Resumo do texto

  • Tire suas dúvidas e saiba se existe um momento certo para começar a investir;
  • Saiba como a Educação Financeira te ajuda a construir seus planos para aplicar;
  • Veja 6 dicas práticas para começar a investir do zero.

Baixe grátis o super app PagBank!

 

Quem é iniciante sempre tem muito a aprender quando o assunto são investimentos, e é normal ter dúvidas, principalmente sobre o valor ideal para começar e o momento certo para dar o primeiro passo.

Antes de mais nada, é importante você saber que começar a investir do zero não é tão complicado. Nesta etapa, é preciso mais planejamento e organização do que dinheiro no bolso para fazer a primeira aplicação.

Se quer descobrir qual o momento certo para começar e quanto precisa para tirar seus planos do papel, esse post vai te ajudar.

Confira a seguir algumas dicas bem importantes para guiar o início da sua trajetória. 

6 dicas para começar a investir do zero

Antes de juntar o primeiro centavo é preciso organizar as ideias e estabelecer um bom plano, como se fosse um mapa do caminho que você vai seguir. Confira nossas dicas e prepare-se!

1. Estabeleça objetivos

O primeiro passo de qualquer trajeto é saber onde ele vai chegar, certo? Com investimentos é a mesma coisa: sem metas traçadas, fica difícil saber qual caminho seguir. 

Por isso, é importante definir muito bem os objetivos e conquistas que você quer alcançar ao guardar dinheiro para investir.

Eles podem variar bastante, tudo depende do seu desejo. Veja alguns exemplos:

  1. economizar para ter uma renda melhor após aposentadoria;
  2. aumentar sua reserva financeira pensando na faculdade dos seus filhos;
  3. comprar uma casa antes do 50 anos;
  4. trocar de celular.

Depois de entender onde vai chegar é preciso pensar em como ir até lá. Nesta etapa você precisa pensar em metas. Cada meta é como um pequeno passo rumo ao destino final, que é tirar seu objetivo do papel.

E não é preciso ter só uma meta. Se este for o caso, não esqueça de dividi-las de acordo com o prazo. Se o sonho é comprar uma casa, estamos falando de um plano de longo prazo.

Agora, se você pensa em investir para juntar dinheiro e trocar de celular, então estamos falando de algo que exige menos e essa meta pode ser enquadrada como de curto ou médio prazo.

2. Decida quanto investir por mês

É importante estabelecer um valor para investir por mês. Essa quantia precisa estar alinhada com o orçamento pessoal.

Vamos usar um exemplo: imagine que seu objetivo é fazer um intercâmbio que custa R$ 20 mil daqui cinco anos. Neste caso, você deve investir, em média, R$ 350 por mês durante esse tempo para chegar ao valor total.

Se a quantia mensal não cabe no bolso, então será preciso rever o tempo da sua meta ou então fazer algumas mudanças na rotina para economizar e juntar o que é preciso.

É o objetivo que dá norte para seu plano de investimentos, portanto, antes de aplicar, pense bem sobre o prazo, pois quanto menor ele for, mais dinheiro deve ser aplicado mês a mês.

3. Não tenha medo de começar com pouco!

Você pode começar a investir do zero com pouco. Não é preciso ter muito dinheiro em mãos para fazer sua primeira aplicação, o importante é perder o medo.

Você só precisa de R$ 1 para começar e tem garantia dupla: a nossa e a do FGC, que atua protegendo os investidores.

Esqueça a velha ideia de que investimentos são coisas difíceis e que você não pode acessar. Isso é coisa do passado, agora podem até mesmo ser feitos pelo celular.

Produtos como os CDBs estão no mercado para provar que existem opções seguras, com boa rentabilidade e bem econômicas, ideais para quem quer começar do zero.

4. Conheça as opções que estão ao seu alcance

Nunca aplique em algo que não sabe como funciona. O conhecimento é o segredo para evitar erros logo no começo da sua trajetória. 

Um investidor iniciante precisa entender um pouco sobre o mercado financeiro. Comece sabendo melhor o que é renda fixa e renda variável.

