Resumo do texto

  • Preço e frete, em termos de venda online, é o que mais impacta a decisão final de compra;
  • Saber qual dessas estratégias é melhor para o seu negócio aumenta suas chances de vender mais;
  • Aprenda a trabalhar com descontos e frete grátis sem ficar no prejuízo.

Baixe grátis o super app PagBank

 

Você sabia que o e-commerce brasileiro já registrou um aumento de 47% nas vendas online só neste primeiro semestre de 2020? É um recorde histórico de faturamento: quase 39 bilhões de reais! Não há dúvidas que esta será a edição da Black Friday com o maior percentual de vendas pela internet de todos os tempos.

E se você é lojista não vai querer ficar de fora dessa! Pensando em te ajudar a usufruir desse percentual e aumentar também o seu faturamento durante a Black Friday, separamos abaixo as melhores estratégias de venda online!

Descontos no valor dos produtos e frete grátis são as facilidades queridinhas dos clientes e isso não se discute! Mas saber qual dessas estratégias usar para vender mais na Black Friday é que é o nosso ponto de análise. Por isso, trazemos aqui informações importantes para sua decisão.

Ofereça bons descontos

Os descontos vão de encontro com a principal missão dos consumidores nesta Black Friday: pagar menos.

De acordo com pesquisas, 75% dos entrevistados relacionam a Black Friday aos preços mais baixos e grandes ofertas, sendo o valor final o principal motivo para finalizar a compra.

Se você oferecer descontos, saiba que eles precisam ser vantajoso para seus clientes. Aqui no Brasil ainda é comum encontrar lojas que vendem tudo pela metade do dobro — a famosa Black Fraude.

Isso derruba a credibilidade da data, além de ser um fator negativo para a imagem da empresa. Por isso, os descontos precisam ser sentidos no bolso do cliente para que ele realmente faça um bom negócio, algo que todos querem durante a Black Friday.

Ainda existe um outro desafio: a dificuldade de dar grandes descontos em certos produtos. Nos EUA, terra natal da Black Friday, as lojas conseguem dar descontos em mercadorias como TVs, computadores e videogames, pois eles têm uma moeda forte e uma baixa carga de impostos nesses tipos de produtos.

No Brasil, se uma loja derrubar 50% do valor de um item eletrônico, isso vai gerar prejuízo! O valor de compra aqui é mais alto e os impostos impedem que o preço caia sem agredir a margem de lucro.

Se você vai optar por oferecer descontos, tenha em mente que é preciso pensar bem nos valores, tanto para respeitar os clientes quanto para preservar o seu lucro com essas vendas.

Dicas para ter sucesso com desconto

Confira algumas dicas para determinar preços, criar bons descontos e vender bem na Black Friday.

1. Planeje ações promocionais com antecedência

Não deixe para pensar nas ofertas na véspera da Black Friday. Os clientes querem pesquisar preços e analisar a concorrência, portanto, seu negócio precisa se antecipar na divulgação das promoções.

É claro que você pode deixar alguns descontos surpresas para divulgar apenas na sexta-feira, porém, vale a pena começar a espalhar as informações sobre a sua Black Friday o quanto antes.

2. Fique de olho na concorrência

Aqui a dica é fazer como os clientes fazem: pesquisar, pesquisar e pesquisar. Por isso, não deixe de avaliar os preços e promoções divulgados pelos seus principais concorrentes. Isso vai te ajudar a se posicionar de forma competitiva e atraente.

Todo mundo faz pesquisas, inclusive seus concorrentes podem estar analisando o seu negócio neste exato momento! Não há nada de errado com isso, na verdade, essa análise é muito benéfica para o seu negócio, já que ela ajuda você a se situar no mercado e entender o que chama mais a atenção e é interessante para o seu público-alvo.

3. Ofereça descontos nos produtos com mais margem de lucro

O fator lucro pode tanto ajudar como confundir na hora de definir quanto de desconto aplicar em seus produtos e em quais produtos utilizar essa estratégia.

Um jeito bem interessante de vender com desconto na Black Friday é aplicar uma porcentagem de desconto em produtos com maior margem de lucro. Além de não sentir tanto a redução repassada ao cliente, você ainda atrai mais compradores e ganha também no volume de vendas.

Essa é realmente uma ótima dica se você estiver querendo vender mais unidades de um produto e superar sua lucratividade no mês de novembro.

4. Ofereça descontos progressivos

Sabe aquelas promoções do tipo “10% de desconto nas compras até R$ 100 e 20% de desconto nas compras até R$ 180”? Essa estratégia é conhecida como desconto progressivo e sua principal função é aumentar o valor total da compra.

Ou seja, elevar o seu ticket médio (média de gastos do seus clientes) durante a Black Friday. Se você desenvolver esse tipo de oferta, pode ter certeza que muitos clientes aproveitarão para comprar ainda mais.

