Tesouro IPCA, Selic ou Pré-fixado: qual título investir?

Resumo do texto

  • O Tesouro Direto é um investimento em renda fixa criado pelo Governo Federal;
  • Existem diversos títulos do Tesouro disponíveis como IPCA, Selic e Pré-fixado;
  • Veja as características de cada um e como escolher o mais adequado para você.

 

O Tesouro Direto é um tipo de investimento em renda fixa bastante popular, pois atrelam segurança e facilidade. Existem três tipos de títulos disponíveis para aplicação, que são Tesouro IPCA, Selic ou Pré-fixado. 

Para descobrir qual título se encaixa mais nos seus objetivos como investidor, você precisa aprender as diferenças entre cada um. Por isso, confira neste artigo as características e tome a sua decisão.

Artigos que podem ser do seu interesse:

Entenda as diferenças entre Tesouro IPCA, SELIC e pré fixado

Tesouro Selic, IPCA e Pré-fixado: entenda as diferenças

O programa Tesouro Direto foi lançado em 2002 pelo Tesouro Nacional e tem objetivo de possibilitar a compra de títulos públicos federais para pessoas físicas.

Aplicar no Tesouro Direto possui uma lógica muito simples. O investidor faz uma espécie de empréstimo ao Governo Federal para custear projetos de melhoria na  saúde, educação e infraestrutura do país. 

No vencimento da aplicação, ele recebe o dinheiro corrigido com juros, que é justamente o retorno sobre a aplicação. Em alguns títulos do Tesouro Direto o investidor recebe o pagamento dos juros semestralmente.

Para entender melhor, conheça as características do Tesouro IPCA, Selic e Pré-fixado.

Tesouro Selic

É um investimento pós-fixado, ou seja, só é possível saber qual o rendimento da aplicação depois que o título vencer ou quando você solicitar o resgate do dinheiro. 

A rentabilidade desse título está atrelada à Selic, a taxa de juros da economia brasileira, por conta disso, para acompanhar quanto o seu dinheiro está rendendo, basta analisar a taxa.

Além disso, a liquidez do Tesouro Selic é diária e seu rendimento é somado na aplicação todos os dias, sendo possível vender os títulos antes do vencimento.

Tesouro IPCA+

Este título tem uma rentabilidade híbrida, que une uma taxa de juros pré-fixada somada a uma taxa pós-fixada, que é o IPCA, o principal índice da inflação brasileira. Com isso, seu dinheiro investido dificilmente perderá valor, já que ele sempre será acrescido do IPCA.

O ganho dos títulos dessa modalidade ficam por conta da taxa pré-fixada. O IPCA age para corrigir a inflação, então quanto maior o tempo do investimento, maior a taxa de juros, já que quanto mais tempo o seu dinheiro ficar aplicado no título, maior será a taxa de juros.

Fique atento: a taxa pré-fixada não é alterada até o vencimento do título, por isso, se você resgatar antes do prazo, corre o risco de ter baixa rentabilidade e até um principal negativo.

Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais

No Tesouro IPCA + com juros semestrais, o investidor recebe o rendimento em forma de “cupons” ao invés de todos os rendimentos na data de vencimento. Os pagamentos são feitos antecipadamente, a cada seis meses, já que cada título tem uma data fixa para o pagamento.

Tesouro Pré-fixado

Nestes títulos o investidor sabe qual será o retorno do investimento na hora da aplicação, desde que mantenha o dinheiro investido até o seu vencimento. 

Mas, caso seja necessário resgatar o dinheiro antes da data de vencimento, existe uma chance de receber menos do que investiu ou ganhar mais do que esperava.

Tesouro Pré-fixado com juros semestrais

Nesta opção, o Governo também paga cupons de juros para o investidor, como no Tesouro IPCA + com juros semestrais. Então, você pode receber os juros acumulados da sua aplicação em dois momentos do ano.

Quando o investidor recebe o cupom, é descontado o valor do Imposto de Renda referente à tabela regressiva de tributação. Se esse cupom for pago nos primeiros 6 meses, isso significa que o IR pago será de 22,5%. Sendo assim, se você recebeu R$100 de juros, o seu cupom será, na verdade, de R$ 77,5. Essa dedução do IR também vale para o Tesouro IPCA +.

Taxas de juros: IPCA e Selic qual a diferença?

As siglas CDI, IPCA e SELIC são indicadores da economia brasileira. Elas têm relação com a inflação e outros aspectos da economia, mas possuem diferentes significados. Confira!

  • IPCA: Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, é o termômetro da inflação brasileira e é com base neste índice que os especialistas  avaliam a situação econômica do país, o poder de compra das famílias e até mesmo a Selic;
  • Selic: sigla para Sistema Especial de Liquidação e de Custódia, a Selic é a taxa básica de juros. É a partir dela que todas as demais taxas de juros da economia brasileira são calculadas, como em empréstimos e financiamentos até a rentabilidade de investimentos;
  • CDI: os Certificado de Depósito Interbancário são títulos que os bancos usam para fazer empréstimos entre eles para não fechar o caixa no vermelho. Esta modalidade de empréstimos entre bancos gera a taxa DI, que é a média de juros cobrados nessas transações.

Lembre-se: o IPCA, a Selic e o CDI não são investimentos, mas indexadores para aplicações financeiras de renda fixa. Isso significa que as aplicações atreladas a estas taxas vão ter a rentabilidade no mesmo patamar.

Tesouro Direto: uma excelente forma de começar a investir com segurança

Os títulos do Tesouro Direto, sejam eles Tesouro Selic, IPCA ou Pré-fixado, são ótimas opções para quem quer cuidar melhor das suas economias. 

Para escolher o melhor título para você, é preciso entender quais são seus objetivos com o investimento. É a partir da definição dessas metas que ficará mais fácil saber em qual título aplicar.

Porém, independente do seu objetivo, conte com o PagBank para investir no Tesouro Direto. Seja para aplicar sua reserva ou diversificar sua carteira, não tem mistério, basta basta seguir os passos a seguir:

  1. abra o super app PagBank;
  2. clique na opção Produtos e Investimentos e selecione Aplicar meu Dinheiro;
  3. escolha Tesouro Direto e clique na melhor aplicação para você;
  4. digite o valor que deseja investir;
  5. confira as regras e se os dados estão corretos e clique em Confirmar;
  6. pronto! Sua aplicação foi realizada.

Baixe grátis o super app PagBank, abra uma conta e comece hoje mesmo a investir no Tesouro Direto!

Invista no Tesouro Direto pelo super app PagBank!

“Este canal tem como única intenção fornecer um panorama sobre as diferentes categorias de produtos de investimentos disponíveis no mercado. Os conteúdos não têm o objetivo de oferecer análise de valores mobiliários ou recomendações de investimento, considerando que os produtos apresentados podem não ser adequados aos objetivos, situação financeira ou necessidades individuais de cada usuário. O PagSeguro PagBank se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que decorram da utilização de seu conteúdo, bem como por eventuais informações fornecidas por terceiros, que não expressam a opinião do PagSeguro PagBank. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e as informações podem não estar atualizadas no momento exato da consulta do material. Antes de tomar qualquer decisão, é recomendado que o leitor busque orientação financeira independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto.”

O Tesouro Direto está disponível apenas para pessoas físicas.