Em seguida, se informe sobre os tipos de investimento que compõem esses dois grupos para saber qual deles combina mais com seu perfil. Por fim, estude as regras de cada um deles, como prazo mínimo de aplicação, quantia inicial, potencial de retorno etc.

Investir sem conhecimento pode trazer muito prejuízo para o bolso, portanto, saiba que tirar algumas horas na semana para ler mais sobre o mercado financeiro te ajuda a fazer escolhas mais acertadas.

5. Conheça seu perfil de investidor

Conhecer o perfil é o melhor caminho para escolher os investimentos certos. Funciona como uma espécie de teste, que avalia fatores como sua tolerância a correr os riscos do mercado, seus objetivos, sua idade e situação financeira.

Descubra qual o seu perfil de investidor!

6. Escolha uma instituição financeira

Para investir é preciso ter uma conta em algum banco, mas tome cuidado ao fazer essa escolha. Dê preferência para empresas que têm uma boa reputação no mercado e que oferecem boas opções e praticidade para aplicar.

O PagBank tem tudo para quem quer começar a investir do zero. Além da conta digital grátis que rende mais do que a poupança, no super app você faz tudo pelo celular, cuida melhor do dinheiro e tem opções ideais para quem quer começar de um jeito simples.

Dica extra: a educação financeira é essencial para começar a investir do zero

Para se tornar investidor, é preciso aprender a poupar. E o segredo para economizar é a educação financeira. Ela é muito importante não só para ajudar a encontrar as melhores opções, mas também para:

  1. ampliar conhecimento sobre economia doméstica e finanças pessoais;
  2. te ajudar na hora de criar estratégias para economizar;
  3. adaptar o estilo de vida ao seu plano de economizar e investir.

Com um bom conhecimento sobre finanças pessoais, é possível fazer as melhores escolhas com seu dinheiro, evitar dívidas, montar uma reserva de emergência para imprevistos e colocar seu plano de investimentos em prática.

Não sabe por onde começar? Nosso blog é cheio de dicas sobre economia, finanças e muitos temas que podem te ajudar.

Clique aqui e confira mais temas do nosso blog que podem te ajudar!

Comece a investir com segurança e praticidade com o super app PagBank

Para conseguir atingir os objetivos e fazer sua reserva crescer, o ideal é buscar investimentos com boa segurança e rentabilidade, como os CDBs PagBank.

Os CDBs PagBank são o melhor caminho para quem deseja uma rentabilidade garantida além da garantia adicional do FGC (Fundo Garantidor de Crédito).

No CDB 200% do CDI, você pode aplicar com apenas R$ 1 e ter mais que o dobro do rendimento da poupança!

Para investir é muito simples, basta abrir sua conta grátis no PagBank, fazer a validação de segurança no super app e seguir este passo a passo:

  1. Abra o super app e clique na opção Produtos e Investimentos do menu inicial;

2. Clique em Aplicar meu dinheiro;

3. Agora escolha a opção Renda Fixa;

4. Em seguida, basta selecionar o CDB e clicar em Investir

Pronto! Investir com o super app é simples e rápido. Seja qual for o seu perfil e os objetivos para o futuro, conte com a gente na hora de fazer o dinheiro render mais!

Conheça os CDBs PagBank e comece seus investimentos!

“Este canal tem como única intenção fornecer um panorama sobre as diferentes categorias de produtos de investimentos disponíveis no mercado. Os conteúdos não têm o objetivo de oferecer análise de valores mobiliários ou recomendações de investimento, considerando que os produtos apresentados podem não ser adequados aos objetivos, situação financeira ou necessidades individuais de cada usuário. O PagSeguro PagBank se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que decorram da utilização de seu conteúdo, bem como por eventuais informações fornecidas por terceiros, que não expressam a opinião do PagSeguro PagBank. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e as informações podem não estar atualizadas no momento exato da consulta do material. Antes de tomar qualquer decisão, é recomendado que o leitor busque orientação financeira independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto.”