Investimento no Tesouro Direto? Tire suas principais dúvidas!

Resumo do texto

  • Confira perguntas e respostas sobre o Tesouro Direto;
  • Tire suas principais dúvidas sobre esse investimento;
  • Veja como fazer a sua primeira aplicação.

Invista no Tesouro Direto pelo super app!

 

O investimento no Tesouro Direto é uma aplicação em renda fixa que tem ganhado muito destaque nos últimos anos. Isso acontece devido a sua rentabilidade superior à da poupança e facilidade de aplicação.

O Tesouro Direto é, na verdade, uma plataforma criada em 2002 pelo Tesouro Nacional e pela Bolsa de Valores para a venda de títulos públicos. Ao investir você está fazendo uma espécie de empréstimo para o Governo Federal. 

Em troca, o investidor recebe um título de crédito com um prazo de vencimento. No final do período, ou semestralmente, dependendo do tipo escolhido, é devolvido o dinheiro com juros, que são a rentabilidade da aplicação.

Confira as 5 principais dúvidas sobre Tesouro Direto

O Tesouro Direto é investimento seguro, rentável e prático. Porém, muitas pessoas ainda têm dúvidas se esse é o tipo de investimento ideal para você, veja e tire suas dúvidas agora mesmo!

1. Vale a pena?

Sim! Os títulos do Tesouro Direto são excelentes opções para quem busca  segurança e diversificação na sua carteira de investimento.

Atualmente, existem três opções disponíveis, cada uma com características próprias e que são interessantes para diferentes tipos de objetivos. Aprenda um pouco mais sobre eles:

  • Tesouro Selic: ideal para o curto prazo, como por exemplo, para compor a sua reserva de emergência;
  • Tesouro Prefixado: como ele é atrelado a uma taxa prefixada, é possível saber quanto vai ser resgatado no final da aplicação. Por isso, ele é uma boa opção para objetivos de médio e longo prazo;
  • Tesouro IPCA+: esse investimento acompanha a inflação e possui uma taxa de juros prefixada, para determinar a rentabilidade. Sendo assim, esses títulos são uma boa alternativa para o médio e longo prazo.

No Tesouro Prefixado e Tesouro IPCA+, também existe a opção com juros semestrais. Nestes títulos, o Governo paga cupons de juros para o investidor. Isso significa que você pode receber os valores acumulados a cada seis meses.

Aprenda mais sobre todos os títulos do Tesouro Direto

2. É seguro?

Investimentos em renda fixa, no geral, são aplicações mais seguras. No caso do Tesouro Direto, eles são considerados um dos investimentos mais confiáveis do mercado brasileiro, pois são 100% garantidos pelo Tesouro Nacional.

Diferente dos CDBs, por exemplo, o investimento no Tesouro Direto não conta com a proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Quem assegura o investimento é o próprio Governo, que sabe como é fundamental honrar os pagamentos para atrair cada vez mais investidores.

3. Como funciona o resgate?

Você pode solicitar o resgate dos seus títulos quando quiser. Porém, a compra e venda dos títulos acontecem somente em dias úteis, das 9h30 às 18h.

Durante dias úteis, o prazo do resgate é de até 13 horas. Sendo assim, em geral, o crédito é feito no mesmo dia.

4. Qualquer pessoa pode fazer esse investimento?

Todas as pessoas que possuem um CPF podem investir no Tesouro Direto. Para isso, basta ter uma conta em alguma instituição financeira, como o PagBank.

5. Tem imposto de renda?

Sim! O investimento no Tesouro Direto segue a tabela regressiva de cobrança do Imposto de Renda. A alíquota cobrada é apenas sobre o rendimento. Veja na tabela abaixo:

Deslize para mais informações
TEMPO DE INVESTIMENTO ALÍQUOTA DE IR
Até 180 dias 22,5%
De 181 a 360 dias 20%
De 361 a 720 dias 17,5%
Acima de 720 dias 15%

Se você resgatar seu título com menos de 30 dias da aplicação, é cobrado o IOF, Imposto sobre Operações Financeiras, sobre os rendimentos.

Conheça as vantagens do Tesouro Direto

Veja a seguir as principais vantagens do investimento no Tesouro Direto.

Previsibilidade

Por ser um investimento em renda fixa, o investidor consegue ter uma noção do retorno das aplicações. 

Entenda: Se o título for levado até a data de vencimento, é possível prever o rendimento total. Caso o resgate seja feito antes da data, os valores serão marcados conforme o mercado.

Rentabilidade

Além de oferecer retornos superiores aos da poupança, os títulos do Tesouro Direto contam com ótimas opções de rentabilidade para diversos objetivos, como reserva de emergência e aposentadoria.

Custo Reduzido

Em comparação com outras aplicações, como os fundos de investimentos, o Tesouro Direto conta com as menores taxas. No PagBank por exemplo, a taxa para investir no Tesouro Direto é zero. 

Para aplicações no Tesouro SELIC até R$ 10.000,00, é feita a isenção da taxa da B3. Tributo que seria obrigatório para todos os títulos.

Além disso, os valores para fazer o investimento também são baixos.

Liquidez

A liquidez do Tesouro Direto é diária, ou seja, é possível solicitar o resgate de um título a qualquer momento.

É o próprio Governo Federal quem faz a recompra dos títulos e então, em um dia útil, o dinheiro já estará disponível na sua conta.

Saiba como investir seu dinheiro no Tesouro Direto pelo super app PagBank

Se ficou interessado em fazer seu primeiro investimento no Tesouro Direto, o momento é esse!

Para começar, baixe o super app PagBank, onde seu dinheiro rende mais do que na poupança e existem opções para investir sem complicações nem taxas escondidas.

Depois, para começar a investir no Tesouro Direto não tem mistério, basta seguir os passos a seguir:

  1. abra o super app PagBank;
  2. clique na opção Produtos e Investimentos e selecione Aplicar meu Dinheiro;
  3. escolha Tesouro Direto e clique na melhor aplicação para você;
  4. digite o valor que deseja investir;
  5. confira as regras e se os dados estão corretos e clique em Confirmar;
  6. pronto! Sua aplicação foi realizada.

Investir sem complicar é com a gente mesmo. Baixe grátis o super app PagBank, abra uma conta e comece hoje!

Invista no Tesouro Direto pelo super app!

“Este canal tem como única intenção fornecer um panorama sobre as diferentes categorias de produtos de investimentos disponíveis no mercado. Os conteúdos não têm o objetivo de oferecer análise de valores mobiliários ou recomendações de investimento, considerando que os produtos apresentados podem não ser adequados aos objetivos, situação financeira ou necessidades individuais de cada usuário. O PagSeguro PagBank se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que decorram da utilização de seu conteúdo, bem como por eventuais informações fornecidas por terceiros, que não expressam a opinião do PagSeguro PagBank. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e as informações podem não estar atualizadas no momento exato da consulta do material. Antes de tomar qualquer decisão, é recomendado que o leitor busque orientação financeira independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto.”

O Tesouro Direto está disponível apenas para pessoas físicas.

  • Tags