cada usuário. O PagSeguro PagBank se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que decorram da utilização de seu conteúdo, bem como por eventuais informações fornecidas por terceiros, que não expressam a opinião do PagSeguro PagBank. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e as informações podem não estar atualizadas no momento exato da consulta do material. Antes de tomar qualquer decisão, é recomendado que o leitor busque orientação financeira independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto.”