Resumo do texto

  • Marcação a Mercado é um conceito muito importante para quem já investe ou deseja começar;
  • Trata-se da atualização diária do preço dos ativos de renda fixa presentes em um fundo de investimento, assim como os de renda variável;
  • Entenda o conceito e a importância desse mecanismo!

Baixe grátis o super app e conheças os CDBs PagBank

 

A Marcação a Mercado é um conceito muito importante para quem já investe ou deseja começar. Ela tem como objetivo evitar a transferências de ganhos e perdas entre os investidores que participam do mesmo fundo de investimento.

Também citado com a sigla MaM, a marcação consiste na atualização dos preços dos produtos que fazem parte de um fundo de investimento. Essa atualização é diária e permite que o investidor saiba quanto ganharia caso vendesse, naquele dia, todos os ativos presentes na sua aplicação.

A marcação a mercado também é realizada na renda variável e nos títulos de renda fixa. Neste post você vai aprender mais sobre este conceito. Saiba como a marcação a mercado afeta os investimentos e qual a sua função dela para o mercado financeiro.

O que é Marcação a Mercado?

A Marcação a Mercado consiste em atualizar o preço da sua carteira de investimentos ou da cota de um fundo. A atualização desses preços é diária para a maioria dos ativos.

A Marcação a Mercado é baseada na matemática financeira e leva em conta a flutuação de oferta e demanda dos produtos e o comportamento dos mercados.

Resumidamente, a marcação a mercado informa quanto um título valeria caso fosse vendido ou comprado naquele dia. 

No caso do investidor que tem uma carteira com prazo definido e que pretende cumprir com esse prazo, como é o caso dos títulos pré-fixados, essas alterações não são importantes, uma vez que a rentabilidade informada no momento da contratação do investimento é que conta.

A Marcação a Mercado precisa ser uma opção se, por exemplo, o investidor estiver considerando vender um título de renda fixa antes do vencimento, aplicar ou resgatar sua aplicação em um fundo. 

Por conta disso, o administrador do fundo precisa informar diariamente o valor da cota do fundo, considerando a marcação a mercado dos ativos presentes.

Como funciona a Marcação a Mercado?

Ao adquirir um título de renda fixa, o investidor recebe a rentabilidade pré-definida no momento da compra. Em títulos pós-fixados, o mais comum é  o pagamento de uma remuneração em percentual do CDI.

Já nos pré-fixados, é uma taxa fixa definida no momento da aplicação. Nos títulos híbridos, o padrão tende a ser uma taxa pré-fixada mais o IPCA.

Em todos os títulos de renda fixa há uma data de vencimento, mesmo nos que garantem liquidez diária. Na data final, o acordo finaliza e o dinheiro do investidor é devolvido de acordo com o rendimento combinado. 

E se o preço de mercado de cada título varia diariamente, então, o valor investido também é atualizado. Caso seja preciso resgatar o dinheiro antes, o rendimento estará sujeito à marcação a mercado. 

É por conta disso que, ao consultar o extrato dos investimentos, poderá haver uma mudança nos valores, podendo ser uma diminuição do valor do investimento ou uma valorização maior que o projetado para o período.

Seguindo a lei da oferta e da procura, além de novas expectativas sobre a taxa de juros, os valores de títulos de renda fixa, sejam eles públicos ou privados, podem variar diariamente. 

Essa é a principal diferença de investir em renda fixa e em renda variável. Na renda fixa é possível saber as regras de remuneração do seu dinheiro e qual será o prazo para receber todos os recursos corrigidos. 

Na renda variável não existe regra predefinida de retorno para os investidores que compram ações e nem um prazo para receber seus recursos novamente, já que as ações não possuem uma data de vencimento, podendo ficar na carteira do investidor pelo tempo que quiser.

A renda que poderá ser obtida com ações será variável e dependerá de como o mercado avalia o preço da ação de uma determinada empresa, com base na sua saúde financeira, expectativa de crescimento, geração de lucro, entre outros fatores.

Marcação a Mercado nos fundos de investimentos

Da mesma forma que os títulos de renda fixa, as cotas dos fundos de investimento sofrem Marcação a Mercado, com a atualização diária do valor dos ativos que integram a carteira de cada fundo.

O uso da Marcação a Mercado em fundos serve para evitar que haja transferência de riquezas de um cotista para outro, permitindo que o cotista saiba quanto de fato vale a parcela (cotas) que ele investiu no fundo caso solicite o resgate.

Também possibilita que ganhos ou perdas sejam distribuídos para quem de fato era cotista do fundo quando a valorização ou desvalorização das cotas ocorreu.

Por exemplo, o investidor que adquire cotas de um fundo na metade de um mês terá rentabilidade diferente da de quem entrou no início do mesmo mês. E é por isso que o valor da cota (rentabilidade) do fundo é calculada diariamente.

A Marcação a Mercado é obrigatória para uma grande parcela dos fundos de investimento disponíveis no mercado (há exceções) de acordo com decisão da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). 

Diversifique seu portfólio de investimentos com o PagBank!

Agora, além dos CDBs que rendem mais que o dobro da poupança, você também pode aplicar nos Fundos de Investimento disponíveis no PagBank.

É mais uma opção de aplicação para quem busca diversificar a carteira e quer contar com uma equipe altamente experiente e qualificada para gerenciar o seu dinheiro diariamente, buscando rentabilidade por meio do investimento em diversos ativos.

Nos fundos, especialistas buscam as melhores opções sem que você tenha que se preocupar com o dia a dia do mercado financeiro, nem controlar todas as datas de vencimento dos títulos que o fundo aplica e abrir diversas contas em vários bancos e corretoras. No super app PagBank você tem tudo na palma da sua mão!

Conheça os Fundos de Investimento PagBank

“Este canal tem como única intenção fornecer um panorama sobre as diferentes categorias de produtos de investimentos disponíveis no mercado. Os conteúdos não têm o objetivo de oferecer análise de valores mobiliários ou recomendações de investimento, considerando que os produtos apresentados podem não ser adequados aos objetivos, situação financeira ou necessidades individuais de cada usuário. O PagSeguro PagBank se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que decorram da utilização de seu conteúdo, bem como por eventuais informações fornecidas por terceiros, que não expressam a opinião do PagSeguro PagBank. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e as informações podem não estar atualizadas no momento exato da consulta do material. Antes de tomar qualquer decisão, é recomendado que o leitor busque orientação financeira independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto.”