Título pré-fixado ou pós-fixado: entenda as diferenças e saiba qual escolher

Resumo do texto

  • Aprenda a diferença entre título pré-fixado ou pós-fixado;
  • Veja as características de cada um;
  • Saiba como escolher o melhor título para você.

 

Existem diversas opções de investimentos em renda fixa. Por isso, algumas pessoas ficam em dúvida: qual é a diferença do título pré-fixado ou pós-fixado? 

Para te ajudar, reunimos as principais diferenças entre esses dois tipos de investimento em renda fixa. Assim, ficará mais fácil realizar a sua escolha.

Boa leitura!

Outros artigos que podem ser do seu interesse:

Conheça os Títulos Pré e Pós Fixados

Qual a diferença entre Títulos Pré-fixados e Pós Fixados?

Não tem mistério: investimentos pré-fixados têm rentabilidade fixa, enquanto os pós-fixados seguem algum indicador financeiro, como a Selic ou o CDI.

Ou seja, nos títulos pré-fixados o investidor sabe exatamente quanto o dinheiro vai render, desde que respeite o prazo acordado. Já nos pós-fixados, a rentabilidade exata só será descoberta no momento do resgate do título. 

De maneira geral, essa é a principal diferença entre esses títulos. No entanto, os pré-fixados e pós-fixados têm riscos diferentes.

Embora ambos sejam investimentos de renda fixa, ou seja, são de baixo risco, os títulos pré-fixados, se não forem mantidos até o vencimento, podem ter rentabilidade negativa devido à marcação a mercado.

A marcação é uma atualização no preço dos títulos de renda fixa para eles se adequarem à rentabilidade e demanda do mercado, como Tesouro Direto e CDB. Ela serve para informar qual o preço de determinado investimento, caso ele for vendido no dia de hoje.

Como a marcação varia para cima ou para baixo, caso você resgate antes do prazo e a marcação derrube o valor, a rentabilidade pode ser negativa.

Os títulos pós-fixados também sofrem a mudança do mercado, porém seus efeitos são menores, já que essas aplicações seguem um indicador financeiro, então se o indicador sobe a rentabilidade também sobe, e vice-versa.

Títulos Pré-fixados: o que isso quer dizer?

Um título pré-fixado é aquele que apresenta sua rentabilidade já no momento da compra. Por exemplo, digamos que você vai investir em um CDB que oferece retorno de 7% ao ano. Isso quer dizer que ao fim do investimento, você vai receber o valor que investiu mais 7% de juros.

Em títulos desse tipo a rentabilidade é precisa. Independentemente do que acontecer no mercado, se a taxa de juros subir ou cair, o cliente receberá o que foi combinado desde que mantenha o dinheiro investido até a data de vencimento do título.

Como funcionam os títulos Pós-fixados?

Esses ativos têm sua rentabilidade atrelada a um indicador financeiro, como por exemplo, a Selic, o CDI ou o IPCA. 

Dessa forma, só é possível saber qual o rendimento da aplicação depois que ela vencer ou quando você solicitar o resgate do dinheiro. No entanto, é possível ter uma previsão do retorno que o investidor terá. Para isso, basta acompanhar a taxa que o título está atrelado. 

Por exemplo, se você investe no Tesouro Selic, esse título está atrelado à taxa básica de juros do nosso país, então, para ter uma estimativa do retorno do investimento é só ficar de olho na taxa Selic.

Juros Pré-fixado ou Pós-fixado: como escolher?

A escolha vai depender dos seus objetivos e do seu perfil de investidor. Sempre que vamos escolher uma aplicação financeira é preciso ter em mente primeiro qual é a meta para o uso do dinheiro e já ter feito o teste do perfil de investidor.

Clique aqui e descubra como fazer o teste de perfil de investidor!

Então, se você está na dúvida entre pré-fixado ou pós-fixado, o que vai definir sua escolha é o seu objetivo com dinheiro.

Por exemplo, se deseja fazer uma viagem daqui a dois anos, escolha um título pré-fixado que tenha a data de vencimento próxima à data da viagem, dessa forma, é possível saber exatamente quanto o dinheiro vai render e assim se programar melhor. 

Agora se sua meta é investir para construir uma reserva de emergência, um investimento pós-fixado cumpre bem esse papel.

Aprenda a criar um planejamento financeiro e atingir seus objetivos

Comece a investir com praticidade com o super app PagBank

Agora que você aprendeu o que é um investimento pré-fixado e pós-fixado, chegou a hora de fazer o seu dinheiro render mais.

Com o super app PagBank, é possível aplicar o dinheiro em títulos do Tesouro Direto e nos CDBs PagBank e você escolhe se deseja uma aplicação pós-fixada ou pré-fixada.

Para começar é muito fácil, basta baixar o super app e seguir os passos a seguir:

  1. abra o super app e clique em “Produtos e Investimentos”;
  2. vá em “Aplicar meu dinheiro”;
  3. escolha “Renda Fixa”;
  4. confira as opções e faça sua escolha;
  5. agora é só Investir.

Invista em Renda Fixa no super app PagBank!

“Este canal tem como única intenção fornecer um panorama sobre as diferentes categorias de produtos de investimentos disponíveis no mercado. Os conteúdos não têm o objetivo de oferecer análise de valores mobiliários ou recomendações de investimento, considerando que os produtos apresentados podem não ser adequados aos objetivos, situação financeira ou necessidades individuais de cada usuário. O PagSeguro PagBank se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que decorram da utilização de seu conteúdo, bem como por eventuais informações fornecidas por terceiros, que não expressam a opinião do PagSeguro PagBank. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e as informações podem não estar atualizadas no momento exato da consulta do material. Antes de tomar qualquer decisão, é recomendado que o leitor busque orientação financeira independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto.”