Muitos consumidores usam a Black Friday para comprar presentes de natal, e os descontos progressivos são vantajosos para esse tipo de cliente, que costuma gerar um ticket mais alto.

5. Use os descontos em unidades para aliviar o estoque e vender mais

Sabe aquelas promoções de supermercado que oferecem 4 chocolates pelo preço de 3? Elas não servem apenas para estimular o consumo, mas também para aliviar o estoque e dar saída para produtos.

Oferecer descontos em quantidade é uma ótima forma de estimular o cliente a comprar mais e, ao mesmo tempo, dar saída para produtos de seu estoque. Avalie o que está parado e crie promoções para vender mais de uma unidade.

Caso você tenha dois tipos de produtos parados, também vale realizar promoções como: compre dois produtos X e leve um produto Y pela metade do preço.

6. Economize com logística para reduzir o preço final

Economizar com a logística é uma boa forma de reduzir o valor final repassado ao cliente, e aqui vai a nossa sugestão: utilize o Envio Fácil!

Como Envio Fácil você consegue um valor exclusivo para postar suas encomendas, economizando no frete e abrindo margem para você baratear o custo do produto para os seus clientes.

Simule o valor do frete aqui!

Quero oferecer frete grátis

Essa estratégia é muito atrativa para os clientes! De acordo com uma pesquisa que analisou o comércio eletrônico durante a pandemia, o frete e os prazos de entrega são fatores muito importantes para conquistar e fidelizar clientes.

A pesquisa também mostrou que 33,9% dos entrevistados desistiram da compra por não estarem dispostos a pagar o valor do frete e 19,7% cancelaram um negócio por não concordarem com o prazo de entrega. Esses dados comprovam o quanto o frete pesa na decisão final dos clientes e quanto o frete grátis pode ajudar uma empresa a vender mais.

Para ter sucesso nessa estratégia, você precisa ir além de zerar o frete. É necessário contar com um bom parceiro para as entregas e ficar de olho nas postagens para conseguir cumprir com os prazos oferecidos.

Além disso, é preciso avaliar qual o impacto econômico do frete grátis na sua empresa. Em alguns casos, será necessário estabelecer um valor mínimo de compras para garantir o frete sem custos, caso contrário, algumas vendas podem não ser lucrativas. Não se esqueça que, mesmo oferecendo frete grátis, você terá que avaliar os preços e ofertas com bastante cuidado.

Dicas para ter sucesso oferecendo frete grátis

Veja o que fazer para conseguir um bom faturamento mesmo zerando o valor do frete.

1. Estabeleça um valor mínimo para o frete gratuito

Determinar um preço base para dar direito ao frete grátis é uma excelente alternativa para trabalhar com essa estratégia. Infelizmente, não é possível fazer fretes sem gastar nada, ou você paga ou o cliente paga, não tem jeito.

Não seria justo você pagar um frete em compras de valor muito baixo, por isso, a ideia é colocar um limite, ou seja, se o cliente não atingir o valor mínimo de gastos, ele terá que pagar o frete.

Com o valor mínimo estabelecido, os clientes que querem aproveitar o frete grátis vão acabar optando por agregar mais produtos em sua sacola de compras para atingir o limite mínimo para o frete grátis.

Trabalhando assim, você protege o seu faturamento, não fica no prejuízo e ainda desperta o interesse dos clientes em gastar mais.

  1. Agregue o valor do frete no preço do produto

Algumas análises dizem que o frete consome entre 10% e 15% do faturamento de uma loja virtual. Tendo esse dado como base, você pode se organizar para repassar este custo para o cliente aumentando o valor do produto.

Para não parecer uma furada em tempos de Black Friday, comece a oferecer a opção de frete grátis o quanto antes, assim, na Black Friday seu negócio já estará operando a todo vapor neste esquema.

Essa estratégia dá certo porque as pessoas preferem pagar um pouco mais no produto do que pagar pelo serviço de entrega. Elas não enxergam valor nesta etapa da venda, por isso, quanto mais barato o frete for, mais interessante é para o cliente.

Pode ter certeza que alguns clientes vão optar por pagar R$ 140 num produto e zero no frete do que pagar R$ 110 pelo produto e R$ 30 pelo frete. Parece a mesma coisa, mas o impacto para o consumidor é totalmente diferente.

  1. Coloque avisos sobre o frete no checkout da sua loja virtual

Imagine que seu cliente está fechando uma compra de R$ 180 reais e você oferece frete grátis acima de R$ 200. Por que não avisar o consumidor que ele só precisa gastar mais R$ 20 para economizar R$ 30 de frete?

Vale a pena reforçar bem o frete grátis na hora do checkout. Isso contribui para que seu cliente sinta-se valorizado (afinal, a empresa evitou que ele tenha um gasto que ele não considera útil) e, ao mesmo tempo, ajuda a aumentar o ticket médio — já que muitos consumidores irão optar por levar mais um produto só para que não haja cobrança de frete.

Quer melhorar o checkout da sua loja virtual e deixá-lo mais simples e transparente? Então, conheça aqui o Checkout PagSeguro!

  1. Frete grátis e exclusividade para fidelizar clientes

Oferecer frete grátis como um serviço exclusivo para quem já é cliente, ou para os seus melhores compradores, caso você tenha acesso a esta informação, é uma estratégia de vendas 2 em 1:

  1. Garantir boas vendas – já que é um público que você sabe que tem interesse no que você oferta
  2. Fidelizar, estreitando ainda mais os laços com esse grupo –  que com certeza voltará a comprar também em outras oportunidades

Mas, caso você esteja pensando que essa promoção não é acessível e democrática com seu público-alvo, fique tranquilo, nós temos uma saída: ofereça o frete com desconto para os que não se encaixarem no perfil anterior.

Como já foi dito acima, o valor do frete pode impedir um negócio, e qualquer diminuição desse valor serve para atrair clientes. Mesmo não sendo zerado, o valor mais em conta na entrega é um grande diferencial competitivo para o seu negócio.

Vale a pena estudar uma porcentagem de desconto para os clientes comuns e estabelecer o frete grátis só para aqueles que você tem (quase) certeza que irão gastar contigo na Black Friday.

Desconto ou frete grátis, qual o melhor?

Não existe certo ou errado aqui. O ideal é adotar a estratégia mais proveitosa para o seu negócio, mas sem esquecer dos clientes, é claro.

Preço e frete são dois fatores sensíveis no comércio eletrônico. Para acertar na escolha, verifique bem o quanto você pode dar de desconto nos produtos e faça algumas contas para saber se você tem caixa suficiente para operar com frete grátis.

Tudo isso é essencial para que o seu negócio consiga bons resultados nesta Black Friday, sem comprometer o faturamento e, ao mesmo tempo, entregando um diferencial de valor para os clientes.

Seja qual for a estratégia que você escolher, não esqueça que você pode contar com o Envio Fácil para baratear o frete, algo que é benéfico se você for trabalhar com frete grátis, quanto ou for dar descontos nos produtos.

Clique aqui e veja como garantir economia e agilidade nos fretes com o Envio Fácil PagSeguro!

Não vende online ainda?

Se o seu negócio ainda não trabalha com vendas pela internet saiba que ainda dá tempo de se preparar para a Black Friday. Nós temos as melhores ferramentas para fazer com que você venda online, com ou sem loja virtual.

Se a sua intenção é montar uma loja online, você precisa conhecer o PagVendas. Além de ser um sistema de controle das vendas, armazenamento de dados de clientes e análise de resultados, o PagVendas possibilita montar uma Loja Online de forma simples e rápida.

Você vai se surpreender com é fácil criar a sua Loja Online usando o PagVendas. Gostou da ideia? Então, clique aqui e descubra tudo o que o PagVendas pode fazer pelo seu negócio. 

Porém, se não é o momento para começar uma loja online, mas você quer usar a internet para vender, nós temos duas soluções: o Pede Fácil e o Link de Pagamento.

Com o Pede Fácil você pode criar um Menu Digital para melhorar a apresentação dos seus produtos. Esse menu pode ser enviado pelo WhatsApp, redes sociais ou por e-mail. O cliente acessa o Menu Digital, escolhe o produto e você finaliza a venda. Um sistema simples e que já está fazendo sucesso com nossos clientes.

O Pede Fácil também organiza as suas entregas via delivery, inclusive com a possibilidade de usar os entregadores da Loggi — uma das maiores empresas de entregas do Brasil e parceira do Pede Fácil — para dar início às entregas dos seus produtos.

Crie um Menu Digital agora mesmo com o Pede Fácil

Se você quer vender pelo WhatsApp, Facebook ou Instagram, o Link de Pagamento é a ferramenta ideal!

Com o Link de Pagamento, você envia um link para o cliente após ele escolher os produtos e a finalização da compra é feita em instantes, basta seu cliente pagar e pronto. O valor da venda cai na sua conta PagBank em poucos dias e o Link ainda dá acesso à duas facilidades exclusivas:

  1. Reduzir o tempo que você gasta calculando entregas e valores através do cálculo automático de frete;
  2. Oferecer parcelamento para os clientes.

Gostou das nossas ferramentas para colocar o seu negócio no mapa das vendas online? Então, baixe já o super app PagBank, abra uma conta grátis e descubra esses e outros recursos que temos à sua disposição.

Baixe grátis o super app PagBank